domingo, 22 de novembro de 2015


É esta vontade que cedo ou tarde

Não se desfaz não se transforma,

não vai embora, não me deixa em paz.

É uma vontade que vem de dentro de mim

Que ri e que chora que ama e consola

E quando anoitece adormece assim:

Aninhada no meu peito como se refugio fosse.

E mais tarde irá te acordar mansamente e querer

novamente você aqui.

É essa ânsia que me consome de amor.

..é essa vontade dançando  no meu peito que ilumina meu querer.( Bandys)

13 comentários:

Bell disse...

Tem coisas que permanecem =/

bjokas =)

Elisabete disse...

Há coisas que continuam tranquilas.
bjs e boa semana

Fábio Murilo disse...

É o desejo incontido, insatisfeito, pedindo satisfação. É a ânsia da vida, natural compulsão. E a chama que nunca se apaga, só vira brasas temporárias, logo incendiaria combustão. É a vida, avida de realização. Bom, Bandys, beijos!

Andréa disse...

Hello, querida Bandys!
Desejo de amor é bom demais!

"..é essa vontade dançando no meu peito que ilumina meu querer."
( Bandys) ♥

Beijinhos e tudo de bom pra ti! ♥ ♥ ♥

Ariana Coimbra disse...

Desejos, vontades eternas que fazem estragos.

Belos fragmentos.

Beijo

Élys disse...

Uma bela poesia, plena de desejo não realizado.
Beijos.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, Toda luz é pequena para essa ânsia que nasce na ponta dos dedos e arranha as paredes.
AG

Ghost e Bindi disse...

O amor, como um cãozinho, precisa de aconchego e cuidado, e será sempre leal ao nosso coração.
Um abraço com muito carinho!
Bíndi e Ghost

lia disse...

Oi guria guereira, que linda forma de sentir ...Gostei de ter vindo aqui, apareça para me visitar.
bjk

wcastanheira disse...

Como sempre lindo, intenso, forte gosdto de leitura assim e vc é sempre um mimo merece bjinhos e bjinhosss

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

É sempre uma delícia ler você
e se me permite
sã lindos esses versos:
(...)"Que ri e que chora que ama e consola
E quando anoitece adormece assim:
Aninhada no meu peito como se refugio fosse."(...)

Desejo mais um feliz fim de semana
pra você e quem
feliz junto a você estiver.

Ando editando para fechar meu
ano de trabalho
por isso demoro a comentar
mas... sempre leio.

Bjins Bandys querida.
CatiahoAlc.

Jaime Portela disse...

Há vontades que não nos largam...
Magnífico poema, minha amiga. Gostei imenso.
Bandys, tenha um bom fim de semana.
Abraço.

O Sibarita disse...

Ômopaidocéu! kkkkkk

Ai essa vontade incontida reverberando no coração em chamas! Coisa boa né Bandys? kkkkkkkkkk

Texto apaixonante... Sempre assim a menina! Hummmmmm... kkkk

O Sibarita