segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013


Minha alma hoje te embala
nos meus braços acolho-te...
E como se mágica fosse
Faço-te dormir num sonho
que se cala, emudece.

Na escuridão contorno seus lábios
Seu rosto, seus olhos, todo seu corpo
que na espera do meu se cansa, acostuma.
Aconchega pela rebeldia e fica pra amar.

Teu cheiro inebria, minha mão acaricia.
Você perdido quer me amar, eu rendida
entrego meu coração que junto ao teu faz palpitar.
E completa como metade eu fosse, no meio de tudo
querendo acreditar, só te namorar...
Faço-me menina pra te acordar,
mulher pra te amar...

...solto minha voz, danço com a alma, e meus olhos
inquietantes buscam sempre a delicia do amor pelo mundo. (Bandys) ♥


19 comentários:

Thomas Albuquerque disse...

Sensacionaaaaall!!

um dos poemas mais belos que já li em blogs...um apaixonado espetáculod e afeição e carinho...um charme só.

Parabens, querida..beeijos

Severa Cabral(escritora) disse...

BOA NOITE MINHA QUERIDA !!!!!
MUITO GRATIFICA QUEM POR AQUI PASSA PRA LER UM POEMA FEITO COM A PERFEIÇÃO DO POETA ,COM A LEVEZA DAS PALAVRAS QUE TRAZ O ENCANTO E FAZ TRANSFORMAR ENCANTADOR QUEM O LER...
BJSSSSSSSSSSSSSSS

Luma Rosa disse...

"Faço-me menina pra te acordar,
mulher pra te amar..."

Doce e brejeiro!!
Boa semana, menina linda!!

Hippy disse...

Quão difícil é ler teu peomas, simplesmente porque lacrimejam meus olhos desejando a ti e a teu amor.

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

De Niña a Mujer intentando buscar siempre la delicia del Amor por el Mundo.
Preciosos Versos.
Abraços e beijos.

Ghost e Bindi disse...

É lindo ver a dormir aquele(a) a quem amamos...imaginar seus sonhos, querer entrar neles, e aguardar que seus olhos se abram pra nos ver, e num abraço, nos unirmos em sonho e realidade.
Seus poemas inspiram e adoçam, querida amiga!
Um abração!

Bíndi e Ghost

LUZ disse...

Oi, querida Lily!

Me apetecia estar numa praia só minha (semm mar, por perto) lendo o que você escreve.

O que você escreve, eu não consigo classificar. Não é poesia, nem prosa, propriamente dita. É um género literário, que foi inventado por você e se chama... não sei lhe dar nome.

Vou pensar: TERNURA, DOÇURA, CANDURA, DANÇA DE AFETOS, ENTREGA E "LOUCURA".

Não sei se consegui classificar, dar nome ao que você escreve. Acho que não.

Já se olhou no espelho quando você
escreve? Eu já. Fico, um pouco, possuída pelas palavras e meus sentires.

Experimente e me diga, depois.

Escrevendo do seu jeito, você, quando for velhinha tem "açúcar de amor" (é uma variedade de açúcar, que só algumas pessoas ditosas, possuem), em excesso no seu corpo e alma.

E eu, na praia , por mim inventada, me abro ao sol, como rosa, na Primavera, desejada.

Tenha um dia lindo. Aqui, estão cinco graus positivos, claro. Nossa! Que inverno tem sido esse!

Beijos da Luz, com muito carinho e estima.

Severa Cabral(escritora) disse...

BOM DIA MINHA QUERIDA !!!!
GRANDE DEFINIÇÃO PARA QUEM VIVE O AMOR ...
BJSSSSSSSSSSSSSS

Hippie disse...

Esforço-me para ser somente seu. Kisses.

Anônimo disse...

BANDYS, QUE SAUDADE PRECIOSA,
COM O MESMO VENTO QUE ME TRAZ É A MESMA NUVEM QUE ME LEVA EMBORA, COMO É BOM TE SENTIR
BJS
TE CUIDA, AMOR.

jorge junior disse...

Minha amiga estou passando pra desejar um ótimo dia!! Muito belo o seu poema!!
Grande abraço!
jorge-menteaberta.blogspot.com.br

Anônimo disse...

Minha alma está sempre
andando de mãos dadas
com a sua!
Bjs
Marcio

Alexandre Lucio Fernandes disse...

A sensual paixão passeia febril pelos pelos eriçados da pele. Vontade (in)tensa de enternecer, no seio dar o ritmo desenfreado de quem muito quer abraçar, fazer a alma deleitar-se no gosto saboroso do amar.

Almas se embalam e fazem morada uma na outra.

Sua alma tem mãos de fada...
Embalam que é uma lindeza...

Ai ai... rsrs

Beijocass!!

Fernando disse...

Olá Bandys,
sua caneta continua afiada hem, que poema lindo esse. Você consegue traduzir como poucas o jogo lindo do amor e mesmo. É sempre bom vir aqui. Minha caneta andava um pouco apagada e largada. Resolvi escrever hoje, espero que goste do texto, vc deve ser a primeira a comentar. Sua opinião é sempre importante para mim.
Depois dá uma passadinha lá no Fernu Fala.
gde abrssss
Fernando

Crista disse...

Só para tu não falar que não falei das flores...falo contigo...
Viu como sou querida????
Te chamei de flor...gostou???
Voltarei com mais tempo e prometo que comentarei até enjoares de mim.
Beijão...

Daniel Costa disse...

Bandys

O coração sempre, a viver na magia da sensualidade. São assim, sempre cheis de romantismo, os teus poemas.
Beijos de amizade

Fernando disse...

Olá de novo rs
Que honra poder ganhar um poema seu hem rs. Estou bem na fita, mas são leitoras como você que faz com que o blog continue vivo. Como meus professores dizem, vc não escreve para vc. Nosso texto afz sentido quado é lido e lido por pessoas especias.
Grande abraço
Até mais

O Sibarita disse...

Rrraaapaaaazz.... A criatura é fera! Como escreve essa dona moça!

Eu vou dizer o que? Tá mil!

Ei, lá eu né macho não, viu? Nem de arco-iris eu gosto! kkkkk

Lá eu é homem mesmo! kkkkkk

O Sibarita

Suelen Muniz disse...

Lindo Bandys,como sempre você com poesias impecáveis.
abraço =)