sábado, 23 de junho de 2018


Escrevo no tempo, um conto.
Nosso sorriso, nosso encontro.
Nos versos, tranquilidade
Desliza em poesia.
Navego no mar de calmaria
E também de ventania.
Vejo cores em nossos beijos,
Sabores, toques sedutores.
Descubro o amor, a paz e a liberdade.
Flutuo longe com suavidade,
Aproveitando o vento que gentilmente
Vem a nosso favor...

...a paciência me abraça quando preciso
esperar a ventania passar. (Bandys) 

sábado, 16 de junho de 2018


Minha alforria

Com sabor de chocolate...
Vim te dizer que a vida,
Não se adia...
Nem anestesia
Se associa
Com energia,
Muita alegria
Faz companhia
Ama de dia...
A Noite vadia
Numa folia,
Sem garantia
Nem utopia
Plena sintonia
Em poesia
Eu e você.


...a minha liberdade é tatuada
na minha alma. (Bandys) ♥

sexta-feira, 8 de junho de 2018



Ando pelas ruas, sou olhada.
Na carona do meu rosto
percebo meus olhos marejarem
Sou olhada, visada...
Ninguém sonha meus sonhos.
Olham-me como se mergulhassem
nas ondas das minhas lágrimas.
Lágrimas que insistem em cair;
fazem meus lábios provar do seu gosto.
Faço outros planos...
Choro.
A multidão por mim, passa
Cada um como um fiscal.
Como se pudessem adivinhar
que elas rolam por amor.

... ando na contramão da razão, sou emoção.
Sou a calmaria no olho do furacão. (Bandys)♥

domingo, 3 de junho de 2018


Quando chegar a hora, coloca a tua fome no meu ventre e deixa que as minhas mãos mapeiem a tua pele, trazendo aos meus sentidos, o percurso onde residem os teus desejos e deixa que eu te conceba nos meus sonhos e você nos meus...

..quando chegar a hora  embala o teu olhar nos meus... afastando-me da solidão; me traz a certeza da mais pura emoção...taca-me os lábios de leve, sussurra.
quando chegar a hora me alimenta, senta na minha língua, se dissolve, acalenta olha a lua que míngua sem querer, sem poder, sem ter forças pra se levantar, mas o sol quando chegar a hora  vai nos comover... 

 e nessa hora nos fartaremos do nosso amor. (Bandys)♥