domingo, 24 de novembro de 2013



São seus olhos que invadem meu corpo
Despindo minha pele e me fazendo
Nua só pra você.
São suas mãos que me acariciam
Que causam arrepios, que não quer me soltar.
São meus seios que enrijecem e te chama para o amor.
É a noite que chega e nos leva a dançar..

...nossos corpos cheiram a flores e o amor tem o gosto doce de mel. (Bandys)♥

22 comentários:

Anônimo disse...

SOU DO BLOG FOLHAS DE OUTONO !
Problemas técnicos me deixaram em anônimo...
Neste gosto de mel planejo o gosto do amor,despindo-me nas tuas palavras...
bjssssssssssssss

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Bandys.. a poesia quando envolta pelos véus da sensualidade só pode encantar.. fantasias que só se concretizam quando os corpos se entrelaçam na cama beijos de bom dia

Bell disse...

uauuuu.

Gostei.

bjokas =)

Sónia M. disse...

Encanto e sensualidade.
Um belo poema!

Bom inicio de semana.
Beijo

Sónia

Fernanda Oliveira disse...

Rs, surpresa ?
Não !

Uau ! Amiga Bandys a poesia em pessoa, sempre expressando- se em versos de amor, desejo e paixão !

Amei ler-te ! Bis ! Bis !

Fernanda Oliveira

Cantinho do Amor disse...

São seus versos que nos fazem vir sempre aqui, homenageando sua inspiração, digna de se apreciar carinhosamente, cada palavra, cada frase, pois são sentimentos puros...

Abs, de nós dois...

Ghost e Bindi

Fernando disse...

Olá Bandys
Sempre nos deliciando com seus poemas hem. E estou de volta aqui para curtir seu cantinho especial.
gde abrsss
Blog Fernu Fala II
Meu Twitter - Fernu

Anônimo disse...

SOU DO BLOG FOLHAS DE OUTONO !!!!!!
Realmente o primeiro comentário aqui foi o meu sim...estou em anônimo porque estou sendo hackeada,por isso não posso entrar com a minha conta,estou comentando os amigos nesta situação para não perder o contato...
bjs de boa noite !!!!!!!!!!!!

O Sibarita disse...

Então, lá ele come com os olhos, é? kkkkkkkkkkkk

Rapapapzzzzzzzzz... kkkkk

No doce mel do sabor desejos se morre no boca a boca das delicias dos beijos, arrepia! Aiaiaiaia... kkk Ô beleza! kkkkkkkkkkkkkkkkk

O Sibarita

ONG ALERTA disse...

Viva o amor....
Beijo Lisette.

Everson Russo disse...

Nada é mais penetrante que o olhar,,, aquele que despe e toca a alma, fazendo revelar todos os sentimentos guardados,,,, escondidos,,,intensos,,, beijos menina dona da poesia,,, linda tarde pra ti,, aqui tá assim,,, o sol em conflito com a chuva...kkk,,, sem prancha e sem ondas...

Luma Rosa disse...

Oi, Bandys!
É o amor que se reflete no corpo através do desejo de querer se aconchegar ao amado.
Um grande viva ao amor!!
Bom restinho de semana!!
Beijus,

LUZ disse...

Oi, queridaaaaaaaaaa, Lily!

Me desculpa, mas não tenho conseguido passar por sua "casinha", te abraçar e falar um pouquinho com você, porque o tempo, esses tirano, não me dá nem tréguas, nem tempo.

Você também deve estar bem atarefada, porque tem postado menos. Enfim, nossa vida não é só a virtual. A real nos ocupa, como é natural, muito mais tempo.

Quero e espero que esteja completamente bem, tal como mamãe, que está bem e que tem tudo lá em casa, para se restabelecer, totalmente. Fico feliz.

Sabe, eu quando comprei meu apartamento, reparei, de imediato, nas escadas do edifício, porque o prédio onde resido tem dois elevadores, mas também tem rampa de acesso para cadeira de rodas ou macas hospitalares. As escadas são muito largas e espaçosas, mas agora, de vez em quando subo ou desço elas, por os dois elevadores estarem ocupados, e também por exercício físico, mas quando tiver 50/60 anos, quem sabe, se posso, né?

Quanto àquela questão do chá de canela para a/o diabetes, estive pesquisando, e até consultei uma naturista amiga, e ele é bom/aconselhável para um montão de doenças.

Cientificamente, não está provado e comprovado fazer bem, a isso ou aquilo. Dizem que melhora os resfriados, reduz o colesterol e os triglicerídeos, pressão arterial, também, mas nada é certo e muito menos científico, concreto. De qualquer jeito, não custa nada experimentar, tentar.

Uma planta que dá resultado é o FEL DA TERRA, que deve haver, por aí, decerto. Te falo, por experiência própria, só que o chá é MUITOOOOOOOOOOOOOOO amargo, e não podemos adicionar nem açúcar, logicamente, nem adoçante, portanto fica difícil beber ele.

Meu pai era diabético, mas só tomava comprimidos, e conseguiu parar com os comprimidos, ingerindo três chávenas desse FEL DA TERRA, por dia.

Quanto à maravilhas que você escreve, quase que já não tenho palavras, sinceramente, para te comentar.
É tudo tão doce e é como se fosse uma dádiva.

OS OLHOS SÃO A JANELA DA ALMA, SEM DÚVIDA, E O CORPO É A CASA DO AMOR.

Mel, muito mel no amor, que todos queremos ter e fazer.

Lindo dia, minha querida, linda e terna amiga. Aqui, continua esse frio danado.

Vamos lá a ver se consigo postar, no domingo, alguma coisa, porque termina o mês azul.

Beijos e mais beijos, cordiais e sinceros abraços da sua grande amiga, Luz, que não esquece você, NUNCA.

LUZ disse...

Olha, querida!

Te "roubei" a imagem que encima seu post, que jugo que retirou da Net, portanto se ela aparecer nos meus blogs, já sabe: "fiz plágio".

Te adoro, amiga!

Daniel Costa disse...

Amiga Bandys

A sensualidade sempre pontua nos teus poemas. Mais uma vez, não quero deixar de a associar a poema e de realçar o teu bom gosto permanente.
Beijos

wcastanheira disse...

Adorei o calor deste poema, coladinho, gostoso de ler, delicadamente sensual, pra vc beijinhos e beijinhossssssss

Ângela disse...

Que delicia de invasão, perfeita.
bjs bom final de semana

Blue disse...

O gosto do mel
faz imaginar doçuras
que a pele de uma mulher
deixa escapar pelos poros
chamando para a dança
o entrelaçar dos corpos...

Beijo

O Sibarita disse...

Muito doce mel... kkkkkkk

Lábios carnudos em favo de mel! kkkk


Se os olhos invadem o corpo, então, come, né não? kkkkkkkkk


O Sibarita

O Sibarita disse...

Muito doce mel... kkkkkkk

Lábios carnudos em favo de mel! kkkk


Se os olhos invadem o corpo, então, come, né não? kkkkkkkkk


O Sibarita

O Sibarita disse...

Muito doce mel... kkkkkkk

Lábios carnudos em favo de mel! kkkk


Se os olhos invadem o corpo, então, come, né não? kkkkkkkkk


O Sibarita

Alexandre Lucio Fernandes disse...

São os olhos que te despem e te acariciam com íntegra sedução, efervescendo o toque, acalorando as peles que suam no roçar, no choque. A poesia desnuda nossa verdadeira paixão. Enlace de prazer, até o fim, com um gosto doce de mel.

Beijolindo!!