sábado, 16 de abril de 2016




Quero tua verdade. Quero teu olhar brilhante que cintilam luzes cores do sol. Quero teus lábios crus com gosto de você. Quero sentir o teu cheiro, uma mistura de fragrâncias que só teu corpo sabe criar. Quero ouvir tua voz que transpassa uma alegria suave no sussurra dos meus ouvidos. Quero teu sorriso, uma pintura que reflete toda singularidade do seu criador e que só faz sentido no conjunto da obra. Quero você nu, despido de todos os segredos que a vida lhe impõe e encobre a beleza do teu corpo e de tua alma. Quero sentir teu corpo trêmulo pela paixão contida, querendo expandir e cobrir o meu, e nos entrelaçar numa explosão inefável de prazer e amor. Quero, o que mais quero, é essencialmente você.
...quero a cumplicidade, a essência e o amor. (Bandys)

9 comentários:

Elisabete disse...

Quem não quer essas sensações???
Lindo!
Bom domingo

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindas palavras que expressam o mais sublime querer. Gostei muito.
Beijo*

Samuel Balbinot disse...

Boa noite querida Bandys.. sempre inspirada e fazendo verter da alma a tua essência para nos envolver..
continue sempre assim com lindas versos, lindas palavras que te vestem por completo.. beijos meus e até sempre

Fernando disse...

Olá, Li.

Faz tempo que não vinha ao seu blog, faz tempo que não ia nem no meu blog. Tem sido dificil demais conciliar o tempo com as postagens. Mas não adianta, não consigo ficar longe deste mundo. Não consigo ficar longe do Esconderijo da Bandys. Espero que esteja tudo bem com você. Grande abraço.

Carol Russo S disse...

Quanto tempo, Bandys.
Saudade daqui.
Você sempre intensa na escrita, sempre tendenciosa para a paixão. Muito bom.

Andréa disse...

Hello, minha linda!
Cumplicidade e amor não podem falta numa relação.
Lindo e envolvente texto, parabéns!

Ótimo fds!
Bjs no seu ♥
Andréa

Anderson Lopes disse...

Eu quero esse querer sem fim. Que o desejo nunca acabe.

Abraços!

Anderson Lopes disse...

Eu quero esse querer sem fim. Que o desejo nunca acabe.

Abraços!

Ghost e Bindi disse...

Bom dia, querida amiga!
Em todas as suas poesias, ainda que em assuntos variados, a gente percebe esse desejo do que é essencial, do mais sincero, do mais puro, do mais verdadeiro...seja no amor, na paixão, num relacionamento fraternal ou amoroso, em tudo os teus poemas deixam ver uma alma que busca o que está além das aparências, desejando fruir o outro por inteiro, e dando-se também inteiramente. É a busca eterna do espírito por expressar-se e relacionar-se que infelizmente não desperta em todos, e muitos ainda vivem adormecidos para a beleza eterna do ser que é esse dá todo a cada momento.

À l'oeuvre on connaît l'ouvrier.

Feliz domingo!

Bíndi e Ghost