domingo, 29 de julho de 2012


Falando de Amor 

Não deixo que me calem
Falo de amor.
Não importa quantas vezes
acreditei... Acredito.
Escrevi no tempo palavras,
E gravei no coração a ação.

Não me deixo ficar muda,
Deixem-me somente sentir as gotas da chuva
Falando de amor, os raios do sol trazendo calor.
Não me calem, não ficarei muda
Permita-me ver as estrelas do lado da lua
Enfeitando a noite do meu bem.
Não berrarei, não gritarei.
Mas falarei quantas vezes minha alma declarar
O amor!

..o amor sabe explorar o desconhecido não mapeado.
Se for preciso ele grita num silêncio de coragem.
Confio no amor, falo do amor, sinto amor. Amor..(Bandys)♥ 

25 comentários:

Pedro Menuchelli disse...

Bandys,

Assim que vi seu comentário no meu blog, vim correndo pra ver o texto novo, já que seus textos sempre me fazem pensar e ver a vida e as coisas de uma forma diferente. Sempre achei que falar de amor fosse um tanto complicado, até porque nunca vivi um amor tão sério que possa contar as coisas boas e tudo mais. Entretanto, vejo muita gente feliz por causa dele e acho isso maravilhoso. Acho essa forma linda de conviver com uma pessoa tão perfeita, tão majestosa.

Como eu estava falando pra Luz, pensei em desativar. Mas, ao mesmo tempo, vieram pensamentos dentro de mim que fizeram prosseguir com a esperança e continuar. Obrigado por ter se preocupado tanto comigo, isso é raro. Tenho muito orgulho de ter uma pessoa como você como amiga.

Muito obrigado, uma ótima semana!

Com carinho, de seu amigo,

Pedro Menuchelli

Smareis disse...

Olá Bandy,

Falar de amor nunca e demais...
Quando se ama de verdade
a gente se declara sem eira nem beira.

Beijos e ótima semana!

LUZ disse...

Oi querinha Lili ♥

Nossa, foi só à 3ª, que consegui fazer o coração, junto de seu diminutivo. Consegui é o que importa.

Então, minha amiga, já quase recuperada. 9º g disse você? Que frio! Assim, não há gripe que fuja.
Ainda bem que fez um chazinho, que faz melhor que antibiótico, viu?

Li seu texto, meio prosa, meio poético e achei um monte de graça, para além da beleza e da doçura, que fazem parte de você.
E porquê? Você me pareceu uma adolescente de 15/17, que quer amar aquele príncipe encantado, aquele seu amor, único, primeiro e último (coitadinha da menina, pois ainda haverá tanto mar pela frente) e que não se cala, nem calará.

Amei, quando você diz: "Mas falarei quantas vezes minha alma declarar o amor". É isso aí, a nós, aos nossos corações, ninguém calará.

O AMOR NÃO FAZ GUERRAS, APENAS FAZ AMOR ("make love, not war" - ficou famosa essa frase).

Continue cantando, falando, esvrevendo sobre o amor, porque você nasceu dele e para ele.

Obrigada por tuas palavras lá no meu blog. Já escutou e viu o vídeo, que coloquei ao lado do poema. Vale a pena. Veja e depois me conte, tá?

Boa semana, já sem gripe.
Beijos sinceros da sua melhor amiga, Portuguesa.
Gosto muito de você.

paulo disse...

Oi querida!:) Viajar é sempre bom. A meu ver não existe higiene espiritual melhor. Obrigado pelo carinho e um feliz retorno;D! Voltarei com calma pra ler teu novo post.

Everson Russo disse...

Jamais poderemos ficar mudos,,,se temos amor,,,falemos dele,,,mostremos ao mundo que tudo pode ser diferente,,,que uma alma que ama pode agir de forma a melhorar tudo,,,sempre...falar de amor...cultivar o amor infinitamente,,,,beijos de flores de uma linda semana pra ti querida...

Edson Marques disse...

Jamais permita que te calem.
Nem a voz nem o sopro...
Flores!

LUZ disse...

Oi querida Lili,

Como está? Já, totalmente recuperada? Graças a Deus e a nosso amado Papa joão Paulo II.

Viu o filme. Eu, também. Amei. Ela e ele são tão sedutores. Ela se faz de ingénua, desajeitada, ao colocar aqueles óculos, mas ele, cavalheiro, lhe ensina como deve fazer.
O vestido dela é lindo. Parecido com um que comprei há talvez dois anos. Majestoso, simplesmente.

Gostei muito que nossso menino e amigo Pedro tivesse voltado a postar. Falei de você no comentário, que fiz lá, no blog dele. Você merece e ele, também.
Eu li o seu, lá.

Tenha um dia, sem muito frio, e com muita ternura.
Beijos da sua melhor amiga, Portuguesa.

Luma Rosa disse...

Não te cales, menininha!! Se o fizer, contrairá muitas dores para o seu coraçãozinho. Quem não fala de amor tem problemas... rs.
Boa semana!! Beijus,

Sonhos e Carinhos disse...

Não devemos nunca clar.. acredito no amor, não importa quantas vzs acreditamos, apenas acreditamos.Parabéns Bandys...lindo mesmo...
Trago cmg meu carinho e o desejo de uma semana linda cheia de energias boas pra vc e muito amor..
Lucinha

meus instantes e momentos disse...

que bom reencontrar teu blog...
Maurizio

... "gigi"... disse...

Um canto ao mais lindo sentimento que pode habitar um coração...

Espero que estejas melhor...

Bacio blu.... Linda poetessa...

(E não é que o Tio gostou do Crivo!!... rsrsrs)

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
O amor grita por si só... e, ao mesmo tempo, silencia tudo em nós...
Seja feliz e abençoada!!!
Bjs de paz

Daniel Costa disse...

Bandys

Sa amamos, porquê nõ dizermos, repetidamente! Que tua voz, as tuas não se canssem de escrever belos poemas de amor, como o tens feito e como o presente, uma pérola!
Beijos.

Everson Russo disse...

Como assim? onde eu falei aquilo que disse no UBP? jamais eu cometeria uma indelicadeza dessas,,,e infelizmente o Barco tá igual ao Livro,,,eles estão hospedados no mesmo lugar...realmente é meu fim chegando cedo,,,como diria Renato Russo...beijsssssssss

Smareis disse...

Olá Bandy,

Obrigada pela palavras, menina entendo o que disse na minha postagem... Por vezes você não foi forte o suficiente a ponto de arrancar todos os espinhos, mas a sua fé nunca foi abalada, isso é o mais importante na nossa vida, por isso você é, e sempre será uma grande vencedora. Eu digo sempre que pedi ajuda é mostrar-se mais corajosa, mais preparada, e com a fé mais aguçada, sempre que preciso eu recorro a isso, faz um bem danado. Uma mão segura em outra tem mais força concordo plenamente contigo... O importante e olhar para frente sempre, que verá um novo horizonte adiante aplaudindo a suas vitórias. Imagine uma viagem em um carro chamado Vida, uma estrada chamada Sonho, com amores chamados Família, amigos verdadeiros e um grande amigo especial chamado Deus. Então, a gente aproveita e vire a esquina chamada Esperança, e quando chegar num lugar chamado Sucesso, agradeça ao motorista chamado Jesus! E quando chegar à casa chamada Prosperidade, não se acanhe com os hóspedes cujos nomes são:
Andei, Lutei e Venci!
Lindo NE!

Desculpa o texto grande, acabei me empolgando!

Obrigada pelo poema bonito que la deixou!

Beijos e ótima semana!

Smareis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Smareis disse...

Bandy, obrigada pelas palavras de carinho, você também é especial, gosto muito de ti... Fico muito feliz com tua amizade, teu carinho e isso é muito importante pra mim que adoro fazer amizades. Que bom que gosta de refletir comigo...Durante esses anos de blog, são 12 anos na blogesfera, tive e tenho vários outros e fiz muitas amizades verdadeiras em cada um deles, tavez seja isso que ainda me segura na blogesfera. Pessoas que tenho carinho e respeito. Pode contar sempre com minha amizade. Quando precisar estamos aiiiii na pegada, afff que dizer caminhada... Por vezes na vida tem tempestades que turvam a nossa visão, e encobrem o sol da nossa vida o que não podemos e perder a direção, fé e confiança.
Beijos no core ♥
Intéeee a próxima!

Thomas Albuquerque disse...

"Anda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos, sem amor, eu nada seria..."



Beeeijos

Moça disse...

O mais importante no amor, é que um nao cale a voz do outro. que ser um nao seja ser menos 1, e sim a soma completa de dois!
linda poesia!
bjo
opinandoemtudo.blogspot.com

Everson Russo disse...

Um dia cheio de carinho e flores pra ti minha amiga,,,,beijos e beijos...

Alexandre Lucio Fernandes disse...

O amor é a tradução para todas as outras línguas. Não duvide...

Te leio sem nem mesmo precisar.

;)

Beijo doce...

Anônimo disse...

Também confio no amor, amando a cada dia como se fosse o ultimo! Beijos com amor e carinho.
MB

O Sibarita disse...

Eita! kkkk O amor não se cala, se extravasa nas mais diversas formas do amar!

Cale não, fale mesmo!

O Sibarita

Uma aprendiz disse...

Amar faz um bem danado, né não?
Pois então, ame muito.
Escreva mais ainda.
Te ler nos faz um bem maior ainda.


beijos

Mel Santos disse...

Oi linda,obrigada pela visita,também gostei do cantinho,muito aconchegante...falar de amor atraí o amor,parabéns por sua poesia,um beijo no coração!