quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Colcha
A vida me vem em retalhos
Cada dia chega diferente
É um pedaço daqui
É um pedaço dali
Cada pedacinho que chega
Paro olho, aprecio...
Uns vem belos, outros singelos.
Alguns chegam maltratados, tristes.
Pacientemente eu costuro, às vezes, com dor.
Vou lentamente ajeitando, enfeitando
Bordando tal qual um beija-flor.
E nas madrugadas frias, vazias
Meu corpo nu tem um cobertor
Uma colcha de retalhos cheia de cor.
Feita com muito amor.

...se vivo com amor tenho tadas as chances de ser feliz. (Bandys)

32 comentários:

Sol da meia noite disse...

Temos que aceitar a vida como sendo a soma dos momentos... uns bons, outros menos bons...
Mas havendo amor em nós, esse amor tem o poder de suavizar e colorir o que a vida nos vai dando.

Querida, o meu carinho...
O meu beijinho *

Patricia disse...

Mas é assim mesmo, e aos poucos vamos costurando nossa vida da melhor maneira possível.

Beijos
=)

Everson Russo disse...

Sabe de uma coisa? foi de encher os olhos sua poesia, voce, na minha visão, descreveu o que é a vida, cada dia como um pedacinho de uma colcha, uns coloridos, radiantes, outros desbotados, sem vida, e o mais gostoso disso é que vamos juntando tudo, costurando as dores,cores,sabores e amores, e fazendo aquele sentimento que nos acolherá e nos aquecerá nos mais torridos invernos, tenha cor ou não, é a nossa vida e "se vivo com amor tenho todas as chances de ser feliz", me ensina? beijos minha adoravel poetisa, tenha uma linda quarta feira...e mande me noticias...

Cαmilα ♥ disse...

O bom é que sempre podemos ter cores e formas diferentes sempre, né? Monotomia é muito ruim!
Beijos

Homens são tolos.... mulheres também!! disse...

Realmente a vida é feita de retalhos... cabe a nós saber ajunta-los e transformar nessa linda colcha...

beijos

como vai a recuperação?

Paula Barros disse...

BAndys, emocionante essa simbologia da vida com uma colcha de retalhos.
A imagem está linda.

Ainda não aprendi a bordar...a juntar os pedacinhos com tanto amor, com tantas cores e belezas.

Mas é a vida, você bem descreveu.

beijos

Poeta Mauro Rocha disse...

Bonita essa colcha de vidas em detalhes e retalhos numa poesia cheia de lirismo.

Um abraço!!!

Cadinho RoCo disse...

Linda e aconchegante sua colcha de retalhos. Não dou conta, permita-me dizer que com amor você não tem todas as chances de ser feliz, porque já é.
Se vive com amor é feliz, creia nisso e não poupe essa felicidade de você não. E você feliz é ótima e capaz de criar versos como estes que são confortáveis mesmo.
Cadinho RoCo

Daniel disse...

Bandys

Diferente, mas sempre de encantar a tua poesia. A de hoje mais virada para um quotidiano de simplicidade.
Fixei-me um pouco no teu pensamento. De facto o amor comanda o universo, se tivermos em conta que muitas das grandes obras do mundo, tiveram partiram do amor.
Beijinhos,
Daniel

Márcia disse...

Na época em que era prendada, rsrsrsr fiz uma colcha de retalhos igualzinha a esta da foto, saudades !!!!

Hoje eu pago pra me fazerem igualzinha, ...rsrsrs Sem paciência e sem tempo pra isso...

Mas olha que poema mais lindinho , minha dodói!!!

Gessinho ainda??????

boa tarde pra vc....bjs

Betho Sides disse...

Todos nós, temos uma colcha...Beijos preferida.

ChulapA disse...

oieeeee
nossa tava inspirada hj ein
hehehe
mt show
bjosss

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Que poema bonito, Bandys! Ainda está com gesso? Mas acho que já pode ir ao meu Blog apreciar o meu novo post. Espero por vc.
Beijinhos,
Renata

http://graceolsson.com/blog disse...

querida,

imagineuma colcha de retalhos...
assim é a nossa vida.
E NAO SE ESQUEÇA DE QUE TUDO NA VIDA PASSA. INCLUSIVE, OS MOMENTOS DIFÍCEIS.
BJS E DIAS FELIZES

:.tossan® disse...

Sutil, simples e poetico, eis o que encontro neste belo blog. Compartilhar, esta é a palavra de ordem no momento. Bj

Vanuza Pantaleão disse...

Oi, amiga!
Imaginemos que a linha que costura essa colcha, seja a linha sagrada do AMOR...Muita beleza e imaginação!!!Bjs

GUILHERME PIÃO disse...

Com amor tudo se encaixa.
Abraços

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Eliane.

Pedaços de cores e formas diferentes que unidos chamamos de vida.

Muito bonita.

Boa quinta para você.

Beijos mil! :-)

d*sonhos disse...

É isso amiga, costurando, bordando remendando q vamos construíndo nossa colcha.

e o beija-flor tá ficando famoso...rsrsrsrs

bjos prá ti!

Olhos de Mel disse...

Oie linda! Que importa se é de retalhos, em meio a tanto amor? E que essa felicidade seja plena e constante, para nos brindar sempre, com seus lindos versos!

lane disse...

Bandys, realmente,a vida é como uma colcha, cada dia, juntamos uma experencia,boa ou ruim, prestamos atençao no q foi legal ou nao, juntamos os sentimentos,as alegrias,tristezas,experiencias,enfim,vamos
costurando,dando pontinhos de paciencia,resiliencia,amor,compreen-
sao...é a vida!!lindo demais seu poema!!
bjss
Lane

Iana disse...

Amiga linda

A vida não é um corredor reto e tranquilo
que percorremos livres e sem empecilhos.
Mas um labirinto de passagens, pelas quais devemos,
procurar o caminho, perdidos e confusos,
de vez em quando presos em um
beco sem saída.
Porém, se tivermos fé, uma porta sempre será
aberta para nós, talvez não aquela em que
teríamos pensado, mas aquela que,
definitivamente irá se revelar.
Melhor para nós."

beijos e beijos adorei seu poema esta maravilhos como sempre... li uns 3 hoje... kkk estão lindos lindos... parabéns

Iana!!!

Everson Russo disse...

Olha que delicia de noticia, vai tirar o gesso dia 17, bom, sinal que se cuidou direitinho sem nenhuma coisa errada....rs....boa menina...já vai poder teclar direitinho....beijos na alma e uma linda tarde de quinta feira pra ti...

Luís Delgado disse...

Minha querida amiga,

Seu poema está lindo demais... Puxa... que cores... entram em meus pensamentos se transformando em lindas emoções que se espalham como milhões de borboletas esvoaçando no universo da minha imaginação...

Deixo beijo de beija-flor amigo em sua manta de retalhos, tá?

Beijinhos
Carinhosamente

Colibri
------
Últimas novidades lá nos meus cantinhos…
Pontes para o futuro... (Blog Traços de Angola)
Quando o amor é mais forte... (Blog Colibrir as Emoções)

FERNANDINHA & POEMAS disse...

Olá querida Bandy, linda colcha acompanhada por um belo poema... Beijinhos de carinho.
Fernandinha

Anonymous disse...

E assim vamos vivendo!
Lindo poema!
Bjs
Tiago
http://kathasaritsagara.blogspot.com

marcinha disse...

Durma com os anjinhos, rsrsrsr

Bjinhos

babyzita disse...

Amiga querida,
Muito linda a poesia, de uma extrema sensibilidade...
Imagem então, perfeita!!!!!

Um lindo findi, amiga!

Bjssssssssss

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bandys:
Por motivos de foro íntimo, não sei quando poderei voltar a publicar, por isso postei hj, mas todo dia ligarei o computador para ver se vocês têm vindo prestigiar-me.
Um beijo,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

edson marques disse...

Não há retalhos de coração nesta tua colcha. Todos estão inteiros!

Flores e estrelas..

Cacau disse...

A vida é feita de pequenos momentos, que vão se unindo.
Basta que vc saiba como uní-los e enfeitá-los.
E com amor, todo momento é mágico, todo pedacinho é gigantesco, cada cor é mais colorida.

Mesmo atrasado, estou presente, sempre.

Beijos minha poetisa, beijos quentinhos, com amor.

O Sibarita disse...

Colcha de retalhos? E nos entalhos como fica? kkkkkkkkk

Sei não, viu? kkk Onde entro nesses retalhos ai... kkkkk

bjs
O Sibarita