sexta-feira, 31 de julho de 2015



Como escrever pra você
Um poema simplesmente?
Preciso sonhar!Amar...
Preciso viver!
Transformar sonhos
Em vivências...
E depois saudade.
Sonhos!
Escrevo sonhos
Que viram saudade,
Escrevo sonhos
Que nunca foram verdade..

..pra toda vida nossa amizade,
Cumplicidade, suavidade... (Bandys)

19 comentários:

SinneR disse...

simplesmente lindo...

bj doce

Carol Russo S disse...

Você mistura todas as relações possíveis com sedução.
Amor, paixão, amizade, bem querer. E fica tudo lindo, ardente como o fogo de quem se apaixona, como o desejo de quem seduz. Lindo!

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Bandys,
eu
simplesmente
adoro essa sua forma de
poesia.
É muito bom ler você.
Te poesia minha la
no Espelhando...
viu?
Bjins querida.
CatiahoAlc.

Evanir disse...

Nunca me esqueço daquele que trás no coração
carinho amor e respeito um bem querer.
Como é bom poder contar com sua amizade,
como é bom ter esperança mesmo ,
quando imaginamos estar sozinhos.
Sem duvidas não é verdade tenho sua amizade,
fidelidade e o amor incondicional de Deus.
Deixo um abraço com muito carinho
Beijos no seu doce coração.
Evanir S Garcia.

Daniel Costa disse...

Bandys, uma coisa é mesmo certa, a poesia tem de ser vivida interiormente, para surtir o efeito, que desta se disfruta.
beijos

Fábio Murilo disse...

Quando menos se espera, se escreve o poema, sem explicação, sem forçação de barra. O poema caprichoso virá quando quiser. Beijos, Bandys.

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Belíssimas palavras em poéticos versos. Parabéns e um maravilhoso fim de semana.

ONG ALERTA disse...

Maravilhoso bj Lisette.

Elisabete disse...

Mais uns versos lindos, Bandys!
Bom domingo

Ghost e Bindi disse...

Amar é um verbo de ação...nem todos os mais belos versos conseguem descrevê-lo, narrá-lo, fazê-lo agir dentro do poema. Amar se faz amando...mas é tão bom refletir sobre o amor...!
Lindos versos, querida e carinhosa amiga!

Um feliz domingo
Bíndi e Ghost

Alexandre Lucio Fernandes disse...

Sentir basta. Deixar a emoção aflorar o peito e suavizar o coração com paz, com sentimento, com amor. Sentir é suficiente para cravar lá dentro o que existe ao redor, o que nos une. É na leveza de deixar as coisas fluírem por si só, é que escrevemos o [nosso] amor. Lindo e livre.

Beijo!!

Samuel Balbinot disse...

Bom dia querida Bandys..
Tu o escreves como me falaste.. com a alma desnuda..
e escreves lindamente.. a poesia sempre se revela.. e ofertar ela a alguém é unir-se a este alguém poeticamente...
beijos meus e feliz dia.. até sempre

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Assim escrevemos histórias.
Nos sonhos que acontecem,
e neles nos encontramos...
Nos sonhos que evaporam,
e neles nos perdemos...

Que estrelas brilhem em tuas noites.

O Sibarita disse...

Ei dona moça! kkk

Quem nasceu predestinada a escrever porretamente foi você moça! kk

Como escreve facilmente e tocando profundamente...

É mil!

O Sibarita

Vera Lúcia disse...


Lindo, Bandys.
Poemas não podem ser meros e frios escritos, mas inspirados pela alma que lhes dá vida através de sentimentos e emoções.

Até breve.

Beijo.

Andréa disse...

Hello, minha linda! Saudades...
Como foi a passagem do seu aniversário? Com certeza foi lindo e feliz!
Orei por vc viu?

Você sempre arrasando com seus belos poemas e fotos sensuais, rsrs.
Apimentar faz parte e a imaginação vai longe, rsrs.

Fique com as bençãos de Deus!
Paz e luz!
Bjs no seu ♥

APENAS PALAVRAS disse...

Eu mesmo hei de confessar... Como escrever pra vc, que com o seu toque angelical nos produz textos maravilhosos... Me resta dar-te um bj e te dizer que tudo aquilo que emana de ti tem sido único e puro...

cheguevara disse...

A VIVIR QUE LA VIDA ES UNA FIESTA!!!
ABRACCIO CON RON
CHE

J. disse...

Tudo retorna de alguma maneira. Como no ciclo das águas o amor retorna, se reforma, repinta o rosto e suas novas formas.
Que a volta seja em breve, mas que não seja breve.