terça-feira, 15 de novembro de 2011



Quem é você que me fascina que me olha, me faz sentir menina
E me ama como mulher?

Quem é você que me envolve me faz carinho
Sorri um sorriso gostoso, delicioso
E às vezes me olha com olhar triste?

Quem é você, que é pequeno demais no mundo, e às vezes,
Julgo ver o mundo mínimo, diante de você?

Quem é você que exerce uma força sobre as estrelas
Por que elas brilham mais, quando refletidas nos teus olhos?
Quem é você que esta ao meu lado
Induzindo-me a felicidade e me dando a chance de te fazer feliz?

Quem é você que é cúmplice da minha lágrima
Mas totalmente responsável pelo meu sorriso?

Quem é você que se apoderou
Do meu corpo, dos meus olhos, da minha boca
De todo meu ser, se uniu a minha alma e que nunca eu vou esquecer?

..minhas perguntas se calam quando o amor responde.(Bandys) ♥

12 comentários:

Felisberto Junior disse...

...mais romântica...seu coração já sabe...quem é ele...
Beijos!

nilson disse...

O amor é o que nos faz sentir completos, que sabe os caminhos da nossa alma. E isso é realmente muito bom.

Obrigado pela visita e pelo gentil comentário.

Will disse...

Lindo poema,

o desfecho então traz em si a resposta para muitas perguntas que fazemos na vida.

Adorei!

Um abraço!

ONG ALERTA disse...

PAIXÁO...BEIJO LISETTE.

Mila Noya disse...

Seja quem for, és um afortunado.

Me disseram que fortuna em espanhol , significa SORTE. Então, talvez, afortunado signifique sortudo, né?!

Certa ou errada, quem tiver essa chance e seja quem for que se permita viver o amor dessa menina mulher, não passa de um sortudo ou afortunado.

Lindo. Lindo. Apaixonante como sempre. Convidativo, até...aff

Só prá constar. Adoro o que tu escreve!! Combina comigo. Beijos!!*.*

Everson Russo disse...

Se chama amor,,,consegue a atenção, os desejos e sentimentos,,,rouba versos como fossem flores num jardim apenas pra colorir um dia de paz...beijos e beijos de bom dia pra ti.

Joe B. disse...

Eu sou o preto e o branco do retrato que dilacera minha face, mas pra você, se sou mãos e toque, boca e beijo, corpo e carne, para que mesmo a face?

Lys Fernanda disse...

Espetacular, *-*
boa tarde, meu anjo!

João Moreira disse...

olá anjo,

Nem tudo pode, nem tudo deve, ser exprimido por palavras, normalmente os gestos, os olhares, as acções dizem muito mais.

Fica bem amiga
Beijinho doce

Felisberto Junior disse...

...aquele "poeminha" tem nome?...posso "mexer"? coloco créditos, como??tantas perguntas, não é!...
Beijos carinhosos!

mandei email!

Nos Amando... disse...

amei o espaço
as postagem
parabéns
por isso seguindo
linda noite

Alexandre Lucio Fernandes disse...

Pois é, quando o amor sussurra, as perguntas já não são mais necessárias. Tudo ecoa em plena certeza. A gente sente as respostas. fica evidente no peito a magia que impulsiona o sangue a correr, a vida a pulsar.

Quem? O amor...

Beijos querida!