segunda-feira, 6 de outubro de 2014



Falo de amor
Não deixo que me calem
Falo de amor.
Não importa quantas vezes
acreditei... Acredito.
Desenhei no tempo palavras,
pintei no coração a ação.

Não permito ficar muda,
Falo de amor como gota de chuva
Falo de amor, vestida ou desnuda
Não me calem.
As estrelas acenderão no céu da minha boca
o silencio da noite escura.
Não terá berros, nem gritos.
Mas falarei quantas vezes minha alma declarar
O amor!

...o amor sabe explorar o desconhecido não mapeado.
 Se for preciso ele grita num silêncio de coragem.  (Bandys) ♥

27 comentários:

APENAS PALAVRAS disse...

Uso dizer que falar de amor é falar de si mesmo... É expor pra fora todas as qualidades que possam existir numa só pessoa... A qual faz dela capaz..Desta forma compreendo que o tempo é muito lento para os que esperam
Muito rápido para os que têm medo
Muito longo para os que lamentam
Muito curto para os que festejam
Mas, para os que amam, o tempo é eterno.Amei o texto Bandys....Estou a passar pra te deixar um bj carinhoso e molhado nas linhas do teu coração....

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Você sempre fala de amor. Essa sua escrita está insuperável.
Beijo*

Bell disse...

O mundo está precisando falar mais de amor e pratica-lo tb ♥

bjokas =)

Samuel Balbinot disse...

Muito boa tarde minha querida amiga...
não podemos jamais deixar sequer de pronunciar esta palavra pois ela carrega toda a vibração do nosso ser.. pena que muitas pessoas hj em dia falem mas não sabem encontrar o amor nem em si mesmas.. acho que precisaria aquele mapa do maroto do filme harry potter.. srrss
mal feito,,,, feito srrs
ele esta dentro de nós.. mas não podemos viver este amor se não nos permitirmos abrir portas e janelas da nossa alma..
beijos meus e até sempre poetisa querida

Fernando disse...

Oi Li
Eu demoro mas sempre volto. E quando volto sou brindado com suas belas palavras e versos. Sempre.
Bjssss
:D

Andréa disse...

Olá querida, Bandys!
Falar de amor sempre...
A vida sem amor não tem sentido.
Bela poesia, lindos versos!

Bjs, fica com Deus, sucessos sempre ♥

APENAS PALAVRAS disse...

Os imprevistos podem mudar todo o roteiro da sua vida, mas nunca podem te tirar da direção...Por que A idéia de tempo remete à idéia de intensidade com que fatos, em grande parte, imprevistos, nos ocorrem. A incerteza nos move ao futuro, na expectativa de que não repitamos o passado. Caso contrário, entramos na rotina mental e envelhecemos sem perceber. Uso dizer Bandys que a jornada é feita de dádivas e alegrias, mas também de imprevistos, embaraços, inabilidades, lições de toda espécie. De vez em quando tropeçamos nos trechos mais acidentados. Depois, levantamos e prosseguimos:Pra finalizar Lembre-se... Os imprevistos da vida são como uma núvem
As vezes vem braca, limpa
As vezes vem negra, carregada
Mas atrás dela sempre haverá um céu azul... Eu sempre estarei aqui com minhas mãos estendidas... pra te compartilhar tal dia feliz....bj linda... Logo logo Postarei....To muito atarefado...mas sempre tiro tempo pra vc..

Nanda Olliveh disse...

Que o amor seja o nosso guia!!!
Sempre!!!


...o amor sabe explorar o desconhecido não mapeado.
Se for preciso ele grita num silêncio de coragem. (Bandys) ♥

Lindo amiga!
Seu poema ficou maravilhoso!
Amei ler-te!


Beijos no coração!

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente poema....
Cumprimentos

Pérola disse...

Acreditar é mesmo a palavra mágica.

Beijos

Carol Russo S disse...

O amor é sempre um tema delicioso para se falar, Bandys! Ele é cheio de possibilidades, de vertentes, olhares e pontos de vistas. Sua poesia foi intensa e cheia de carinho!
Parabéns.

ONG ALERTA disse...

A mágia do amor, beijo Lisette.

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Que a voz fale sempre e o coração sinta sempre, quando se trata da amor...

bejo amigo

Luma Rosa disse...

Oi, Bandys!
Tem assunto melhor para falar?
Quem tem amor e espalha amor, atrai amor para si. Simples assim!! (rs*)
Aproveito para te convidar a participar da 9ª Edição do BookCrossing Blogueiro que acontecerá entre os dias 08 a 16 de Novembro.
Ficarei feliz com a sua participação.
Sei que não é a temática do seu blogue, mas já que gosta de falar em amor, doar o pouco que temos também é forma de veicular amor.
Beijus,

Fábio Murilo disse...

Falar de amor é sempre uma novidade.

Elisabete disse...

Ai o Amor! Tanto faz sofrer como alegra!
Bjs

Alexandre Lucio Fernandes disse...

Fala, emudeça, sinta, viva. Desabroche da pele e compartilhe no encontro, no toque, no mesclar dos lábios. O amor explora e deve ser explorado na sua magnitude. No silêncio ou no grito ele sempre nos é a cura.

Lindoooo!!!

Beijolindo!

Evanir disse...

Amiga Querida.
Pouco comento mais amo seus poemas
esse jeito lindo de colocar suavidade em cada verso.
Por isso sem pedir licença em nome da antiga amizade me senti a vontade de postar um dos seus belíssimos poemas.
Que Deus abençoe seu final de semana beijos.
Evanir.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Bandys.
Como é bom falar de amor,viver a cada segundo sua ação tão gentil, crédula, paciente e algumas vezes sofrida.
Não podemos nos calar frente a um sentimento maravilhoso como este.
Em versos, emocionou-me!
Parabéns.
Tenha um fim de semana de paz.
Beijos na alma.

José María Souza Costa disse...


Olá, Brandys

Amanhã, é um novo tempo.
Passei para lhe desejar Paz, Saúde e Alegria.
Todo tempo, é de reflexão. E este, nos convida sempre á refletir, principalmente, sobre nós mesmo.
Feliz tudo.

MARILENE disse...

Que não se calem as vozes quando a matéria for sentimento. O amor jamais cansará os ouvidos. Bjs.

Ghost e Bindi disse...

O amor é a força mais sublime que podemos sentir, desfazer-se desse sentimento é como suicidar-se. Nossa admiração por sua força e sentimentos, Bandys.

Ghost e Bindi

Lucimar da Silva Moreira disse...

O amor não pode se calar, lindo demais Bandys beijos.
Blog /Fan Page / Twitter /

Smareis disse...

Oi Bandy!

Tava com saudades!
Depois de um tempo ausente aqui estou.
Falar de amor é sempre renovo nas forças do ser humano. Não podemos nunca nos calar. O amor é tudo!
Adorei o poema!

Beijos!

Ariana Coimbra disse...

Falar de amor é complicado, ultimamente to preferindo vive-lo apenas.

Beijos

O Sibarita disse...

Falando de amor, eu te amo, viu? kkkkkk

Sim, te amo por tudo que vc escreve, por tudo que é, por tudo que representa para todos que comentam aqui, por tudo que a palavra amor representa para você e seus leitores, por tudo da nossa amizade, você é a retada! kkk

Muito mil esse poema!

O Sibarita

Dilly Monnete disse...

Não há como calar quem diz tudo sem pronunciar palavra. Diz com os olhos, com os gestos, com a alma. E quem pode calar uma alma livre?
(: