quarta-feira, 11 de janeiro de 2012


Só o coração guarda a imagem
Do que se foi e não marcou;
Dos sentimentos delicados,
Das alegrias sem pecados.


Só o coração relembra e sente
Tudo o que foi breve e inocente,
E o duro tempo levou
Risos e flores, sonhos e prantos.


Por isso o poeta sofre, sonha
canta seus prantos e encantos.
Sentindo o poeta leva a vida
Sorrindo ou chorando;
Entre sonhos e alegrias
o poeta sai cantando!


..meu coração rende-se aos versos 
do poeta.(Bandys)♥ (do pensador também.) 

8 comentários:

Retalhos da Sol disse...

Ah!!! Esses nossos corações bandidos, que entre encantos e desencantos, continuam a cantar e a amar!!!!

Saudade de ti ChefYnha!

Voltei, mas já estou a arrumar malas outra vez!!! Essa é rapidinha...rsrs

Bjosss meus, enSOLarados!

EU SOU NEGUINHA disse...

Doce Bandys..
O poeta é puro amor...em todas as suas nuances...
Beijos em ti

Thomas Albuquerque disse...

O coração e uma caixa que guarda de tudo que é sentimento, tornando-se assim morada dos nossos sofrimentos e afeições.

beeeijos

Everson Russo disse...

O coração é um painel de emoções,,,ele assimila tudo de uma forma própria,,,de um jeito que jamais irá se esquecer,,,sendo esse coração de poeta,,,como o seu,,,fica tudo mais sensível...de uma tonalidade diferente,,,a do amor...beijos e beijos de bom dia...

A.S. disse...

Querida...

Saudades do teu esconderijo!...
Continuas sempre bela, intensa, sensual e excitante!...

Beijosss,
AL

Daniel Costa disse...

Bandys

Também me rendo ao poema, que achei maravilha de concepção e de rítmo.

Beijos

Everson Russo disse...

Um belo final de semana pra ti minha querida...beijos e beijos.

Felisberto Junior disse...

Olá! Boa tarde!
O poeta é paciente, não é invejoso, não é arrogante nem orgulhoso. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
Eu também me rendo aos versos do poeta/poetisa!
Boa sexta 13!
Bye!