sexta-feira, 15 de novembro de 2013


Anjo incandescente
Se deixasses de escrever, meus olhos se apagariam,
É através de tua boca que eu vejo!
É nas tuas palavras que o meu mundo gira
Em voltas suaves e em torno do nada em cima do tudo
Prenhe das esperanças que nele copulas.
Se deixasses de escrever, prosa ou poesia...
Nada mais existiria
E minh'alma morta seria
Sem beijo e sem voz
Numa eterna agonia.

...sou o anjo que te beija nas madrugadas derretendo sua lágrima...
pra que teus olhos adormeçam com luz, na madrugante escuridão.(Bandys)

18 comentários:

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Bandys
Vc escreve com tanta suavidade que dá gosto de lê-la...
Sempre com belos poemitos ou poemas maiores...
Bjm de paz e bem

Everson Russo disse...

Gostei do "madrugante escuridão" será que sobreviveríamos ao não existir essa poesia de alma? penso que não, essa é a nossa entrega, esse anjo que nos cativa, nos comove e nos faz sonhar,,, desejar,,, e porque não,,, amar... beijos de bom feriado pra ti,,, e bom final de semana..

✿ chica disse...

Muito lindo e bem inspirado!Leve de ler!beijos,chica

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde Bandys.. eu vejo todos nós como anjos que vibrando numa frequência mais elevada captamos justamente sons sensíveis que são traduzidos em palavras.. nãos os vejo mais sinto a presença constante quando em meditação.. aquele calor diferente é especial.. muito bela esta tua criação... os versos se derramam com suavidade dos teus pensamentos.. beijos e ótimo feriado, até smepre

Everson Russo disse...

Que bom te receber no Livro, hoje pensei muito e segui seu conselho, postar pra passar aquele do protesto,,, deixar de lado,,, seguir em frente,,, afinal.. nosso caminho é de amor,,, beijos com flores...e obrigado sempre pelo carinho...

Fábio Murilo disse...

É o suplício da Musa.

http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

Há ventos que retornam de tempestades divinas recite louvada e livre nos corações estão sinos de caos harmônica em mim voce.
Lótus

nelma ladeira disse...

Simplesmente lindo!! Parabéns.
Já estou seguindo.

Daniel Costa disse...

Felizmente, a agonia não acontece, há sempre uma vida a suspirar e superar fraquezas de alma, bebendo com cálices de mel em louvor dos deuses.
Beijos

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Bandys. Simplesmente maravilhoso!
Adoro as tuas inspirações.
Deixarmos de escrever, é como se o ar nos faltasse, respirando mal sem qualidade de vida que seja boa.
A escrita nos proporciona um encontro conosco e com quem pretendemos alcançar o coração.
O anjo nos dá a inspiração, que para mim é divina.
Beijos na alma e paz!

ONG ALERTA disse...

Lindo...faz pensar.
Beijo Lisette

Alexandre Lucio Fernandes disse...

Eu nunca pararia de escrever. Porque se escrevo é porque você inspira a poesia. Sua presença é quem dita as palavras tão bonitas que meus dedos compõem. É tu a musa refletida nas rimas e nas frases, quem adormece na epiderme do meu coração.

Não deixar-lhe ei de escrever. Ainda haverão infintas madrugadas onde seu beijo trará ao meu íntimo a inspiração dos deuses.

Beijo!!

Lucimar da Silva Moreira disse...

É um poema inspirado é uma reflexão para pensar, Bandys passando pra desejar uma ótima semana fique com Deus beijos.
http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br

Everson Russo disse...

Olha eu aqui, trouxe uma flor que vou deixar sobre o seu teclado, trouxe também um beijo de amizade e carinho, e claro, um verso... "...Eu protegi o teu nome por amor, em um codinome beija-flor, não responda nunca meu amor, nunca...pra qualquer um na rua beija-flor..."beijos de boa semana.

Evanir disse...

Amiga eu vim trazer carinhos matar as saudades pouca visitas tenho feito .
Liguei um dia desses pro meu menino
pior agora estou chorona demais.
O tempo passa a gente vai ficando sensível demais.
Uma linda noite beijos do coração,Evanir.

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

O Sibarita disse...

Ei dona menina! kkkkkk

Se o seu blog deixasse de existir eu morreria de tédio e ai? kkkkkkkk

Anja incandescente, vc é a tal do pedaço, a retadinha dos poemas amorosos, a luz no meio da escuridão da blogosfera! kkkkkkkkkkkkk

Aimôdeu! kkkkkk

O Sibarita

Blue disse...

O beijo é a vida
que o anjo trás!

Beijo