quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014



Regresso aos braços da minha Noite, onde o silêncio me afaga os sonhos, onde sou muito mais que o corpo me permite ser. Embalo os detalhes em suaves momentos de prazer, retratos de imagens que quero reter, diluo o corpo na penumbra deste lugar mágico onde sou feiticeiro ancestral. Aqui não há limites, abismos, tudo é plano, preenchido de árvores frondosas que fazem os raios de sol parecer riscos de luz que se entranham até à minha pele. O silêncio está povoado de pássaros que cantam, de água que se derrama de fontes de frescura.

Os meus sentidos, mergulhados no lago de tépidas águas são como letras que mergulham nos livros antigos. Memórias desenrolam-se como pergaminhos, nascem no centro deste minúsculo universo formulas secretas que acordam os sonhos mais reais que a própria vida. Neste balanço, equilíbrio perfeito de energias, posso voar, entre a Terra e o Céu, como se ave fosse, como um anjo sem asas que se sustem nos fios invisíveis deste destino já tantas vezes riscado.

Depois, a minha Noite, em corpo de mulher desenhado nas sombras que a luz lhe oferece, abraça-me, liberta-me dos tormentosos dias que um quotidiano vivido à pressa me impõe, tomando-me, levando-me com ela para qualquer lugar.
(Bandys)♥


20 comentários:

Blue disse...

Regressar é sempre bom, mesmo que em sonhos e é no silêncio que ouvimos.
E nas noites, em sombras ao luar, as curvas desenhadas são, tndo como molde, o corpo da amada mulher.

Beijo

Sónia M. disse...

Regressar...talvez a nós. Onde o silêncio é povoado de pássaros que cantam e regressamos a ele e à noite. Porque é na noite que melhor nos encontramos e ouvimos. Muito belo, Bandys.

Beijo meu!

Sónia

Daniel Costa disse...

Amiga Bandys, com o tua prosa poética, criaste a imagem dum céu terreal;
"O silêncio está povoado de pássaros que cantam, de água que se derrama de fontes de frescura."
Achei lindo e destaquei o parágrafo atrás,
Beijos

nelma ladeira disse...

Um lindo sonho,com o silêncio encantado,trazendo os pássaros e o mistérios da noite.
Lindo Bandys parabéns,amei.
Beijinhos.

Bell disse...

Essa liberdade é fascinante.

bjokas =)

Samuel Balbinot disse...

Bom dia querida Bandys.. o silêncio realmente nos transporta para visões assim que são reais.. existem dimensões dentro de dimensões e tudo isso esta sempre em harmonia.. pena que poucos humanos conseguem alcançar lugares assim pois estão sempre presos ao material da vida que os impede de ver e sentir tais belezas.. beijos de bom dia até sempre

SinneR disse...

belo texto... ;)

bj doce

mARa disse...

Sempre a delicadeza dos sonhos, noites, magia, é o que faz dos sentimentos a poesia.

Lindeza!

bjão!

Fábio Murilo disse...

A noite é seu território Bandys, é um lugar de refugio e sonhos. A cumplicidade da noite é totalmente conveniente, convite a viver a vida intensamente entre quatro paredes, num mundo particular onde a imaginação é o limite.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Esta liberdade,
é ansiada
por tantos e tantos
outros corações...

Sonhar é voar com o coração...

Ariana Coimbra disse...

Você tem o dom de fazer com que os seus leitores viajem nos seus poemas.
A noite tem seus mistérios e segredos, e ás vezes nos faz regressar.

Beijos

nelma ladeira disse...

Boa noite Bandys,pelo comentário.
Tudo de bom o polo né rsrsr.
Beijinhos.

nelma ladeira disse...

Obrigada Bandys.
Uma linda semana,cheia de amor e muita luz!!

Mateus disse...

E a noite, tantas vezes com "má fama", pode ser libertadora, em vez de assustar.

Lindas palavras.

bjos

Evanir disse...

Boa Tarde Amiga Querida.
Linda postagem minha amiga como temos anseios e muitas vezes de viver a vida em total liberdade.
Uma feliz semana beijos.
Evanir.

Alexandre Lucio Fernandes disse...

Mergulho sinérgico nas ondas da noite, no abraço cálido do silencio que grita na noite. Um regresso que aquieta e equilibra o sentir que desponta. Liberdade que nos cria asas.

Lindo!!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo, Bandys. A cada vez que volto para a blogosfera, percebo como vc é grande.
Abraços saudosos,
Renata

LUZ disse...

Oi, querida, Lily!

Que é feito de você, menina? Está tudo bem por í?

Espero e quero que seja só falta de tempo, ou que esteja curtinho umas férias, com esse tempinho maravilhoso.

O ano, aí, no Brasil, só começa depois do carnaval (risos), então é isso aí.

Pensei em sua mamãe, mas afasta de mim, pensamentos negativos.

Li seu texto, que é diferente dos que costuma postar, aqui. Este tem o "pâncreas" funcionando bem, e até está, um pouquinho, triste.

Quando chega a noite, tudo se esquece, porque o dia esmorece, e a lua nos encanta, domina e fascina.

Boa semana, com amor e saúde.

Beijos carinhosos da Luz.

O Sibarita disse...

Nos braços da noite se embala os desejos, os quereres... kkkkk

O Sibarita

O Sibarita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.