terça-feira, 11 de novembro de 2008

Falando de amor
Não deixo que me calem
Falo de amor.
Não importa quantas vezes
acreditei... Acredito.
Escrevi no tempo palavras,
E gravei no coração a ação.

Não me deixo ficar muda,
Deixem-me somente sentir as gotas das chuvas
Falando de amor, os raios do sol trazendo calor.
Não me calem
Permita-me ver as estrelas do lado da lua.
Enfeitando a noite do meu bem.
Não berrarei, não gritarei.
Mas falarei quantas vezes minha alma declarar
O amor!

...o amor sabe explorar o desconhecido não mapeado. Se for preciso ele grita num silêncio de coragem. Confio no amor. (Bandys)

48 comentários:

R.Vinicius disse...

Confiar no amor é entregar-se de coração, alma, de todas as formas. Teus versos fazem isso, você faz isso nas gotas de encanto que descem de tuas letras. É belo, intenso, encantador!

"Gosto da forma como o teu encanto conquista meus dias, minha amizade."

Abraço, até breve,

R.Vinicius

João Moreira disse...

Olá,
Espero bem que não, que não te calem quando falas de amor, teu coração dita tu apenas transcreves o que ele te diz, por isso escolheste um texto lindíssimo.
Nunca deixes que te calem, fica bem com
Um beijo perfumado…

Vivian disse...

...você não falou de amor.
você é o amor...

muahhhhhhhhhhhhhhh

Homens são tolos.... mulheres também!! disse...

Lindas palavras...
É disso que preciso.
De mais amor.
Em mim, por mim, pelo próximo...
beijocas

marcinha disse...

Eu tb confio, e nunca se cale para o amor, nós somos o próprio amor....

lindooooo

Poeta Linda!!!!


Bom restinho de tarde e beijo grandeeeeeeeeeeeeeeeeee

Iana disse...

Amada amiga
Bandys...

Olha eu aqui di novuuuu.. kkk
"ainda não mt boazinha massss... vortanuuu" :)

"Nem o universo se compara à bela amizade.
Essa seara é meu caminho da verdade.
De amor de amigos, na simplicidade
Construí o abrigo da sinceridade
Com os seixos da humildade
O alicerce na cumplicidade
No chão da claridade
Pedras da vontade
Cor de saudade
Luz e bondade
Sem veleidade
Com caridade
Sem ver idade
Na feliz cidade
Da flor da eternidade
Onde habita a felicidade
De sempre contar com tua amizade".
(dimdim) kkkkk...

Beijos da rosa amiga
Iana!!!

MB disse...

Grito pra todos ouvirem, o quanto amo suas deliciosas poesias do amor...
Beijos com bastante carinho
MB

Everson Russo disse...

Claro que quero vir aqui, se voce postar 10 vezes por dia, 10 vezes estarei aqui, acredite nisso,venho ficar quietinho, escondido num cantinho ouvindo, lendo, voce falar de amor, escrever palavras lindas, brincar com as letras e alcançar o coração,agora por favor, me deixa embarcar nesse trem contigo, pra ver as estrelas do lado da luz, vou te falar uma coisa, dá uma canção daquelas que embalam um amor eterno...beijos minha poetisa que agora sei, está ao lado da lua, pois é uma estrela....

A Tempestade disse...

Aguardo voce no Tempestade hoje...www.givemeshelter.zip.net

beijos

Daniel disse...

Bandys

No teu pedaço, pode ver-se bonita poesia. A poetiza vai escrendo bem e sabe respirar amor. É mister gostar-se, ou não se cultive o eterno romântismo.
Beijos,
Daniel

lumma disse...

Hola Bandys, vim agradecer sua presença no meu niver e oferecer uma lembrancinha da festa. (l.d./Meu Aniversário - 2008).Que sua semana seja MARAVILHOSA. bjs azuis no seu coração.

Celamar Maione disse...

Bandys....
É tão bom falar de amor, ainda mais de um jeito leve e sensível.
Boas inspirações !

Camuflado =] disse...

Longe de ti a saudade cresce. Como dizia o poeta "Saudade é flor cheirando a espinho." Estou aqui sentindo a sua falta. :)

Abraço.

Cássia disse...

Oi metidona...
Nem apareceu mais.
Mais um texto lindo seu... Ando sem inspiração pra escrever...
Mas acho q amanhã tenho um capítulo novo.
Apareça...

O Sibarita disse...

Isso dona moça, confiar no amor tem coisa melhor? Quanso se gosta então... Hummmm... kkkkkkkkkkk

Ei, ainda bem que vc viu que só coloco um texto por semana... kkkkk

Beleza de poesia!

bjs
O Sibaraita

Iana disse...

Amada Bandys

Linda noite pra você anjo de Deus.

Reinvenção

A vida só é possível
reinventada.

Anda o sol pelas campinas
e passeia a mão dourada
pelas águas, pelas folhas...
Ah! tudo bolhas
que vem de fundas piscinas
de ilusionismo... — mais nada.

Mas a vida, a vida, a vida,
a vida só é possível
reinventada.

Vem a lua, vem, retira
as algemas dos meus braços.
Projeto-me por espaços
cheios da tua Figura.
Tudo mentira! Mentira
da lua, na noite escura.

Não te encontro, não te alcanço...
Só — no tempo equilibrada,
desprendo-me do balanço
que além do tempo me leva.
Só — na treva,
fico: recebida e dada.

Porque a vida, a vida, a vida,
a vida só é possível
reinventada.
(Cecília Meireles)

Esse não é roubadim, kkkk, kkkk
Beijos mil amada amiga
Iana!!!

Cassius Vallim... disse...

Falar de amor nunca é demais né?
As vezes acho que falto um pouco nesse quesito com a minha namorada... Mesmo compensando de outras milhões de formas... Falar de amor é o que as mulheres mais gostam, não tem jeito rs...

Bejos...

Lucinha disse...

Olá menina linda.. eu aqui pra ver as novidades.. Lindo falando de amor. Parabéns pelo poema Bandys lindo mesmo e o melhor ainda é acreditar no amor... Deixando a vc uma mensagem...""Que tal uma paradinha para refletir... e refletir sobre você ...
Pensar em tudo de bom que existe aí dentro desse coração! Saiba que você é uma pessoa maravilhosa, capaz de fazer muita coisa boa, útil e expressiva, e que no seu coração estão guardadas coragem e confianças suficientes para realizar seus desejos. Mas não se esqueça, de buscar em cada minuto de seus dias, motivos de alegria e esperança, não se importando com as situações adversas que aparecem. Você deve escolher ser feliz e tornar isso possível, com pensamentos positivos, não perdendo nunca o entusiasmo pela vida e pelo amor, mas principalmente, tendo a certeza de que Deus sempre abençoa quem ama e quem faz da vida um prazer." Uma linda noite com muita Paz para você!

Vinicius disse...

Boa noite.Vim agradecer pela visita e pelo comentário,és sempre bem vinda.
Tenhas uma ótima quarta-feira de muita paz e felicidade.
Abraços.

Poeta Mauro Rocha disse...

Amar, verbo intransitivo.

Um abraço!!

Regular Joe disse...

Linda, você é daquelas pessoas que, quando escrevem, parece que fincam a pena no sangue do coração, e então escrevem.
Você é pureza e sensibilidade; é verdade e é amor...
Beijos, muitos beijos, do João

Patricia disse...

Nunca deixe mesmo de falar de maor amiga, pois vc cativa e alegra nossos dias assim.

Beijossssss

Thiago disse...

amor é traiçoeiro..ele chega e faz o que quer da gente...

Iana disse...

Hehehe... malandreka... aprendeu rapidinhuuu o dimdim né,kkkk... boa...

Linda eu tenho deixado nos blogs de amigas que merecem ouvir essas palavras doces do meu amigo Gustavo, dessa vez não é dimdim... e verdadeirim de um amor de pessoa que admiro e escreve com alma e encanto, por quem sou fã da escrita... Chamam-no de "Bruxo da Poesia" kkk

Bandys...
Beleza feminina,
Mulher, rosa-menina.
Personificação do belo.

Codinome: Sensibilidade.
Solo de vioncelo.
Sem data, idade.

Que há de mais sublime,
Imagem que redime.
Guerreira urbana,

Graça humana.
Fruta da estação.
Ode, hino, oração.

Canto de encanto,
Mistério, companheira.
Seu mister é santo.
Sua messe uma bandeira.

Mãe, namorada, diva.
Presença que cativa.
Meiga, dócil, ópio.
Inebria a vida.

Vida querida.
Razão dos versos meus,
Obra mais inspirada de Deus!...
[gustavo drummond]

Everson Russo disse...

Olha eu aqui pra roubar mais um pouquinho da sua poesia, da essencia desse amor tão maravilhosamente descrevido...beijos minha estrela do amor e da poesia....linda tarde pra ti...

edson marques disse...

Bandys,




Nunca se deixe ficar muda.


Mude.


E, se preciso, grite -- em nome do Amor!


Abraços, flores, estrelas..

Bichinho disse...

Quero de novo confiar...beijo fantasma

yehuda disse...

confiar em amor
é indolor
amar tem outra cor
não rima com flor
nem com mar nem com sol
falar em dor
é falácia
amor requer astúcia
carinhosa audácia
resposta imediata
ao desejo
sem hesitar
sem esperar
abrir o sinal
de olhos bem fechados
o perfume do sexo
conduz ao amplexo
fundo profundo
profano e belo

ChulapA disse...

heheheh
as imagens combinam perfeitamente heheheeh mt show..bjos

:.tossan® disse...

Fale sempre...Ele rompe barreiras. Vc sabe o que fala e não banaliza Bj

Márcia disse...

Boa Noite Musa da Poesia, passando para deixar um xerô nocê......rsrsrsrsr


fuiiiiiiiiiiiiiiiii

Principessa disse...

Olá Querida Bandys, e faz muito bem em não se calar e não se cansar de falar de amor, porque amar é bom demais! E expressar a felicidade que ele traz sabe muito bem. Continue, é linda a sua forma de escrever o amor!
Adoro ouvir as músicas da Laura Pausini!
Continuação de boa semana com muito carinho, paz e alegria no seu doce coração.
Beijinhos carinhosos e abraço meiguinho.

T disse...

Amor é coisa séria. As vezes penso se posso confiar em todo amor, em qlq amor [?]. Lindo texto Bandys! O seu modo sensível é hiper notável!

MAO // disse...

e como você
fala bem de amor...

beijos

MAO

Aníssima Duarte* disse...

"Não importa quantas vezes
acreditei... Acredito.

Amei esse trecho...fez uma ultra-som de mim♥
Parabéns...Falar de amor desta forma ñ é dom d muitos...como disse Clarice Lispector "ou toca ou não toca".
bjos

Jota disse...

Seu blog ta cada vez mais lindo, parabens, e olha só eu recebi um MEME de uma amiga e repasso pra ti, da uma olhadinha no meu blog, bjos.

Jota disse...

Seu blog ta cada vez mais lindo, parabens, e olha só eu recebi um MEME de uma amiga e repasso pra ti, da uma olhadinha no meu blog, bjos.

Mara disse...

Bandys,

Ah! se as poesias e os poetas não se incumbissem de adocicar o amor...

O que seria desse sentimento devassador, inconsequente e ensandecido???

Eu também confio no amor, só não confio em quem sem saber o que é, o usa como argumento!

beijos minha meliante preferida...

bindão bundão disse...

OLÁ MINHA AMIGA O MEU BLOG EU NÃO CONSIGO MAIS ENTRAR COM A MINHA SENHA.
SE VOCÊ QUISER ME LER ESTOU NESTE BLOG É O MESMO, EU SÓ COPIEI OS TEXTOS.
BEIJOS A PAZ DE CRISTO E O AMOR DE MARIA

VÉU DE MAYA disse...

O teu cantinho é muito aconchegante e os teus poemas de amor fazem sonhar...
carinho pra vc/

Márcia disse...

Gosto quando o vento despenteia os meus cabelos e assobia em meus ouvidos


A sensação que me toma é a de liberdade!


Por um momento, tenho o pressentimento de que se abrisse os braços, poderia voar!


E então, seria levada pra onde o vento soprasse.


E divagando, me pego sorrindo, meio que boba, ao lembrar que meu vôo mais alto, foi justamente o de manter os pés no chão!






Marcinha*

Linda tarde pra vc...bjokinhas

Everson Russo disse...

Saudades de ti, tocando as paginas do Livro, saudades da estrela da madrugada, deixo meus carinhos e o desejo que voce tenha uma linda tarde, cheia de amor, poesia e carinho....

Iana disse...

Oi amiga
Vim aqui deixar-te um abraço minha amada... e linda... amiga... minha... :)

Verdadeiros Amigos
Às vezes eu fico impaciente
Quando o vento das provações me golpeia
Por alguma razão tão estranha
Quando minha alegria transforma-se em tristeza
Um amigo fiel é como um bom refúgio
Num dia chuvoso de ventania
Ele chega como uma brisa marinha.
Num mágico silêncio
Como música que toca meu coração
A voz de um amigo toca como suave melodia
A composição de cada canção
Cria coisas belas
Uma ária, uma valsa, um minueto...
Um bolero, um tango, uma balada...
Talvez um hino pela manhã alegre de Sol
Quem sabe um concerto num dia de chuva
Ou uma serenata na madrugada.
Amigo verdadeiro que a vida me traz
Ajuda meus fardos levar
Com um diálogo afável
Alegra-se comigo, feliz e amável
Amigo companheiro, amigo irmão.
Amigo do coração
Não posso deixar de amar
Amor incondicional por vc
desejo de me doar sempre,
de estar também, em seu
coração,como vc está no meu!!

Beijos com aroma de rosas!!
Iana!!!

Nilson Barcelli disse...

Cara amiga, não deixe que a sua voz se cale.
Nomeadamente para continuar a escrever tão magníficos poemas.
Beijinhos.

GUILHERME PIÃO disse...

Tambem confio e acredito, pois sem amor não somos nada.
Abraços

Olhos de mel disse...

MInha doce amiga! Falar de amor nunca é demais! Eu o tenho como bandeira. Acredito que se cada um plantasse um pouquinho desse amor, no coração, o mundo seria menos frio, menos complicado.
Não se cale, minha amiga! Fale quantas vezes a sua alma clamar. A verdade é que a razão, não precisa ser gritada, para ser entendida e o amor, dispensa quaisquer explicações...
Bela prosa poética!
Beijos

paulotpires disse...

há quem diga que o amor, tal como a vontade de ser livre não podem ser silenciados... e se não dizem, deviam dizer...
beijo
ptp

Paula Barros disse...

Não cale-se, nunca. Principalmente não deixem calar o sentir, esse sim, nunca deve se calar.

Você fala do amor com muita propriedade.

Adoro!!!!

abraços