segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Talvez eu diga algo
Não, talvez eu diga paixão
Mas porque não dizer Bandys
Que traduz essa emoção?

Como ela mesma se define
Mulher menina
Mulher guerreira

Que constrói o dia
Sem harmonia,
Como uma artesã,
Em poesia

E vê na pessoa
A criação mais valiosa
E no espelho com certeza se vê:
Uma rosa!

Talvez eu diga algo
Talvez não diga nada
Apenas vou ficar admirando...Admirado
Com cada palavra de amor...

Que encontro no Esconderijo da Bandys...
Mulher menina
Mulher guerreira
Pessoa-artesã
Que tece seu amor a cada manhã...

MAURO ROCHA
http://poetamaurorocha.blogspot.com/

26 comentários:

Bandys disse...

Mauro amigo querido,

Obrigado pelas tuas palavras que atingiram direto meu coração.
Você é um amigo do lado esquerdo do peito, poeta talentoso.
Assim se define:
Amo minha esposa
Amo minha linda filha
Escrevo, pois tenho febre
Na minha loucura sou poeta
Na minha razão o cotidiano é que me aguenta
Escrevo e é tudo
Se é bonito ou feio
Se é certo ou errado
Se é compreensivo ou não
Só quem me lê tem o veredito
Apenas acredito no que faço
E faço de coração.

E assim eu te acompanho não de hoje
mas de tempos, admirando toda a sua
sensibilidade que enxergo com a alma.

Obrigada Mauro,
Beijos no ♥

:.tossan® disse...

Puxa vida que legal o que Mauro fez!!! Muito bonito!
Não convide o papai noel e seus duendes na ceia de Natal...Só o aniversariante. Feliz Natal! Beijo

claudia disse...

eliane parabens
Como chuva fina as emoções nos envolvem e se deixa pensar que é uma leve brisa ao vento, mas amor de verdade vem como um temporal derrubando tudo.
beijão no coração
fica deus
claudia

Hugo de Oliveira disse...

O Mauro é show...já li algumas poesias dele.

Bela escolha.

abraços

Hugo

Andresa disse...

Talvez eu dia algo
Talvez eu nao diga nada
melhor ficar aqui apreciando
essas palavras maravilhadas.....

lindo amiga

Bjs
Andresa

Francisco disse...

O poeta Mauro "disse tudo"!

Parabéns aos dois.

Beijos.

Everson Russo disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

Cris Animal disse...

Parabéns ao Mauro duas vezes: pelo lindo texto e pela escolha da pessoa homenageada e cantada em poesia!

Merecido!

beijo pra vc, Linda !

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, Eliane, minha amiga!
Bonito poema dedicado a você.
+ sempre bom vir aqui neste esconderijo que nada esconde +
Obrigada, querida!
Beijos a todos.
Bom dia,

Everson Russo disse...

Foi exatamente aquela musica que inspirou o nome do meu Livro, no dia exato da criaçao do blog o cd estava sobre a mesa, e na hora de colocar o nome,,,virou Livro dos Dias na hora....bejos

Everson Russo disse...

Bandys é menina, é guerreira, é encanto, é poesia, é misterio dos cabelos loiros ao vento, é magia de uma atmosfera serena onde a paz habita, é esonderijo onde ao certo quietinho num canto está o amor, Bandys é alma Cazuza, é Ideologia, Faz Parte do Meu Show, é Exagerada na essencia dos poemas, falar de Bandys é tentar contar estrelas, gotas que enchem o mar, é colorir um sol...beijos menina da poesia que encanta e a gente canta....

Landinho disse...

Passando aqui para ver se colocou o meu desejo: ver sua foto de frente. Um Beijo

Poeta Mauro Rocha disse...

Querida Bandys, sou eu que agradeço e espero que o ano de 2010 seja melhor e mais apaixonate que esse, você merece e quem te conhece sabe.

Beijos!!

Luciano Braz disse...

Grande Mauro ...

Abraço amiga, bela postagem.

Franzé Oliveira disse...

Putz, que legal!

Bjus menina linda (te adoro)

SAM disse...

Nossa que lindo! A amizade é uma preciosidade e de poeta para poeta so poderia resultar em belos versos! Um brinde a amizade, talento e sensibilidade! E você é um ser humano fantástico, amiga linda! Parabéns Mauro e Eliane! Beijos meus.

SAM disse...

HAhahahahahah meu! hahahahahahaha Desnuda tá suspensa! kkkkkkkkkkkkkkkk

Por que você faz poema? disse...

Saudações poéticas!

José disse...

Olá Bandys,
O poeta Mauro, tirou a tua fotografia
em poesia, a papel químico, se eu soube-se escrever era assim que eu faria, porque é assim que eu também te vejo,
parabéns aos dois.

Um beijo, José

Elaine Barnes disse...

O Mauro foi muito feliz na tua descrição. És a propria poesia menina.Agradeço ter te conhecido aqui. voc~e vale a pena. Eu é que agradeço tuas visitas. Parabéns pelo amigo, pela homenagem recebida e por ser quem é. bjão

Everson Russo disse...

"...Tenho jasmim, tenho hortelã, eu tenho um anjo e tenho uma irmã, com a saudade teci uma prece e preparei herva sidreira no café da manhã, ninguem vai me dizer o que senti, eu vou cantar uma cançaõ pra mim,," varios beijos nesse seu coração de paz e poesia, que o seu dia seja o melhor que voce desejar e que seus cabelos estejam sempre contra o vento,pois assim podem trazer a essencia da sua poesia em perfume pra mim....beijos na alma.

A Magia da Noite disse...

efectivamente o amor constrói-se em cada acto, do nascer ao anoitecer de cada dia.

Majoli disse...

Oi amiga, saudades.
Eu amo tudo o que o Mauro escreve, sempre estou lá visitando o blog dele e ele tem uma alma de poeta muito linda.

Obrigada querida pelo teu carinho por mim.
Beijos no teu ♥

Pena disse...

Oh, Deslumbrante Amiga poetiza de sonho:
Que sensível e extraordinária "explosão" poética do seu harmonioso sentir.
Perfeito.
Adorei.
Tem um carácter doce e terno que sabe o que quer da vida.
É fabulosa!
Parabéns sinceros pelo fabuloso Ser Humano que é.
Beijinhos amigos de respeito e poderosa estima.
Sempre a admirá-la com fascínio.

pena

MUITO OBRIGADO pela sua amizade.
É linda, sabia?

Sereia disse...

Boa noite amiga...
Eu vim te pedir um favorzinho.
Amanhã é aniversário de um amigo meu de blog e eu gostaria de uma visita sua lá no cantinho dele pode ser?
Eu agradeço e tenho certeza de q ele vai ficar feliz...
Um beijo.
http://zecarlosmanzano.blogspot.com/

O Sibarita disse...

PORRETA, a Bandys cantada em versos e prosas por todos e todas, ela merece, ela merece... kkkk

Belo poema homenagem dona moça!

bjs
O Sibarita