domingo, 28 de maio de 2017


Esse brilho não se espalha e nem é visto por quem te vê, porque ele é de mim para você. Como o amor que se entrega a poucos, aos poucos que entendem o que é viver.
E se acaso ainda quiseres, saiba que de minha pele não transpassa o peito que fere, não são fadas nem mulheres, é só você e o sonho todo que lhe dei, um carinho simples e pequeno, que no meu coração aninhei. Sou a tua língua, a tua voz e o teu silencio.


...nenhuma palavra me daria plenamente o que o toque dos lábios me faz sentir mansamente. (Bandys)

7 comentários:

Elisabete disse...

Uma comunhão de almas gémeas!
Bjs

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, o mar é lindo, é envolvente num todo, incluindo o bem estar.
Continuação de feliz semana,
AG

Jaime Portela disse...

Um excelente texto de amor.
Gostei imenso, parabéns pelo talento que tens para as palavras.
Bom fim de semana, amiga Bandys.
Beijo.

Rita Sperchi disse...

Final lindo demais, um toque
dos lábios diz tudo ameiiii

Bjuss de boa noite com bons sonhos
Rita!

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde querida Bandys,, sempre um prazer ler-te.. tua poesia tão livre quanto vc, que continue sempre assim brilhando como a tua poesia... bjs e até sempre poetisa

Mar Arável disse...

Para espanto dos pássaros

Jaime Portela disse...

Gostei de reler o teu excelente texto.
Bom fim de semana, amiga Bandys.
Beijo.