sábado, 19 de março de 2011


Ah! Silencioso choro morno
Soluço no luar... Lágrima do tempo..
Triste noite. Quero secar nossas lagrimas..
Eu insisto, pergunto e contorno..
Sua boca silenciosa me acha distante,
Meu peito dilacerante que no breu da madrugada
Borda com minhas palavras teu silêncio.
Ah Amor, sons noturnos suspirando mágoas,
Mal entendido, misturas de pensamentos errantes.
E antes de nos perdemos de nós
Embriagamo-nos de todo nosso amor,
Acalmamos nossos corações
Reconfortamos o pulsar de nossas almas..

..a lágrima é o arco íris dos olhos e
os olhos o sorriso da alma...(Bandys) ♥

17 comentários:

Alexandre Lucio Fernandes disse...

O amor nos direciona. Ele que orquestra nossos atos. E tudo exige ele. Tudo passa por ele. Até lágrimas. Até dor. E lá está ele, sempre se tornando o alicerce sobre nossos pés, porto seguro da nossa alma. O ancoradouro da nossa felicidade, dos nossos sonhos...

Texto lindo!!!

Beijos querida!

Lys Fernanda disse...

Chorar é diminuir a profundidade da dor.
William Shakespeare

*--* E que voce seja feliz, e não que não chore. Porque chorar é preciso. (:

MB disse...

Estou aqui de corpo e alma para enxugar suas lagrimas e te desejar um bom domingo!!!!!
Beijos e carinho...
MB

Aniinhaa disse...

Lindo Lindo Lindo!
bjinhooo

Franzé Oliveira disse...

Preciso de seus olhos, do seu sorriso.

Beijos encanto de menina.

Déia disse...

Querida,

Segure firme nas mãos do teu amor, não se perca dele...
Pra todo mal entendido há boas palavras pra consertar as coisas!

bj

EU SOU NEGUINHA disse...

Acalmar o coração...sorrir com a alma,para um novo reencontrar..
Beijos doce menina

Sonhadora disse...

Minha querida

Um choro...um lamento no teu poema...que apesar de triste é belo.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Cαmilα ♥ disse...

Escrevendo lindamente como sempre,neam?!
Parabéns Bandys

BeijOcas

Aniinhaa disse...

seguiindo aqui tah flor
voutareii sempriii

Retalhos da Sol disse...

Bom dia Bandys...

Aqueles que tem "olhos sorridentes", sabem que o diálogo e o Amor supera sempre qq mal entendido...

Lyndona, que tua semana seja iluminada e abençoada, vou ficar uns dias "em silêncio", mas com vcs no coração, se der dou uma espiadinha...


Bjosss meus, enSOLarados! Até...

Daniel Costa disse...

Bandys

Deduz-se foi na espécie de tempestade que nasceria a brinhante acalmia.
A sensatez é paradigmática do amor.
Beijos

Pedro Menuchelli disse...

"Os olhos são o sorriso da alma"
Como sempre Bandys, adorei a poesia, adorei o espaço. Mesmo que distante daqui um pouco, não deixo de te acompanhar. Obrigado pela leitura construtiva que você sempre proporciona. Uma boa semana, com carinho,

Pedro

Nilson Barcelli disse...

"Sua boca silenciosa me acha distante,
Meu peito dilacerante que no breu da madrugada
Borda com minhas palavras teu silêncio."
(...)
"...a lágrima é o arco íris dos olhos e
os olhos o sorriso da alma..."
Excelente poema, querida amiga. Gostei muito.
Beijos.

Mari Amorim disse...

Bandys,
o silêncio,provocando a solidão a dois..
obrigada pelo carinho da visita e comentário,deixando em meu espaço boas energias!
Tenha uma semana,com dádivas sem medidas.
bjo
Mari

Francisco disse...

Coisa boa vir aqui e encontrar essa poesia densa, tocante, e...descomplicada!
Beijos, garota!

Edson Marques disse...

"Borda com minhas palavras teu silêncio": que lindo isso!!!


Flores!