quinta-feira, 21 de maio de 2009

Ando pelas ruas, sou olhada.
Na carona do meu rosto
percebo meus olhos marejarem
Sou olhada, visada...
Ninguém sonha meus sonhos.
Olham-me como se mergulhassem
nas ondas das minhas lágrimas.
Lágrimas que insistem em cair;
fazem meus lábios provar do seu gosto.
Faço outros planos...
Choro.
A multidão por mim, passa
Cada um como um fiscal.
Como se pudessem adivinhar
que elas rolam por amor.

... ando na contra mão da razão, sou emoção.
Sou a calmaria no olho do furacão. (Bandys)♥

36 comentários:

Capitu. disse...

Oi Bandys!

Obrigada pela visita!
Volte sempre.

Sou uma Capitu meio Raíza Rocha e Raíza Rocha um tanto Capitu!rs
Dá uma olhadinha lá no meu perfil e veja se sou eu quem você imagina...


beijos
raíza rocha

Poeta Mauro Rocha disse...

Ola!! Gostei da foto e do texto dentro do furacão e sua calmaria trafegada pelas ruas.

BJS

Vinicius disse...

Poema forte, leve. Fazia tempo que não te lia.

Abraço,

R.Vinicius

yehuda disse...

olhada sempre
por onde passa arrasa
seu rosto é meu sonho
seu corpo me condena a ser homem
guarde suas lágrimas
pro nosso encontro
as minha lágrimas tem o mesmo gosto
nossos lábios só emoção
o olho do furacão
jamais verá tamanha paixão

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lágrimas de amor, quantas, como no seu poema, hj inclusive, não derramei, andando na avenida, exausta por estar doente, mas dependendo da autorização do convênio para me tratar. E, além de tudo o mal de amor.
"Prazer de amor só dura um instante/Mal de amor dura até ao fim dos dias" (Claris de Florian, século XVIII).
Um beijo, amiga, visite-me,
Renata

Everson Russo disse...

Acho que todos nós que amamos estamos na contra mão da razão,e sujeitos aos julgamentos da multidao, é complicado, mas que sigamos em frente...beijos pra ti e uma linda noite de paz...

Carla disse...

texto e imagem fabulosos
beijo

Daniel Costa disse...

Bandys

Quantas lágrimas salgadas brotam por amor? Por vezes por um amor que anda arredio. Enfim, saber esperar por vezes é o remédio.

Beijinho,
Daniel

Everson Russo disse...

Olha eu de volta aqui, pra desejar um otimo final de semana cheio de amor e paz, e mandar o novo link, www.olivrodosdias2.blogspot.com ---nao sei o que ta acontecendo com o blogspot, muitos nao abrem, acho que o problema é com ele, o seu abriu...beijos

Cacau disse...

Li,
Lágrimas de amor são bonitas, mas não tanto quanto os sorrisos.
As pessoas podem olhar, mas nunca conseguirão saber o que realmente se passa no coração de quem ama.. pois cada um ama diferente.
E esse amor com poesia, romantismo e intensidade, é lindo.

Beijos minha poetisa, e espero que venham muitos sorrisos ao invés de lágrimas.

ADMIN disse...

Bom poema tem muito a dizer para nos , ja agora faço te um convite para vires ao meu blog http://freetuga.pt.vu um blog com muitas novidades todos os dias bjs e parabens pelo teu blog :)

Pena disse...

As suas lágrimas devem ser lindas, lindas, lindas...!
Só sei que os versos que constrói são ternos, puros, belos...
Possuem pureza e beleza imensa...
Apanharei uma a uma, as suas lágrimas, mas, POR FAVOR, não chore, não? Está bem? É que não consigo ver ninguém triste, fico triste também, sabe?
Vá. É tão pura, extraordinária e doce.
Não chore, está bem?
Beijinhos

pena

Um poema fabuloso. Feito pelo seu sensível sentir.
Linda!!!!!!!!!!!!

edson marques disse...

Bandys!


Gostei muito da "carona do teu rosto"!

Criatividade profunda.


Abraços, flores, estrelas..

lua prateada disse...

Por vezes sabe bem chorar, alívia um pouco a alma e, normalmente quando assim se chora na rua é por um amor ...
Beijinho prateado com carinho

SOL

Paulo Vilmar disse...

Bandys!
Tudo é válido, se por amor, inclusive estar no olho do furacão!
Beijos!

Sonia Schmorantz disse...

Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos. Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles.

A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade. E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos! Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências...

A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem. Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida. Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar.

Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos. Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure. E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários, de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.

Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado. Se todos eles morrerem, eu desabo! Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles. E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu bem estar. Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.

Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles. Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando daquele prazer...

Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que só desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meus amigos!

Autor: Paulo Santana

Um lindo final de semana!
Abraço

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Eliane.

O amor, por vezes, nos leva nesta contra-mão, com pré-julgamentos e adivinhações.
O melhor é seguir em frente e que se exploda todo o resto! :-)




EXCELENTE FIM DE SEMANA PARA VOCÊ!

♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

:.tossan® disse...

Lindo! Este foi um dos melhore!
Beijo

Um texto
é o olhar da alma
encontradas por quem escreve,
com os abraços das palavras,
avistado na utopia
ou na realidade!
tossan

EDUARDO POISL disse...

A Amizade é...
O mais nobre dos sentimentos,
Cresce à sombra do desinteresse,
Nutre-se brindando-se e floresce
a cada dia com a compreensão.

Seu lugar está junto ao amor
Porque ela é também amor.
Somente os honestos podem
ter amigos, porque à amizade,
o mais leve dos cálculos a fere.

Como é um bem reservado aos
eleitos, é o sentimento mais
incompreendido e o pior interpretado.
Não admite sombras nem fingimentos,
rusticidade nem renúncias.

Exige no entanto sacrifício e coragem,
compreensão e verdade,
VERDADE! acima de todas as coisas.

Com as pequenas coisas
do dia a dia
cresce nossa amizade.
Desejo que sempre seja assim.

(Desconhecido)


Te desejo um final de semana com muitos amigos,amor e paz
Abraços do amigo Eduardo Poisl

Joe B. disse...

Só um mero leitor, tão encantado a ponto de me perder nas tuas palavras... você me deixa perdido, principalmente quando tento imaginar o rosto que pertence ao mesmo das mãos capazes de me mostrar com textos, sentimentos que nunca vi antes!

Príncipe Tito disse...

O Príncipe deseja a todos Blogamigos um alegre final de semana...

Desnuda disse...

Linda foto e texto, amiga! Mesmo na contra mão, ande com a rosa branca nas mãos...

Beijos e lindo fim de semana!

paulo disse...

Boa noite querida amiga:)! Passei p olhar as novidades e tb me desculpar pelo sumiço! É que além da correria normal eu tb estou sofrendo com a minha internet! Estou levando um tempo absurdo pra visitar cinco blogs e comentar, acredita? Criei um orkut pra quem puder me adicionar, e mais tarde estarei divulgando o link! Enquanto isso tenha um ótimo finalzinho de semana! Beijinhos:)!

Valdemir Reis disse...

Olá Bandys é sempre com grande alegria que visito este importante espaço. Honrado e feliz. Quero agradecer sua amizade, atenção e gentileza. Muito obrigado! Parabenizo você pela harmonia e qualidade deste trabalho. Grande tema, ótima escolha, belissimo poema, encantador, lindo visual, uma preciosidade, fantástico, gostei. Valeu ter passado aqui. “Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silêncio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” Cora Coralina. Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Aguardo sua visita, passa lá! E volte sempre! Tenha um agradável e feliz fim de semana. Muita paz, brilho, proteção e sucesso. Tudo de bom, prosperidade... Fique com Deus. Forte e caloroso abraço.
Valdemir Reis

O Seu Livre Arbítrio disse...

Belo poema. A música encaixa perfeitamente no seu blog, muito bom de ler, ainda mais de noite.

Bom domingo! =D

meus instantes e momentos disse...

saudades de vc.
Maurizio

A.S. disse...

Bandys,

Belissimo poema!

Sublinho o final, com uma expressão poética belissima!


"... ando na contra mão da razão, sou emoção.
Sou a calmaria no olho do furacão."

BjOO""s

Rafael disse...

Belo poema!!
Bjs

Everson Russo disse...

Ei menina, venho desejar uma linda tarde de domingo, muito amor e carinho e uma semana de bons sonhos e madrugadas,,,,por aqui to passando so raiva com o blog, o Livro ta dando erro, tem hora que nao consigo ler os comentarios, ver visitas, as visitas nao abrem, tem hora que abre...ta danado, ate que se resolva to tentando sobreviver no www.olivrodosdias2.blogspot.com -----beijos e uma linda semana...

Grace Olsson disse...

BANDYS, QUERIDA. PRECISO DE SUA AJUDA NO SENTIDO DE DIVULGAR O LIVRO DOS REFUGIADOS.

Eu te agradeco imensamente. bjs e dias felizes

Nuno G. disse...

muito bom e significativo...
continuo a passar por aqui, porque gosto muito!!!

(www.minha-gaveta.blogspot.com)

Mario Neves disse...

Olá Bandys!
Uma trilogia perfeita, música, imagem e texto. Parabéns!Você está certa amiga realmente quem ama anda mesmo na contra mão da razão. O amor tem noventa e nove por cento de emoção e apenas um por cento de razão. E quem ama sem ser correspondido anda no fio de uma navalha.Se a realidade diz não para quem ama o sonho diz sim ou quando pior um talvez. Quem ama atende mais o sonho que a realidade e no torvelinho deste interno turbilhão abraçando esta paz tão contraditória é realmente preciso sonhar.Há que se sonhar...ainda que o sonho não valha a pena...Sonhar com a rosa ainda que possa de ferir no espinho...sonhar com um grande amor ainda que dele tenha apenas...No peito uma pálida esperança. e quase nenhum carinho.... Há que sonhar sempre e sobre qualquer circunstancias.
Saudações Poéticas – Mario Neves.

Anna e Cesar disse...

Querida Bandys, menina poetisa, passando mais uma vez para me deliciar com seus poemas maravilhosos, de uma sensibilidade extrema...
Passemos, ainda que todos nos olhem, encaremos as lágrimas como purificação de nossa alma, de nosso estado de espírito.

beijos, maravilhosa semana a vc e aos seus, amiga!
Ah, o Momentos comemora 10 mil visitas, vc faz parte da história de meio ano de existência do nosso ninho, dessas 10 mil visitas, que para alguns pode parecer nada, mas para nós, é muito importante... Obrigada pelo carinho de sempre!!

Everson Russo disse...

Uma otima semana pra voce, e muitos beijos no coração e na alma....

Déia disse...

Chorar é bom...como se tudo de ruim fosse embora com as lágrimas..e a dor diminuísse...até ela voltar e doer um pouco mais!

O Sibarita disse...

Valha-me Cristo! kkkkk

Ei, oxente! Ô moça, alegria, viu? Seu texto embora porreta ta melancolico...

Se alerta fia! Que nada, sorrir é tão bom!

Oi se vc chorar eu vou chorara também... kkkkk

bjs
O Sibarita