quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Paro!
Sossego minhas inspirações das madrugadas,
Recolho a lua e as estrelas.
Quero dormir, dormir o sono vencido
Não escrever atos censurados..
Não olhar estrelas cadentes,
Descansar meu coração teimoso,
Ter um sonho poético
Tranqüilo diante da louca madrugada
Calar meus instintos alucinantes
Das horas entregues ao amor.
Vou emudecer. Silenciar..
Hoje não terá gozos dos corpos,
Explosões delirantes..
Dormirei calada
Somente abraçada
Num som abafado.

..e o sol virá teimosamente
acordar nosso amor, amor.(Bandys)♥

34 comentários:

FERNANDINHA & POEMAS disse...

QUERIDA BANDYS, MARAVILHOSA A FORMA COMO DESCREVES O AMOR, MINHA AMIGA... TOCAS SEMPRE O MEU CORAÇÃO... ADORO-TE,
FERNANDINHA

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Conheço bem a situação, para lá de poética, que vc poetiza tão bem, amiga. Com a única diferença de que sou insone. Às vezes, como na noite passada em que dormi 8 horas seguidas, o sol também acorda o meu amor, estando ele presente ou não.
Beijos e carinhos,
Renata

Hugo de Oliveira disse...

Lindo, Lindo, Lindo...muito bonito esse poema.

abraços

Hugo

Majoli disse...

Cada vez que aqui venho fico mais envolvida no que escreves, é tudo muito lindo minha amiga.

Adormecer assim deve ser algo delicioso.

Parabéns pela poesia.

Beijos no coração.

Déia disse...

Lindo poema!Hoje então vais descansar...
dormir abraçadinha sem preguiça de sonhar...
Mas se recolhe a lua e as estrelas, como faço eu?
Como vou namorar sem a lua para olhar...o jeito é dormir também...abraço então o meu amor... e volto amanhã com esperanças de novos poemas que me façam sonhar!
Adoro muito mesmo vir aqui!bj

nd disse...

Olá,

Belo poema.

Considero a noite a maior inspiradora para quem gosta de escrever. Não sou poeta, longe de mim, apenas escrevo o que me vem a mente. Como no post do amigo Carlos, minhas noites são metades.
Metades pq dormimos pouco ou quase nada.
E é nessas horas que me vem os mais deliciosos sonhos...

Gostei de vir aqui,
Abraços.

ELANE, Mulher de fases! disse...

primeiro, suas palavras deixadas lá,foram de extrema beleza e realidade,tb senti sua falta, mas estive doente, viajei, descansei, fiquei sem tempo para visitar indo somente nos q deixavam comentarios e hj, fiquei muito feliz de verdade,ao ler a sua msg, pq desde maio, passei tudo aquilo q vc lindamente escreveu sem saber q ao escrever aquilo td,estava falando da minha realidade, eu descansei e me renovei para voltar firme aos poucos, hj disse ao Everson q ando triste e qdo to assim,prefiro dormir e estudar, mas está tudo bem,só questao de paciencia e fé,por isso postei q temos q saber viver na tristeza tb né... e ainda hj falei de vc ao Everson e pensei, terei q visitar a Bandys, e me surpreendi ao ver vc la!
AGORA!!Recolher a lua e as estrelas para dormir num som abafado foi divinamente lindo!!só qm sabe amar é q sabe guardar os sentimentos e externá-los nos momentos certos...mas mesmo com as estrelas e a lua dormindo, seu sono será brilhante e caloroso como o sol!!!

"quando conversamos com nossa alma, compreendemos que viver é apenas sentir e que sentir é se dar a liberdade de sonhar...portanto sonhe e viva sempre nos presenteando com suas palavras lindas"!


bj na alma♥♥♥
*Ariel
lane

Desnuda disse...

Amo o que voce escreve..Tão real! E escreve bonito! Qual de nós já não dormiu calada e abraçada num som abafado... Lindo, querida!


Carinhoso beijo.

Faça a Diferença !!! disse...

Que ao brilho das estrelas, lua e sol sempre Brilhe o AMOR. E que seja SEMPRE ETERNO!

Um abração,
Ricardo Sérgio

Everson Russo disse...

De tão lindo seu poema, hoje eu nao posso me calar...vou seguir voce assim...

Não Pare

Não sossegue, atire suas inspirações das madrugadas,
Recolha sim a lua e e as estrelas, mas faça delas o seu poema de amor,coloque as num cesto dentro do coração,
Não durma o sono dos vencidos e sim o sono do amor, braços de paz,
Não existem atos sensurados aos que amam livremente,
Não se deve olhar estrelas cadentes e sim se atirar com elas
O coração nunca é teimoso ele é esperançoso,
O simples fato de fechar os olhos e se inspirar já é um sonho poetico,
Na madrugada a gente nunca se cala, mesmo que esse seja o desejo
sempre damos nossos gritos de liberdade,liberamos nossos mais loucos instintos
Jamais deveremos emudecer o coração ou a poesia e sim gritar de amor,
Sempre haverá gozos e prazer entre os corpos, mesmo se eles estão adormecidos pelo tempo e pela falta de esperança,
O proprio sono será em sonhos de amor um grito , um tributo ao inesperado...

Ufa....essa foi por pouco, não pense que eu fiz isso pra implicar ou te contrariar, foi apenas pra andar paralelamente com seus passos, no mesmo horizonte, e como falamos de madrugada, no rumo do mesmo sol que está por nascer a cada manhã....beijos carinhosos pra ti,,,,hojem nem Renato e nem Cazuza, arrisquei um Eu Mesmo...rs..rs...im so sorry..........beijos e um dia lindo pra ti....

Everson Russo disse...

Ah, ia me esquecendo, pra nao ficar muito pretensioso...rs..rs..rs...faltou assim....mas se de tudo voce se calar e resolver parar, me calo e paro contigo....beijos.

Everson Russo disse...

Im here again...rs..rs..rs...eu entendi o seu parar, joguei me na fantasia da sua poesia, divaguei no seu espaço, roubei suas palavras e fiz delas as minhas dentro da minha loucura...rs..rs...foi só isso, tenho certeza que a cada madrugada voce acende as estrelas, uma a uma, voce prateia a lua e molda as nuvens...enfim,,,a unica passagem hoje no SAL do Esconderijo...rs..rs..rs...(Serviço de Atendimento ao Leitor)...rs..rs..rs..é só pra registrar que eu pensava dentro da minha Umilde...rs..rs..rs...gostou da falta do H? rs..rs..rs...que todo papo nosso era cabeça..rs..rs..rs...beijosssssssssssssss

Everson Russo disse...

Mas mesmo assim, vou perdoar...rs..rs..rs...voce me chamou de musico, isso inflou o meu ego, me colocou em segundo lugar no ranking...rs..rs..rs...passei Cazuza o segundao...rs..rs...me vi numa mesa de estudio com Renato, colocando melodia numa canção...rs..rs...uau....agora sonhei....kisses

Nilson Barcelli disse...

De vez em quando os intervalos são bons... em muitas coisas...
Querida amiga, adorei o seu poema. Muito bem escrito.
Beijo.

Cadinho RoCo disse...

Imagino seu semblante adormecido e repousado no amor.
Cadinho RoCo

Majoli disse...

Minha amiga, dei uma passadinha aqui pra te desejar um bom final de semana.
Quero aproveitar pra te pedir o nome da melodia que toca ao fundo, pois acho linda, pode ser?..rsrs.

Beijos no seu coração.

Everson Russo disse...

Bom dia meu anjo lindo do amor,,,passando pra desejar um final de semana daqueles, muito amor e muita paz no coração, madrugadas das mais inspiradoras ao som do mar e ao brilho da lua e das estrelas....

p.s. desculpe, não voltei ontem pra replica...rs...rs...fui nocauteado por uma gripe, não suina, humana...rs...rs...rs...mas to maus....mas vivo...rs..rs...mas me diga onde não entendeu? o que nao entendeu no post e no comentario de ontem? beijossssssss

Uma aprendiz disse...

Bom dia, linda

Desculpe a ausência, mas ando meio assim.... não sei explicar.
Talvez vc entenda se usar SUAS próprias palavras.
Permita-me?


"Quero dormir, dormir o sono vencido
... Descansar meu coração teimoso
Vou emudecer. Silenciar..
Dormirei calada
Somente abraçada
Num som abafado.

..e o sol virá teimosamente"


beijos e um ótimo fim de semana

Jaya Magalhães disse...

Moça,

Eu queria saber falar de amor em versos tão lindo, e que dizem tanto. É como se as letras viessem pra dentro da gente, pegasse nosso melhor jeito de sentir, e voltasse na forma dessa tua poesia.

LINDO, viu?

Um beijo.

Daniel Costa disse...

Bandys

Mais um poeminha bonito, para a minha sensiblidade!
Reportando-me ao que me deixaste, também gostei, além de ficar extremamente grato.
Aproveito para te convidar a passar por - amigos selinhos - e copiar o que postei ontem para os amigos.
Sendo tu amiga, tenho prazer em avisar.
Beijos,
Daniel

Uma aprendiz disse...

Oi, querida

voltei para agradecer seu comentario.
A poesia me emocionou.

Obrigada.

beijão

Everson Russo disse...

Tambem nao entendi o que voce nao entendeu..rs..rs..papo de louco..rs..rs..rs..que somos, é que ontem voce disse nao ter entendido algo, e eu nao entendi o que era, entendeu? não? nem eu,,,,e como diria o Grande Cazuza, o tempo nao para mesmo...rs..rs....bola pra frente, quanto as musas, tudo que se move é um alvo, sendo um alvo é uma musa...quanto a entrevista, seria eu digno dela? voce já proseou com Renato Number One, mas enfim, darei essa entrevista...rs..rs...rs...rs....basta entrar em contato com meus empresarios no escritorio...rs..rs...rs...o famoso EVREDIÇOESMUSICAIS...rs..rs...rs...beijos querida, lindo final de semana...

Daniela Filipini disse...

Que post lindo Bandys, ter um sonho poético é tão lindo, tão boom! (:
Adorei o modo como começou o post, recolher a Lua e as estreelas.. Lindo como sempre *-*
Beeijo!

Babih Xavier disse...

Aaah que poema lindoo
ameii o blog *-*

Babih Xavier disse...

Aaah que poema lindoo
ameii o blog *-*

Everson Russo disse...

Cheguei, voltei, mas respondendo a pergunta, já respondi ali a cima, tudo que move é um alvo, é inspirador, tem coração de musa, e quanto ao Renato, tinha eu essa impressao dele, que era simples, eu tambem sou..rs.rs..rs..e vou ficar de fora das suas entrevistas aos poetas por não ser poeta, apenas sou um montador de linhas na madrugada....rs..rs...beijos

Cacau disse...

Há momentos em que precisamos calar,
nos recolher em nossos sonhos,
apenas abraçar,
o silêncio falará por nós.
E no dia seguindo,
o sol trará novos sonhos,
para, com a lua e as estrelas,
possamos realizá-los.

Beijos, minha poetisa.

EDUARDO POISL disse...

Ninguém tem culpa
Daquilo que não fomos
Não ouve erros

Nem cálculos falhados

Sobre a estipe de papel;
Apenas não somos os calculistas
Porem os calculados

Não somos os desenhistas
Mas os desenhados
E muito menos escrevemos versos
E sim somos escritos

Ninguém é culpado de nada
Neste estranhar constante
Ao longe uma chuva fina
Molha aquilo que não fomos...

Autor: Desconhecido
Um lindo final de semana com todo carinho para você.
Abraços

O Profeta disse...

Ah mas esta calmaria aprisionada
Sobe ao celeste um frio arrepio
Entre o mar e as negras pedras
Vive um coração de onde escorre um rio
Onde moram sereias douradas
Onde os peixes falam de amor
Onde as pedras são felizes
Onde as águas lavam o rancor


Boa fim de semana


Doce beijo

Everson Russo disse...

Um lindo sabado pra ti e que delicia de acrostico deixaste no Livro, lindo demais, se a gente conseguir usar pela vida vai ajudar bastante...beijos

Betho Sides disse...

E ai poderei dizer a mim mesmo, quando esse sol amanhecer...
- Uhhohhhaull Acorda Magnata!
Beijos amada e preferida e bom final de semana!

EU SOU NEGUINHA disse...

adoro passar aqui,poesia pura.
Beijos

nd disse...

Oi,

Vim agradecer a bela poesia deixada em meu blog.

Bjs

nd disse...

Oi,

Estou aqui com teu blog aberto ouvindo essa bela música de fundo " Fly me to the moon ". Vc poderia me dizer quem está cantando ? adoro música e faço coleção, tenho ela com outra interpretação, mas essa em especial é bela.

Obrigada,
Bjs