sexta-feira, 24 de janeiro de 2014


Esse magma dentro de mim,
Que explode e rompe
Armaduras

Quer ser simples seda
Em tuas mãos

Esse caldo espesso de anseio,
Sentimento e palavras

Quer apenas ser pés
Em tua direção...

abençoado o encontro do fogo que sobe pela 
árvore do corpo sem avisar. ( Bandys)

17 comentários:

Daniel Costa disse...

Sempre gosto dos teus poemas, das tuas postagens. Apesar de saber que as fotos são de arte, as considero também e louvo a tua sensibilidade na seleção.
Beijos

nelma ladeira disse...

Um lindo poema sedutor,cheio de amor.Adorei conhecer esse blog,tem belos poemas aqui!!
Agora acho que estou no blog certo rsrsrs.
Um lindo fim de semana,beijinhos.

Samuel Balbinot disse...

Bom dia querida Bandys...
esse fogo nos transmuta, nos alimenta.. nos acende internamente.. que ele possa só nos levar as alturas.. beijos e um excelente dia
até sempre

Fábio Murilo disse...

Uau... Que poema viu! Feito no capricho e embrulhando com papel florido e amarrado com fita vermelha.

Fernando disse...

Oi Bands
Esse fogo que sobe sem avisar... Coisa linda a sua poesia menina; :)
bjss

Alexandre Lucio Fernandes disse...

É um amor que se dilui, como néctar que mescla alma com alma, em uma doçura infinda, num deleite que apaixona, que aprisiona, que infinda, que hipnotiza.

Que o amor exploda em nós. E nos leve numa só direção. À felicidade.

Beijolindo!!

ONG ALERTA disse...

Lindo fogo da paixão...
Beijo Lisette.

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Um belo hino de paixão que cantas neste belo poema escrito à flor da pele.Adorei como sempre.


Um beijinho com carinho
Sonhadora

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Bandys. Que poema sensual, quente e muito lindo.
Encontro de amor e paixão, intensidade e desejo, nada melhor do que nos entregarmos livremente sem culpa de nada, apenas amar e nos deixar amar também.
Tenha uma semana de paz!
Beijos na alma!

SinneR disse...

gostei... ;)

bj doce

O Sibarita disse...

E não aviso mesmo! kkkkkkkkkkkkk

Sempre, sempre você é a boca de zero nove dos poemas, você é relíquia... kkkkkkkkkkkkkk

Demais!

O Sibarita

nelma ladeira disse...

Obrigada pelo comentário adorei.Volte sempre Bandys,beijinhos.

Blue disse...

"...
Se acaso numa curva
Eu me lembro do meu mundo
Eu piso mais fundo, corrijo num segundo
Não posso parar
..."

Beijo

Daniel Andre disse...

Boa noite linda amiga !
Parabéns hein. Uma paixão bem calorosa e ardente. Você é ótima.

Grande abraço,
Dan.
http://gagopoetico.blogspot.com.br/

Secreta disse...

Fogo repentino e soberbo.
Beijito.

Evandro disse...

Lindo poema, você é sensacional!

Beijos

Evandro

Felisberto Junior disse...

Olá,Bandys, obrigado pelo carinho da visita,bela semana, beijos!