sábado, 22 de agosto de 2015


Cheguei despida.
Aproximei-me de ti
Só a alma me vestia
e um pouco de amor,
Nos olhos, um pequeno sonho
Na boca, a sede do gosto doce de mel
Nas mãos, uma dor que escorria,
No corpo a paixão que envolvia
Murmurei baixinho ...
Cheguei igual magia
Cheguei pra ficar...

...no mundo o meu universo concentrava
esse momento somente em você! (Bandys) ♥

14 comentários:

Fábio Murilo disse...

Chegou,chegando,como diz, com perdão do pleonasmo vicioso. Tão bom quando isso acontece, sem querer, dispensando apresentações. Comumente programamos as coisas e as coisas desandam, não saem como esperado. E assim como diz, de recentemente "rola um clima", uma troca involuntária de olhares, um improvavelmente encontro, e pronto... Tá lá sua alma gêmea, sua outra metade da laranja, como se diz, sua cara metade, como por um milagre,"igual magia", parece mesmo, quem diria! Gostei, Bandys. Beijos!

Samuel Balbinot disse...

Boa noite querida Bandys..
feliz de quem pode nos ver despido do material..
das vestes terrenas, e pode em nós ver no mesmo momento
as cores lindas que nos envolvem...
isto é algo que um dia ainda espero ver, ver em todos
pq todos somos feitos de luz..
bjs meus e uma noite de paz.. até sempre querida

Rita Sperchi disse...

Isso que é amor.....

Chegar pra ficar é tudo de lindo nesse poema

Boa noite de sábado
Bjusss
Rita

APENAS PALAVRAS disse...

Foram muitos dias nessa tortura, então entenda que percorri todas as rotas de fuga. Cheguei a procurar notícias suas pelos jornais, pois só um obituário justificaria tamanha demora em uma ligação.
Enfim, por muito mais tempo do que desejaria, mantive na ponta da língua tudo o que eu devia te dizer, assim que você chegasse.
Por isso cheguei a tempo de te ver acordar, eu vim correndo a frente do sol, abri a porta e antes de entrar revi a vida inteira na cor dos teus olhos.
pensei em tudo que é possível falar que sirva apenas para nós dois
sinais de bem, desejos vitais pequenos fragmentos de luz, falar da cor dos temporais de céu azul, das flores de agosto que vivem timidamente escondida, me fizeram pensar além do bem e do mal
lembrar de coisas que ninguém viu o mundo lá sempre a rodar
e em cima dele tudo vale quem sabe isso quer dizer amor estrada de fazer o sonho acontecer.
Pensei no tempo e era tempo demais, você olhou sorrindo pra mim
me acenou um beijo de paz...

BJ NO CORAÇÃO TE ESPERO NO MEU ACONCHEGO DE PALAVRAS..

Ariana Coimbra disse...

Chegou mostrando com se narra o amor.
Lindo poema!

Beijo

APENAS PALAVRAS disse...


Carlos Drummond de Andrade... Já dizia:
Não basta sentir a chegada dos dias lindos. É necessário proclamar: "Os dias ficaram lindos com sua presença".
Voltei pra espiar mais uma vez e reler esta linda postagem com o cheiro e delicadeza das tuas mãos a escrever a parte de ti..... bj na linha do coração te espero no meu acantinho...

Carol Russo S disse...

Tua poesia eterniza momentos!!!

O Sibarita disse...

Ei dona moça! kkkkkk

E chegou bem atiçante... kkkkk

Esse poema de chegada e entrega é todo gostoso de ler aguçando freneticamente a vontade dos uís e ais! kkkkkkkkkk

Belo moça, fera da escrita! kkkkk

O Sibarita

Bell disse...

Qdo chegamos para ficar é bom demais

bjokas =)

Andréa disse...

Olá querida Bandys!
Poema lindo e envolvente a foto tbm!
Seus poemas mexem com a imaginação de muitos marmanjos, rsrs.
Eu adoro ler os seus poemas, coloco em prática com o meu marido,
é bom apimentar um pouquinho, rsrs.

Excelente semana!
Bjs ♥

Smareis disse...

Oi Bandys!
Amor danado de bom... rsrsrs
linda poesia!
Beijos e um sorriso!

alp disse...

Estupendo...por cierto me gusta la foto...un beso desde Murcia..y feliz final de agosto....

Blog da Gigi disse...

Olá amei seu cantinho!!!!!!!!1 seguindo!!!!
http://gigicandy29.blogspot.com.br/

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

O amor segue por caminhos que só o corpo compreende... Uma bela noite