segunda-feira, 15 de junho de 2009


Arde na terra a solidão da lua
Iluminando meu olhar perdido em nossas histórias!
Entre campinas, abismos, flores e chapadas..
Meus olhos queimam a última lembrança.
Como fogueira em noite de estrelas
Me deito só e com você, com vista para o mundo
Calando fundo meus sonhos, minhas queixas e meus furos.
Mas alço vôo em busca de teus passos, do teu vôo..
Piso descalça na terra do teu corpo
Suave passo, suave gosto, cheiro de mato
Meu braço laço, te lanço em segredo ser meu canto,
meu verso, meu soneto, meu amor.
Vem ser poema no árido deserto
Serei oásis, silêncio, festejo
Serei sertão nas horas de aconchego..
Serei silêncio no grito de amor. (R. Mendes)

...serei pra ti todos os desejos que existem em mim..
serás para mim meu único desejo e fim. (Bandys) ♥

27 comentários:

Everson Russo disse...

Uau menina, esse poema é daqueles de perder o folego e só recuperar nos braços da pessoa amada, adorei o "piso descalça na terra do seu corpo suave passo", isso joga a gente num precipicio de sentimentos e sonhos infinitos, daqueles de estar na lua solitaria de se jogar la de cima só pra ver onde o amor cai. Hoje pela primeira vez em nossa amizade vou discordar de voce, quando se ama, se ve a alma da pessoa sim, quando a pessoa chega pra voce diferente naquele dia de todos os outros,e com os olhos cheios de emoção em lagrimas, um suspiro diferente, a voz com força diferente tambem e diz eu te amo,voce ve muito, voce ve um sentimento tremulo, um divisor de aguas, voce ve a alma da pessoa totalmente exposta, e vou te falar uma coisa, voce pode achar loucura minha, eu vi isso uma vez, senti isso uma vez, e não acho que verei e nem sentirei novamente, muitos beijos em sua alma, em seu coração, e acrescento uma coisa, "jogado aos seus pés eu sou mesmo exagerado"

Déia disse...

Adoro, adoro ..passa aqui..fico tão sem palavras! rs
Prefiro me calar e ler de novo!
Parabens mais uma vez! bjs

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo o poema que não é seu, porém mais lindos ainda os seus versos. Você escolheu muito bem o que postar e o que escrever no final. É realmente um poetisa. Parabéns!
Bandys, querida, tem post no Galeria, gostaria muito que vc lá fosse.
Também abri um novo Blog, O SONHO DO UNICÓRIO:
http://renataosonhodounicornio.blogspot.com
Mas eu prefiro que vc vá ao Galeria.
Beijos,
Renata

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Dei o endereço errado:
http://renata-osonhodounicornio.blogspot.com
Beijos,

Ava disse...

Bandys, querida menina...

Continuas com o coração a solta...rsrsrs

Ou seria preso nas suaves garras do amor? rs

E quem ganhamos somos nós, com tanta poesia que jorra de tí...

Será para vc, minhas palavras de carinho!


Beijos!

Everson Russo disse...

Pega lá o banquinho que hoje vai longe o tema...rs...rs...rs...eu acho,ou penso, a gente nunca deve achar, que a alma tem olhos sim, é atraves dela que vemos o amor, que sentimos o amor, que percebemos nos olhos de alguem se o eu te amo é real ou casual, concordo contigo nos vairos tipos de amor, eu não amei Renato, eu amo até hoje, porque o amor real é infinito, não existe só o amor entre homem e mulher, claro que não, mas se formos colocar numa balança a essencia do amor é a mesma, se voce gosta de uma pessoa, seja lá com qual tipo de amor for, voce passa a ver tudo colorido em volta dela, voce passa a ver poesia no que ela diz e tentar fazer poesia ao dizer algo e essa pessoa, a voz passa a ser sinfonia, essas maluquices...rs...rs...me entende?Quanto ao amar mais de uma vez na vida, isso eu nao posso discutir ainda,,,rs,,rs,,,eu amei sim, uma vez, e fui amado tambem, acredito que na mesma intensidade, por algum motivo nao deu certo, e como disse, era o verdadeiro amor, ele tá aqui ainda, se eu vir a pessoa novamente tenho certeza que vai bagunçar algo, e penso o mesmo de lá pra cá, nao era pra ser e nao foi, mas como disse, nao posso dizer da segunda vez, pois ainda nao senti isso de novo, e tambem nao percebi ninguem sentindo isso por mim na mesma intensidade.E concordo tambem, o amor nao pode e nao tem vaidades, é sereno, é benigno, e mesmo que eu fale a lingua dos homens e dos anjos, sem amor eu nada serei...Eu tambem nao preciso te ver pra ver a sua alma, sua alma esta dia a dia exposta aqui no Esconderijo, foi, isso que eu disse,,rs,,rs,,,é a sua alma esse amor todo que voce traduz na sua poesia, viu? ganhei...rs..rs..rs...brincadeira, isso nao é competiçao é uma amizade que nos permite falar, quanto ao Renato, sempre será primeiro, Cazuza segundo, e eu? nossa, to looooooooooooooooooonge demais deles, tenho ca meus conflitos assim como eles, mas a poesia deles é e sera insuperavel, e eu tambem nao sou poeta, sou apenas um montador de linhas de amor tentando uma traduçao...bom, essa foi minha replica, agora voce tem o direito e treplica...rs..rs..rs..rs..meus beijos e carinhos a ti...

:.tossan® disse...

Gostei muito do poema de amor, braço como laço...Bonito! Beijo

Everson Russo disse...

Uai,trem bão sô, mas eu nao disse que se mede na balança, se mede em gestos e atos, em romantismo e carinhos,o que eu disse tambem é que amei uma vez daquele jeito louco que a gente escreve, e fui amado assim tambem, de lá pra cá, nao que eu nao queira, nao aconteceu assim intenso, foi isso que eu disse, entendeu? rs..rs..rs...nao tem problemas, dar pitacos, conselhos, é legal, mas na realidade o que eu disse é que nao foi fulminante como da primeira, nem é compração, ninguem é igual a ninguem, foi a flecha do cupido que nao estava bem ajustada das outras vezes, e o que digo, foi empolgação e nao amor...rs..rs...pode isso? acho que sim, me responda, voce ja amou? claro que sim né? mas tambem já se encantou? com certeza, a intensidade é diferente...rs..rs..foi isso...rs..rs...e já que estamos enrolando, que tal montarmos uma fabrica de ioio...rs..rs..rs...beijos, acho que agora vai...rs..rs..rs.expliquei ou compliquei? e nem em sonho chegarei perto de Renato e Agenor...rs..rs..rs..como alguem sobreviveria chamando Agenor?rs..rs..rs..

A.S. disse...

Bandys...

Que belo poema de amor!!!

Para ler, reler... e sentir!


Beijos...

João Moreira disse...

Olá minha querida,
Lindo, isto mostra o quanto verdadeira é a frase, Amar não é mais que morrer em si para renascer no outro.
Fica bem amiga
Beijos perfumados

Anonymous disse...

ELIANE LINDO POEMA VC SEMPRE TEVE BOM GOSTO NA QUILO QUE FAZ PARABENS TENHO MUITO ORGULHO DE VC
BEIJAO COM CARINHO
CLAUDIA= TIA CA

O Seu Livre Arbítrio disse...

"Mas alço vôo em busca de teus passos, do teu vôo..."

A suavidade que um momento pode transmitir numa busca e encontro de um amor, um cruzamento entre o que vai e o que vem, completando as lacunas do seu coração.

Não sei se deu para entender, mas está aí. =p

Beijos.

Aníssima Duarte* disse...

Olá Bandy´s!!
Andei meio sumida da blogosfera, mas vejo que seu blog se desenvolveu bastante!!
Fico feliz...
Sobre seu texto, bem, sei bem um pouco de cada coisa que foi tratada aí...Que bela poesia é o ato conjugal...É pena os prols q assolam e que decrescem depois.
Abração.

Daniela Filipini disse...

Que lindo :)
Lindo e profundo!

v.i.v.i.s disse...

Uau!

Lindo!demais!

Saudades Bandys♥

Beijos ;^)

O Profeta disse...

Um areal morno acolheu
Teus passos ávidos da chegada
Caminhas na procura das marcas
De uma espera desencontrada

Calmaria!
A bonança reivindicou o Sol no celeste
Uniram-se os pedaços de rasgada vela
Tua alma retomou o sonho adiante


Boa semana


Mágico beijo

Daniel Costa disse...

Badys

Passando e relendo o poema se não te importas, classico-te como a terna poetisa do mundo do amor.
Que os deuses sempre te protejam, para que nunca te canses de amar!
O mundo precisa de gente sensível à palavra amor.
Beijo
Daniel

Luís Delgado disse...

Cara amiga,

Poema lindíssimo!

E a sua frase final ainda mais apaixonada... :-)

Lindo... Lindo...

Beijinhos

Colibri
--
Se você suporta emoções fortes, ouça o testemunho de vida deste homem que, no passado, cometeu todo o tipo de crimes e barbaridades e, hoje, é um ungido de Deus, devido à sua extraordinária transformação por Jesus Cristo. Segure-se bem e ouça... Depois não diga que não avisei… :-)

Testemunho fortísssimo do Ex-Bruxo Tio Chico...

Everson Russo disse...

Minha doce poetisa, hoje não teremos debate sobre o amor, rs..rs..rs...hoje apenas usarei um trecho de Vander Lee, voce deve conhecer, "...Romanticos são poucos, romanticos são loucos como nós..." e assim vamos seguindo esse trem azul rumo as estrelas, como disse 14 Bis misturado com CAzuza e chegaremos num país distante e voltaremos a ser felizes, como disse Renato, meus beijos de desejo de um lindo dia pr ati....

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Esta música é linda, sensual.Sua poesia é cheia de amor.No final da tarde gosto disso!
Sua coleção de caixinhas deve ser linda.Espero que sua coleção sempre vá adiante,e que seu prazer em procurar caixinhas continue.
beijossssssssssssssssssss

Pena disse...

Linda e Estimada Amiga:
Este poema de amor, fascina. Delicia e enternece de maravilha e profundidade literária extraordinária e doce.
Um poema muito belo na busca de alguém precioso para si.
Repleto de harmonia e sensatez poéticas. Perfeito.
Um poema sensível. Admirável na expressão deliciosa e soberba de bom-senso e sensatez.
Excelente. Magistral de talento e genialidade linda.
Adorei com sinceridade.
Beijinhos de amizade, respeito e pasmo.
Cordialmente e maravilhado por tanto encanto...

pena
É uma pessoa sensata e repleta de lógica admirável nos seus sonhos fabulosos e brilhantes.
Tudo o que poetiza faz parte do imenso sentimento humano.
Um instante de poesia Enorme.
Sempre a admirá-la
Bem-Haja, amiguinha distante.
Se pudesse votar no meu blog, deixar-me-ia feliz, se o não poder efectuar, amigos SEMPRE!
Sempre a lê-la com atenção...

Everson Russo disse...

"...Vamos pedir piedade,Senhor piedade, pra essa gente careta e covarde, vamos pedir piedade Senhor piedade e um pouco de corage, faz parte do meu show, faz parte do meu show, meu amor..." beijos na alma e muito carinho no seu dia...

Everson Russo disse...

Amor da minha vida, na realidadde nós não estamos discordando, estamos vivendo momentos diferentes, voce tem o mar e nele voce ve o horizonte, aqui eu tenho montanhas e nao to vendo o horizonte...rs..rs...mais ou menos isso, ou então, la vai Cazuza, mestre Agenor..."Solidão a dois de dia, faz calor depois faz frio, voce diz ja foi e eu concordo contigo, voce sai de perto eu penso em suicidio, mas no fundo eu nem ligo..." rs rs rs .boa essa né.....beijos...mas saiba que é uma delicia esses debates...rs..rs....

Cacau disse...

Uma boa poetisa sabe, além de escrever, escolher belos textos.

Queria todos os desejos.. desejo com toda a minha alma.
Assim é o amor.


Beijos, poetisa.

EDUARDO POISL disse...

A vida é um incêndio:
nela dançamos,
salamandras mágicas
Que importa restarem cinzas
se a chama foi bela e alta?
Em meio aos toros que desabam,
cantemos a canção das chamas!
Cantemos a canção da vida,
na própria luz consumida...

(Mário Quintana)

Desejo um lindo resto de semana com muito amor e carinho.
Abraços Eduardo Poisl

Everson Russo disse...

Oieeeeeeeee, bom dia, saudades dos poemas, cade? quero teimar com voce...rs..rs..rs...beijos querida, tenha um lindo dia e muito sol de amor na vida....

O Sibarita disse...

Raapazzzzzz! kkkk Não é que a moça tá super apaixonada?

Que bom e no vôo do amor de lá ela, oi que bacana! kkkkkkkkk

O R.Mendes escreve bem faça fé!

Um beijo
ZéCorró