sexta-feira, 4 de outubro de 2013



Arde na terra a solidão da lua
Iluminando meu olhar perdido em nossas histórias!
Entre campinas, abismos, flores e chapadas..
Meus olhos queimam a última lembrança.
Como fogueira em noite de estrelas
Me deito só e com você, com vista para o mundo
Calando fundo meus sonhos, minhas queixas e meus furos.
Mas alço vôo em busca de teus passos, do teu vôo..
Piso descalça na terra do teu corpo
Suave passo, suave gosto, cheiro de mato
Meu braço laço, te lanço em segredo ser meu canto,
meu verso, meu soneto, meu amor.
Vem ser poema no árido deserto
Serei oásis, silêncio, festejo
Serei sertão nas horas de aconchego..
Serei silêncio no grito de amor. 

...serei pra ti todos os desejos que existem em mim..
serás para mim meu único desejo e fim! (Bandys) ♥

20 comentários:

Fábio Murilo disse...

Loirinha bonita rs... Que assim seja! simples assim.

http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

Ghost e Bindi disse...

Well...awesome, rsrs.

Sufficiently romantic, affectionate and text caliente.

Nos quedamos impresionados con sus escritos, Bandys.

Feliz fin de semana.

G & B

✿ chica disse...

Muito lindo!! beijos,ótimo fds!chica

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Bandys.. sempre muito bom ler versos teus recheados pelo romantismo que aflora no teu ser.. descreves o estar ao lado de alguem com todas as letras e simplicidade que é o que os versos melhor sabem transmitir.. sempre curto muito os finais que deixas.. é uma mensagem tocante para quem lê sempre.. bjs lindo dia até sempre

Hippie disse...

Magnífico... sou seu.

Fábio Murilo disse...

“Nossos olhos tem a mesma voz
A mesma cor, o mesmo tom maior
Nossos olhos navegando assim
Até o fim, até a foz do amor
E o que é o amor, pergunta sem resposta”

http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

Fernanda Oliveira disse...

'' ...serei pra ti todos os desejos que existem em mim..
serás para mim meu único desejo e fim! ''
Miga Bandys.. quando eu amo sou assim...
Só vejo o meu amado! Lindo demais seu escrito!!!

Beijos no coração!

Fernanda Oliveira

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Bandys. Adorei o teu poema, muito bom.
A tua sensibilidade é a tua marca que inspira devoção não somente a você.
O clamor que fazes para seres feliz com quem se ama é tocante!!!!!!!!
Beijos na alma e paz!

Severa Cabral(escritora) disse...

TRAZENDO MEU DESEJO DE UM LINDO DIA DE DOMINGO.ENCONTRO SEU POEMA QUE É FENOMENAL E ATRAENTE.AINDA TRAGO UM CONVITE ESPECIAL:
O BLOG MILAGRE DO POETA DANIEL ESTÁ COM UM LINDO POEMA NOMINAL DEDICADO A NOSSA AMIGA BLOGUEIRA CHICA .CONVIDO PARA UMA FORÇA E APOIO COMENTANDO.
http://danielmilagre.blogspot.com.br/

jorge junior disse...

Como sempre encantador!! Desejo um linda semana.
jorge-menteaberta.blogspot.com.br

Evanir disse...

Estou passando para deixar meu carinho
ler sua postagem que tão bem faz para o meu coração.
Eu amo acarinhar você! Levo em meu coração
cada palavra que leio e tua postagem.
Fico feliz de ser privilegiada
com sua dedicada amizade.
Deus abençoe sua semana. Beijos!
Milhões de carinhos na alma.
Evanir..
Amiga espero que esteja bem minha querida.

Blue disse...

E na solidão da lua
que ilumina nossos pensamentos
divagamos com nossos desejos!

Beijo

LUZ disse...

Oi, Lily, querida!

Como você se encontra? Me conte, tudo, por favor!

Ontem, me lembrei tanto de você, porque estive toda a tarde nauseada, por ter tomado um fármaco simples, que faz muito mal ao fígado e vesícula, sim, porque estes meus dois órgãos não prestam mesmo pra nada. São super sensíveis. Adoram coisas doces, só que o meu pâncreas, barafusta com eles, e gera-se tamanha discussão, ali, no meu corpo. QUE SE ENTENDAM!

Bem, hoje, já estou melhor e já ingeri algo sólido.

Então, e como está sendo a tomada de seu antibiótico? beba, em jejum, água quente. Purifica e desintoxica as vias biliares. Hoje, já bebi uns 2l de água, bem quentinha.

Nossas conversa parecem de consultório, mas correspondem à verdade e àquilo que se está passando connosco.

Bem, seu poema, suas palavras estão cada vez mais doces e com maior entrega.

Andar descalça sobre o corpo de seu amor é algo divino e transcendental. E se você cair? Não tem importância nenhuma, pois acabou de aterrar no melhor aeroporto DO MUNDO: ELE.

Lhe satisfaça todos os desejos dele, visto que a mulher "come" ou precisa de menos "alimento".

Caso não me possa responder, diga-me apenas se já está um pouco melhor. Não comente meus poemas, por favor. Olhe os enjoos, e eu então que escrevo sempre as mesmas coisas, até pode ter mais enjoo (risos).

Mamãe tem sido sua "almofadinha"?

As melhoras para ambas e beijos e abraços, com carinho pra vocês duas, também.

Thomas Albuquerque disse...

a Poesia transcendendo os espaços..... beeijos

O Sibarita disse...

Ôxe! kkkk Se acalme que lá ele vai voltar! kkkk

Outro belo poema aguçado nas coisas do coração pelo coração lembrança partido... kkk

O Amor tem disso, faz isso...

Demais!

O Sibarita



helena disse...

Oi!Eu vinha pedir para que visse um blog.
A escritora está descontente pois com esta nova história perdeu muitos seguidores e leitores e eu,que sou fã das histórias dela,tenho medo que ela acabe por excluir o blog.
Será que se lesse a história nova dela "O colégio Interno" e se gostasse que poderia seguir e comentar algo?
Agradeço desde já.
O blog é esse: http://dianaisabelpinto.blogspot.pt/

Beijos.

S.A.D.E.FILIAL VILLA MARIA disse...

¡Excelente! Muy bello. ¡Felicitaciones! Un cordial abrazo

Everson Russo disse...

Existe uma ditancia infinita de solidão, entre Terra e Lua, muitas coisas, muitos sonhos, saudades, dores, momentos que ficaram gravados, outros que nem foram tão bons, mas o que importa no meio disso tudo, no meio de uma nebulosa, o amor, que ele nos traga a paz e o conforto que tanto precisamos nesse mundo que gira e a gente vai junto... beijos de boa noite com uma chuvinha vinda de alturas impossíveis nesse exato momento... "Me sinto tão só e dizem que a solidão até que me cai bem"

wcastanheira disse...

Uauau q lindo texto, q belo visual adoro assim, deitadinha, delicadinha quietinha, um mimo ao olhar do tio Castanha pra vc e sua princezinha bjos, bjos e bjossssssssss

Alexandre Lucio Fernandes disse...

Sentimento arde moldando-nos em laço. Amor que nos é. E para nós somos. Mil nuances que se beijam, mil abraços que se amam. Um desejo e fim.

Beijo!