quarta-feira, 26 de novembro de 2014


Trago nas mãos
pedaços de tempo
que vou enlaçando,
nos sentidos,
vestindo,
a memória dos lugares
num declive de luz.
A mente
recitando emoções
por vezes felizes
em outras tristes
o espírito,espalhado
de sentimentos
ancorando,
a existência
no calor
de um amor.

Peguei meus sorrisos futuros e alegrias pretendidas e as coloquei num cantinho,
bem arrumadinhas. São meus pedaços de tempo esperando brotar.(Bandys)

24 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Vi essa imagem no Face com uma citação de Rumi e me apaixonei. Agora me apaixono de novo. Belas palavras, amiga.
Beijo*

Samuel Balbinot disse...

Muito bom dia doce amiga..
nas mãos trazemos sonhos, sementes, e tudo mais que a gente conseguir.. pois quando espalharmos teremos a certeza que tudo vai germinar..
temos sempre de cuidar de nós.. não deixar uma bagunça interna.. mas tudo como vc disse.. arrumadinho para que essas coisas nos brindem com frutos maravilhosos..
beijos e um lindo dia Eliane

Bell disse...

Tem coisas que a gente precisa deixar num cantinho e esperarmos brotar e florescer... duro é esperar mas a gente aprende.

bjokas =)

Andréa disse...

Boa tarde minha linda!
Que esses pedaços de tempo possam florescer nos corações endurecidos. Sorrisos e alegrias sempre!
A imagem é linda!


Um grande beijo, fica com Deus!
Andréa ♥

Cadinho RoCo disse...

Que lindeza de poema, que lindeza.
Cadinho RoCo

Zilani Célia disse...

OI BANDYS!
TEMOS O PODER DE RETER EM NOSSAS MÃOS TUDO DE NÓS, INCLUSIVE SORRISOS E ALEGRIAS, MAS, SÃO COMO SEMENTES, QUANTO MAIS OS DISTRIBUIRMOS, MAIS BROTARÃO.
LINDO DEMAIS TEU TEXTO E EMOCIONANTE TAMBÉM.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Daniel Andre disse...

Boa noite querida amiga, td bem ? Andei sumido do meu blogue, por problemas pessoais, e aos poucos estou voltando...

Em nossas mãos, o tempo corre, no entanto as boas ações e o nobres sentimentos devem ser guardados, para que sejam brotados e cultivados em outro momento. Bjão.

Dan
http://gagopoetico.blogspot.com.br/

José María Souza Costa disse...

Olá, Bandys
Bom tudo.

Vim, desejar-te, um fim de semana, bem bom.
Muita Paz. Desejos de alegria. Certeza sim, que independente da tua religiosidade, o Criador, está sempre de plantão, olhando por mim e por ti, e nos convidando, a refletir sempre, que o melhor do mundo, somos nós, os seres humanos. Por isso, somos humanos e, criados, à sua semelhança.
Dito isto, te convido a vim " cumê' um "manuê" cá no meu blogue.
Um abraço.

Sebastiano Landro disse...

felicitaciones por el post

Lu Nogfer disse...

Que Lindo Bandys. Sempre tão sensíveis e verdadeiros os teus versos.

Beijos e lindo domingo pra você!

Taty Cascada disse...

Felicitaciones por el poema y agradecida de tu paso por mi Blog.
Un abrazo.

Fábio Murilo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fábio Murilo disse...

Profundos e inspirados versos, reflexivos. Adorei a foto também. Hum, mudou a disposição dos textos? Legal, esse jeito centralizado e o formato das letras em itálico, aprovei!

Elisabete disse...

As nossas mãos são preciosas!
Bom domingo

Célia Lima disse...

E como sempre eu desta vez venho como rena ajudante da mamãe-noel Lindalva e ñ cabo eleitoral
Estou aqui para convida-lo a participar da votação das tags e das poesias. Estou participando,mas acho justo que ñ possamos dizer qual a nossa. Porém ficaria muito feliz se vc fosse onde esta acontecendo a festa e desse o seu voto com o coração.
Podemos contar com vc?
http://boas-festas-2014.blogspot.com.br/

Brunno Lopez disse...

Brilhante e ritmado, pra se ler imaginando uma resposta futura ou um insight presente.
Muito original.

Smareis disse...

Bandy, muito belo, um dos mais bonito que já aqui.
Um Beijo e muitos sorrisos pra ti.

Luma Rosa disse...

Que lindo, Bandys!
Somos fragmentos daquilo que queremos ser, num projeto contínuo de construção onde o amor contribui em maior substância nesse crescimento.
Beijus,

Pérola disse...

Trazes uma mão cheia de ti, basta e é tanto.

Beijinhos

Daniel Costa disse...

Muito senti achei na bonita simplicidade do poema, Bandys.
Comoveu-me a beleza da imagem. Primas nas ilustrações.
Beijos

Ghost e Bindi disse...

O coração também tem o seu outono...época de hibernar e aguardar pacientemente a primavera. Flores de estufa são belas, mas as cultivadas naturalmente, dando tempo à natureza, tem um cheiro mais doce.
Seus poemas tem uma amorosa profundidade, e uma leveza que encanta...
Um grande abraço, querida.


Bíndi e Ghost

Anônimo disse...

Tô vendo qui o homi, de nome jose maria, deixa no final de semana, copy and paste, pra todo o mundo.
cancer de manma, ele não tem não, não pode ter, né? Então, é preguiça, mesmo. Nossa!

O Sibarita disse...

Pois é moça! kkkkk A simplicidade do seu poema é o ouro das palavras ditas...

Essa Bandys vai longe! kkkkk

O Sibarita

Pedro Menuchelli disse...

Bandys,

Já disse o quanto me apaixono lendo voce?

Muito boa poesia!

Do seu amigo e leitor,

Pedro.