domingo, 5 de junho de 2011


Amar Bonito
Talvez seja tão simples, tolo e natural que você nunca tenha parado para pensar: Aprendam a fazer bonito seu amor. Ou fazer o seu amor ser ou ficar bonito. Aprenda, apenas, a tão difícil arte de amar bonito. Gostar é tão fácil que ninguém aceita aprender...Tenho visto muito amor por aí.Amores mesmo: bravios, gigantescos, descomunais, profundos, sinceros, cheios de entrega, doação e dádiva. Mas esbarram na dificuldade de se tornar bonitos. Apenas isso: bonitos, belos ou embelezados, tratados com carinho, cuidado e atenção. Amores levados com arte e ternura de mãos jardineiras. Aí, esses amores que são verdadeiros, eternos e descomunais, de repente se percebem ameaçados e tão somente porque não sabem ser bonitos: cobram, exigem, rotinizam, descuidam, reclamam, deixam de compreender, necessitam mais do que oferecem, precisam mais do que atendem, enchem-se de razões. Sim, de razões.
Ter razão é o maior perigo no amor. Quem tem razão sempre se sente no direito (e o tem) de reivindicar, de exigir justiça, equidade, equiparação, sem atinar que o que está sem razão talvez passe por um momento de sua vida no qual não possa ter razão.Nem queira!!! Ter razão é um perigo: em geral, enfeia um amor, pois é invocado com justiça, mas na hora errada. Amar bonito é saber a hora de ter razão. Ponha a mão na consciência. Você tem certeza de que está fazendo o seu amor bonito? De que está tirando do gesto, da ação, da reação, do olhar, da saudade, da alegria do encontro, da dor do desencontro a maior beleza possível?
Talvez não. Cheio ou cheia de razões, você separa do amor apenas aquilo que é exigido por suas partes necessitadas, quando talvez dele devesse pouco esperar, para valorizar melhor tudo de bom que de vez em quando ele pode trazer.
Quem espera mais do que isso sofre e, sofrendo, deixa de amar bonito.
Sofrendo, deixa de ser alegre, igual, irmão, criança. E sem soltar a criança, nenhum amor é bonito. Não tema o romantismo. Derrube as cercas da opinião alheia. Faça coroas de margaridas e enfeite a cabeça de quem você ama. Saia cantando e olhe alegre.
Recomenda-se: encabulamentos, ser pego em flagrante gostando, não se cansar de olhar e olhar, não atrapalhar a convivência com teorizações, adiar sempre se possível com beijos 'aquela conversa importante que precisamos ter', arquivar, se possível, as reclamações pela pouca atenção recebida. Para quem ama, toda atenção é sempre pouca. Quem ama feio não sabe que pouca atenção pode ser toda a atenção possível. Quem ama bonito não gasta tempo dessa atenção cobrando a que deixou de ter. Não teorize sobre o amor (deixe isso para nós, pobres escritores que vemos a vida como criança de nariz encostado na vitrine cheia de brinquedos dos nossos sonhos); não teorize sobre o amor, ame.
Siga o destino dos sentimentos aqui e agora. Não tenha medo exatamente de tudo o que você teme, como: a sinceridade, abrir o coração, contar a verdade do tamanho do amor que sente; não dar certo e depois vir a sofrer (sofrerá de qualquer jeito). Jogue pro alto todas as jogadas, estratagemas, golpes, espertezas, atitudes sabiamente eficazes (não é sábio ser sabido): seja apenas você no auge de sua emoção e carência, exatamente aquele você que a vida impede de ser. Seja você cantando desafinado, mas todas as manhãs.
Falando besteiras, mas criando sempre. Gaguejando flores.
Sentindo o coração bater como no tempo do Natal infantil.
Revivendo os caminhos que intuiu em criança.
Sem medo de dizer eu quero, eu estou com vontade.
Deixe o seu amor ser a mais verdadeira expressão de tudo que você é.
Se o amor existe, seu conteúdo já é manifesto.
Não se preocupe mais com ele e suas definições.
Cuide agora da forma do amor:
Cuide da voz.
Cuide da fala.
Cuide do cuidado.
Cuide de você.
Ame-se o suficiente para ser capaz de gostar do amor e só assim poder começar a tentar fazer o outro feliz.
( Artur da Távola)

...sou a pessoa mais feliz do mundo quando consigo fazer bonito meu amor. (Bandys) ♥

15 comentários:

Desnuda disse...

Minha querida! Lindo!!! Obrigada pela bela partilha.


Muitos beijos com carinho e linda semana.

Márcia disse...

Bandys, minha poetisa do amor, cresci ouvindo que é preciso amar a si próprio para depois amar os outros, (em todos os sentidos e formas de amor) ....Um ótimo início de semana e um beijo no seu core!!! *-*

Everson Russo disse...

O amor por si só já nasce bonito,,,ele já é amor,,,já é dedicação,,,já é verso e poesia...super beijo de lindo dia pra ti,,,e tá bom vou torcer pro Fla de vez em quando,,,mas so porque voce pediu...rs..rs....beijos e beijos...

Zeze disse...

Oi

Que Bom Voçê andar nas nuvens :)

Beijoka

Pedro Menuchelli disse...

Bandys,
Eu acho tão incrivél a forma que nos emudece de palavras e sentimentos tão lindos em pequenas partilhas de texto que escreve. Falo "pequenas" não em relação ao tamanho, mas sim pela vontade que eu tenho de ficar o dia inteiro aqui, lendo e te relendo, sabendo mais dos seus pensamentos e entrelaçando ainda mais seus conhecimentos. É muito bom!

Em todo caso, amor é algo que se dá sem perceber e se recebe, muitas vezes, sem querer. A beleza do amor está em deixar de lado algumas coisas que pela razão teria um valor imenso. Quem ama, como você mesma disse, esquece da razão, pois sabe que ela não é capaz de construir castelos e grandes fortalezas que possam abrigar o amor.

E a propósito, adoro a musica do blog. Esconderijo, não é? Muito linda. E Bandys, tenho muito orgulho de te seguir. Uma boa semana, um grande beijo!

Mario Neves disse...

Amiga Bandys! O que é ser bonito? Bonito é ser simples, ser natural, sem perder a essência do que realmente somos. Somos comuns, simples embora não admitamos isso. O simples... O comum.. O natural é que nos faz reais e belos... maquiamos demais as coisas e as tornamos demasiadamente falsas e artificiais... Acho que é isso... O belo é admirar o natural, a natureza, os raios de sol da manhã brilhando numa gotinha de uma pétala orvalhada...é se extasiar com a beleza do crepúsculo...é desvendar a beleza do amor se brilhando nos olhos da pessoa amada. Como diz o texto brilhante do Artur da Távora. Ser prepotente, e querer sempre ter a razão é o maior perigo do amor adverte o autor. Ser prepotente é ser auto-suficiente, dono da verdade, não ser simples e cordato. É defender a ferro e fogo um ponto de vista o que tira a beleza de uma relação. E um lindo romance digno de filme de Hollywood se torna uma bela discussão onde o amor sofre e se torna feio. O amor tem a sua dinâmica, caminha por si só, tem sua eficácia, seu ritmo e caminho natural como todas as coisas naturais. Basta não atrapalhar e ser simples, fazer o "arroz com feijão" que o sabor vai ser de um banquete. Que tudo ficará lindo e maravilhoso. A palavra chave do belo creio que seja a simplicidade. Ser simples é ser como um grão de areia que sabe que é pequeno... mas sabe também que em conjunto com outros grãos dão a incomum fofura da areia de uma praia...Uma estrela não precisa de subterfúgios para brilhar...Uma flor não precisa de maquiagem para encantar...nós não precisamos acender nossa fogueira de vaidades para nos fazer notados e amados...Menina desculpe-me acho que exagerei neste comentário, ficou maior do que eu imaginava.Um abuso, perdoa-me. Uma linda semana para você e seus leitores. Saudações Poéticas - Mario Neves.

Lys Fernanda disse...

Amei o texto, muito lindo mesmo! Boa tarde querida, beijos. *-*

Daniel Costa disse...

Bandys

Que crónica ´mais bonita esta de Artur da Távola!... De facto, o amor para durar por toda a vida precisa ser embelezado a cada dia que passa. ´Por vezes com pequenos nadas a manter o estado a graça.
Beijos

Tânia T. disse...

Que texto bonito, Bandys... lindo, lindo!

Fazer bonito o amor.. ainda mais bonito né? talvez seja esse o segredo para o eterno ... hehe'

Simplesmente adorei o texto! ;D

Bjuux

Everson Russo disse...

Um dia cheio de poesia pra esse seu lindo coração...beijos e beijos...

Retalhos da Sol disse...

Olá, minha bandyda favorYta!!!

Ler esse texto, me faz recordar algumas ideias do “ nosso Poeta”...rsrsr
Amor bonito é aquele que vive, convive e compartilha em liberdade!!!

Bjosss meus, enSOLarados!

### Charlie disse...

Hahaha... com certeza... you are the POWER!

ONG ALERTA disse...

Nossa eterna busca do amor...beijo Lisette.

Everson Russo disse...

Um dia todo lindo de poesia pra ti menina,,,beijos e beijos.

Leandro Lima disse...

A coisa mais gostosa que existe é fazer alguem feliz... ver que você causou um sorriso no rosto de alguem...