sexta-feira, 14 de agosto de 2015



Porque te amo, costuro a alma com amor nos trespasses de viés e fitas, nos cetins e arremates, bordando tramas de doçuras onde poderia se ler teu nome do avesso. As sedas da vida se fazem no escuro. Nos braços a memória do teu corpo me refaz mais pronta e mais inteira. Minha caixinha de guardados desde sempre tinha suas coisas. Espero vestida por tuas mãos o tempo de nos desnudarmos e nos vestirmos um do outro.

...meu amor se veste de você, e você de mim. (Bandys)♥

15 comentários:

APENAS PALAVRAS disse...

Eu posso estar errado, mas eu penso de alguma forma assim!
As pessoas são responsáveis e inocentes em relação ao que acontece com elas, sendo autoras de boa parte de suas escolhas e omissões.
"Seja qual for o relacionamento que você atraiu para dentro de sua vida, numa determinada época, ele foi aquilo de que você precisava naquele momento"
O que a maioria de nós leva para o relacionamento não é a plenitude, mas a carência. A carência implica uma ausência dentro de si... A carência é uma força poderosa, capaz de criar ilusões poderosas. Ninguém pode realmente entrar dentro de você e substituir a peça que está faltando... Por isso o namoro é um bem necessário para se conhecerem mutuamente, antes que ambos se torne uma só carne...
"Namorar é algo que vai muito além das cobranças. É cuidar do outro e ser cuidado por ele, é telefonar só para dizer bom dia, ter uma boa companhia para ir ao cinema de mãos dadas, ter alguém para fazer e receber cafuné, um colo para chorar, uma mão para enxugar lágrimas, enfim, é ter alguém para amar. Somos livres para optarmos! E ser livre não é beijar na boca e não ser de ninguém. É ter coragem, ser autêntico e se permitir viver um sentimento." Bj demorado nas entrelinhas do seu lindo e puro coração, lá vou estar a te aguardar no meu cantinho.... Uma bela e linda postagem, carregada com a sua doce e meigas palavras de uma mulher linda sempre apaixonada..

Daniel Costa disse...

Bandys, como apreciei, como sempre, o que chamo como prosa poética. O acerto o pode ser aferido nas últimas palavras: "...meu amor se veste de você, e você de mim. (Bandys)♥".
O verso serve em tolas as circunstâncias, da vida a dois.
Beijos

SinneR disse...

os teus textos são sempre lindos... parabéns!

bj doce

Andréa disse...

Hello, minha querida!
Lindo e inspirador!
A vida a dois deveria ser assim um só corpo e um só coração.
"Espero vestida por tuas mãos o tempo de nos desnudarmos e nos vestirmos um do outro."

Excelente fds, paz e luz!
Bjs no seu ♥

Nanda Olliveh disse...

Lindo poema amiga Bandys... amei, amei, amei ler-te!

Beijos!

Isa Sá disse...

Bonito poema.

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

Maria Rodrigues disse...

E o amor veste-se também de palavras tão belas e doces como as que escreveu. Lindo!
Beijinhos
Maria

Fábio Murilo disse...

Ótimo jogo de palavras, envolvendo a arte da costura. Bem bolado, Bandys. Beijos

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde querida Bandys..
quando nos unimos, entrelaçamos um no outro..
uma lareira interna se acende para manter aquecido o amor
que eleva os corações..
muito bonitos os versos teus como sempre.. beijos meus e feliz sempre querida

APENAS PALAVRAS disse...

Voltei para agradecer e retribuir sua ida no meu espaço pela 2º vez, e pela 2º vez volto para lhe deixar meu carinho e um bj em seus lindo e puros pensamentos...

Elisabete disse...

Isto promete...
O amor é tão lindo!
Bjs

Ghost e Bindi disse...

Esta transmutação quase alquímica de corpo e alma, em que não se perde a própria personalidade, mas de livre e espontânea vontade se doa ao outro, faz o verdadeiro amor. Nos seus versos tão doces e femininos, é fácil perceber seu coração cheio de ternura, entrega e paixão.
Uma linda quinta-feira pra você! Cuide-se bem.

Bíndi e Ghost

Vieira Calado disse...

Olá, boa noite!
Concordo.
"as sedas da vida se fazem no escuro"

Os meus melhoes cumprimentos!

O Sibarita disse...

Ei moça retadinha! kkkkkk

Assim, vc mata papá! kkkkkkk

Um poema desse... um céu estrelado, uma lua de se jogar, uma brisa, uma rede e os desejos correndo refém... oi que maravilha! kkkkk

O Sibarita

Paulo Silva disse...

Ama com tudo. Com aquilo que tens, com aquilo que não tens e com aquilo que desejas ter! Magnífico post!
Beijinho ♥