domingo, 14 de outubro de 2012




Como uma flor...simplesmente um amor 
amor de almas, amor imenso, amor diferente
inexplicavelmente delicioso.
Amor de almas...Almas que se encontram
Sabem que se pertencem
E nada podem fazer
Apenas aguardar
O momento certo
Quem sabe aqui, agora
Ou numa outra vida...
Talvez um dia já se pertenceram
Mas não recordam ...
Sabem apenas que se querem
Que se amam, mesmo distantes
Muito distantes ...
O simples toque das mãos
Um simples olhar
Amor de almas...
Almas que se encontram até nos
Em versos.
Um amor de palavras e gestos.
A vontade de estar perto
Para poder admirar um sorriso
Um imenso sentimento forte e um amor inexplicável
Simplesmente amor!

...E entre os suspiros do vento,  a noite com todo frescor, 
quero viver um momento, morrer contigo de amor! (Bandys) ♥


25 comentários:

Majoli disse...

Eita delícia minha querida amiga!
Uauuuuu, tu me fazes viajar sempre que aqui venho.
Amooooooo!

Morrer contigo de amor...acho que deve ser mágico.

Um beijo enorme pra ti e uma semana de muitas alegrias, paz e amor.

Angela disse...

Passando para desejar uma boa semana, e convidar você a participar de uma promoção que esta rolando no blog.
Beijo, Ângela.

Paulo Sotter disse...

O amor é mesmo assim, inexplicável. É sentir na primeira vez uma sensação de um reencontro. É essa condição única de pertencimento. De longe o sentimento mais lindo do mundo. Se me permite sigo teu blog. Um abraço

Thomas Albuquerque disse...

Que charminho, que cheirinho doce...

uma leve poesia singela,que faz imaginar sussurros gritante de almas apaixonadas.

lindo de mais...

beeeijos

Vanessa Barbosa. disse...

noossa que lindo *-* como sempre flor, eu me encanto com teus textos.

"E entre os suspiros do vento, a noite com todo frescor,
quero viver um momento, morrer contigo de amor!". Maraviilhoso.

Felisberto Junior disse...

Olá!
Bom dia
...e nos complementa de uma forma inimaginável; é o nosso outro lado, aquela alma que buscamos em todas as nossas vidas,elas se encontram, se reconhecem, mas alguns empecilhos as separam provisoriamente para que se transformem em seres de luz e possam vibrar na mesma energia universal que é o amor incondicional...
Obrigado pela visita!
Boa semana!

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia amada !!!!!!
O sentimento expresso nas palavras que faz e fala do amor com definição de uma linda imagem...
bjssssssssssss

Naty Araújo disse...

Que fatal.

Amei...

Quem não quer um amor assim?
Inexplicável!

Beijos.
Amei seu blog

Uma aprendiz disse...

Exatamente isso.
Não sou antenada com essas coisas de informática, internet e afins.
Mas uma coisa sei: aqui me apaixonei.
Paixão de alma? Não sei.
Mas amo todos os amigos que conheci nos blogs. E é pra sempre. Mesmo sem que eles saibam.
Você é uma delas. Leio seus textos como se a conhecesse.
Me emociono. As vezes comento. Outras, saio a francesa. Mas estou sempre por aqui.

Obrigada pela visita. Ando sem inspiração, mas vou postar alguma coisa só pelo prazer de receber a visita dos amigos. rsrsrsrsrsr

beijos

Thomas Albuquerque disse...

Obrigado querida, pelas felicitações de bom dia..que você tenha uma semana maravilhosa também.

Everson Russo disse...

Eu quero um amor assim,,,leve,,,perfumado,,,com a alma em flor,,,com a textura das pétalas,,,um amor,,,amor,,,simplesmente assim,,,,beijos menina,,,linda tarde pra ti,,com onda do mar e tudo mais,,,e me repete a nova do Agenor que esqueci,,,rs,,rs,,e claro,,,houve um furto da sua imagem,,,rs,,rs,,,

Daniel Costa disse...

Bandys

Poesia de amor e a flor, tudo escorreito, poema a preceito. Como ficou belo a amor!
Beijos

Pedro Luis López Pérez disse...

Una Preciosidad de Palabras engranadas en esta gran Poesía.
Un abrazo.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Bandys,belo poema...Espectacular....
Porque metade de mim é a lembrança do que fui,
A outra metade eu não sei...
(Oswaldo Montenegro)

Cumprimentos

Nosso Cantinho disse...

Como compreendemos o que escreveste...!
Belíssimo...
Um abraço

Bindi e Ghost

tossan® disse...

A tua poesia, os teus poemas são diferentes, você fala de amor explicito com uma suavidade, com um frescor... inexplicável. Gosto e ponto Beijo

LUZ disse...

Olá Lili, querida!

Muito obrigada, primeiramente, pela bonita mensagem endereçada a todos os professores, e a mim, em particular.

Seu poema é de amor. Você nunca fala de amor (rs)!
Que interessa se foi nessa vida, na outra, na qual não acredito, ou na que ha de vir, em que acredito. O que queremos mesmo é encontrar nossa alma gêmea, ou não e vivermos belos e momentos únicos, a que não sabemos dar nome.

Lindíssimas palavras cobertas de chantilly e mel, que fazem crescer água na boca, de qualquer mortal.

Boa semana.
Beijos da Luz, com estima e carinho.

Nilson Barcelli disse...

Almas enamoradas nem sabem explicar o amor... só o sabem viver. E morrer de amor...
Belo poema, intimista e suave.
Beijinhos, querida amiga.

Fernanda Oliveira disse...

Que lindo seu poema Bandys, vim conhecer seu cantinho, gostei! Bjs! Fernanda Oliveira

Fernanda Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
silvioafonso disse...

.



Roubar um objeto, uma amizade
ou um marido e não poder apro-
veitar, é duro.

Detalhes amanhã, no meu blog.

Espero vê-la por lá.

Beijos,

silvioafonso








.

Everson Russo disse...

Uma linda noite pra ti Dillis querida,,,muitas ondas e muitas canções....beijos e beijos e flores....

O Sibarita disse...

Bandys, suas poesias tem o dom de acender, atiçar desejos, viu? kkkkk

Essa então... Valha-me Cristo! kkkk

Rpazzzzz.... Guento não, viu? kkkk

O Sibarita

Alexandre Lucio Fernandes disse...

Exuberante sintonia. Coração que se exala, que se brota em pétalas de inigualável beleza, de fragrância inebriante. Flores distantes que se encontram, que sob ação do vento sentem seus respectivos aromas. E a poesia se desenha dia após dia, distante, aproximando...

Lindo de morrer!

wcastanheira disse...

Nooossa q lindura, mais um show da poetiza, visual e interpretação muiiiito showww, é uma delicia andar por aqui, pra vc bjos, bjos e bjosssss