domingo, 6 de maio de 2012



Nossos momentos
Preciso do amor que não juramos,
Relembrar carinhos que trocamos,
Sussurrar segredos que contamos,
Ouvir musica que dançamos.. 
Deitar no teu colo onde nos acariciamos. 


Preciso dos momentos que meu coração saltava 
Que minha respiração parava, minha emoção alegrava...
Minha boca delirava, meu corpo amava e deliciava... 
Minha alma te encontrava... num momento único.
Preciso brincar das coisas que sonhamos 
Preciso dos meus olhos emocionados,
Preciso do teu amor abençoado 
Preciso de você. 


...preciso do momento que você nasce pra mim. (e)ternamente.(Bandys)♥

18 comentários:

MA FERREIRA disse...

Brandys....Lindo teu poema...

Quando amamos ficamos em estado de graça!!

bjs e bom fds!!!

Alê disse...

Amar sempre é renovar-se!


Lindooooooooooooooooo

She disse...

Concordo! Quando amamos ficamos em estado de graça e vc retrata este momento maravilhosamente bem! ;)
Beijo, beijoooo
She

LUZ disse...

Oi querida Bandys,

Que súplica mais gostosinha!
Quem resiste! Ele não vai mesmo aguentar, não.
Seu poema é uma balada de amor, onde você se deita no colo de seu amor e onde tudo vira delícia.
Você precisa desses momentos só vossos, aqueles que souberam criar e se deliciar com eles, ao relembrar os mesmos.

Resumindo, você precisa dele, tão somente, isso.
E se ele nasceu para ti, então é todo seu.

Boa semana, com muita harmonia, paz e amor em seu coração.

Beijos da sua melhor amiga Portuguesa, com muito carinho.

Smareis disse...

Olá Bandy!

Escreveste lindamente esse estado de graça que o amor deixa as pessoas.
Gostei imenso.

Beijos grandes queridona.

Desnuda disse...

Querida amiga,

Simplesmente lindo! Amar é uma necessidade . Amar bonito assim, uma bênção.


Beijos com carinho e ótima semana.

Everson Russo disse...

Também ando precisando disso tudo, desse amor, desse carinho, dos versos, dos toques, da vida completa,,,de alguém que ainda nem sei se existe...beijos e beijos de lindo dia pra ti.

APENAS PALAVRAS disse...

O amor nao se gaba nao se encolariza nao se comporta de modo indecente, ao contrario suporta todas as coisas...A medida do amor é amar sem medida.Nada é pequeno no amor. Quem espera as grandes ocasiões para provar a sua ternura não sabe amar.É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã, porque se você parar para pensar, na verdade não há.

Deixo-te um carinhoso bj em seu mais humilde e simples coraçaozinho..um belo inicio de semana

Osmar Ribeiro disse...

quando agente ama precisamos dela a todo momento!
Lindo ,lindo, reflete a realidade!
***************************
Um beijão e um abração!!!!!

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa noite!
Tudo bem?
...depois de ... estou de volta!
...lindo poema!
Nossos momentos...
as palavras não expressam
os poetas não descrevem
são momentos que a vida revela
assim mostra o quanto é bela
são momentos só seu e dele
são seus e dele...os momentos...
Obrigado pelo carinho e por me prestigiar, mesmo quando estava ausente... em meu blog
Boa semana!
Beijos com carinho!

ninguém mais os conhece, apenas eu
você e Deus...

Thomas Albuquerque disse...

E a poesia nasce (e)ternamente...

Uma beleza o teu escrito, querida.sutilmente belo, charmoso, dengoso e carinhoso.


beeijos

José María Souza Costa disse...

Passei cá lendo, e aproveito mpara desejar-te felicidades Mil.
abraços

MIESFE - 64 disse...

Un poema precioso amor es lo que nos falta
Un abrazo

Everson Russo disse...

Olha a hora,,,rs,,rs,,,tudo que tinha de acontecer hoje de errado,,,aconteceu,,,até manutenção de energia elétrica pra eu ficar sem luz....kkkkkk...mas to aqui,,firme,,,que nem prego no angu...beijos de linda tarde pra ti....

ONG ALERTA disse...

Mágico...beijo Lisette.

Everson Russo disse...

Uma linda quarta feira pra ti minha amiga querida...poesias e muita paz...beijos e beijos...

LUZ disse...

Oi querida amiga Bandys,

Passando para te reler, me sentir mais pertinho de você e olhar a imagem doce, que escolheste para encimar tua postagem.

Que sua semana esteja decorrendo, de forma harmoniosa.

Beijos de muito carinho, ternura e luz.

O Sibarita disse...

Aiaiaiai... kkk Relembrar é viver os bons e felizes momentos...

Ô Bandys, seu poema é um joquete de paixão incontrolável, tá o ouro!

Agora me diga, onde aprendeu a escrever tanto assim? Ô inveja! kkkkkkk

PORRETA!

O Sibarita