sexta-feira, 5 de junho de 2015


Conheço os fracassos de mim,
das tentativas errôneas que
eu claramente consigo criar..
Das cicatrizes fechadas que precisei costurar.
Do coração quase parado que ordenei palpitar.
Dos olhos sem vida que ousei gostar.
Do choro caído, engolido noticiei soluçar,
Do corpo tremido jogado onde fui me tocar..
Da prisão da alma que vi lastimar
Da entrega total pra me soltar.. Libertar.

..hoje conheço minhas virtudes e liberdades que o amor
brotou no meu despertar.(Bandys)

12 comentários:

Daniel Costa disse...

Bandys, realço a beleza do poema em jeito de ato de contrição. Poema que de gostar mesmo, até pelo conteúdo.
Beijos

Bell disse...

E a gente cresce amadurece e percebe tanta coisa.

bjokas =)

Reflexo d'Alma disse...

Bandys,
seu eu tivesse de escolher
entre conhecer pessoas
e me conhecer eu
escolheria a segunda; pois
de posse meu conhecimento
próprio eu estaria pronta
para a liberdade
plena e pronta para conhecer
os outros; como demostra seu texto.
Uma vez que não preciso fazer essa opção
eu me descubro um pouco a
cada dia,
como também demostra seu
lindo texto. Isso é libertação.
Uma delicada postagem
essa sua.
Bjins querida.
CatiahoAlc.

Vinicius disse...

Oi.Bela poesia, parabéns.
Um ótimo fim de semana.
Beijos.

✿ chica disse...

Conhecer mais de nós é fundamental e chegar ao ponto de ver as conquistas e virtudes faz bem! Lindo fds! Bom te ver! bjs, chica

Elisabete disse...

Vamos amadurecendo e aprendendo com os nossos erros.
Bom fim de semana

Daniel Costa disse...

Bndys, há quinze dias encontrei-me com ela e posso dizer tudo de bom da senhora, como anfitriã, como pessoa. Ela por agora, tem o blog desativado.
Beijos

Andréa disse...

Olá, minha querida!
Vivendo e aprendendo amiga. É com os erros que a gente amadurece, e como, rsrs.

...hoje conheço minhas virtudes e liberdades que o amor
brotou no meu despertar.(Bandys)♥

Bom final de domingo e uma semana recheada de bençãos pra vc!
Bjs no seu ♥

O Sibarita disse...

Pois é dona Bandys! kkkk

Que bom esse amor, essa liberdade, essa virtude e esse despertar...

Ou o amor não é amor, ou o amor é amor e se é aiaiaiaiaai... kkkk

Porreta!

O Sibarita

Ghost e Bindi disse...

Porque gritamos interiormente e silenciosamente, como obedecendo um chamado de nós mesmos, perdidos no entendimento de nossos desejos e inspirações...é o canto do pássaro que voa se distanciado do ninho...abrido horizontes sem fim!

Ghost e Bindi

Samuel Balbinot disse...

Bom dia querida Bandys..
quantas costuras já fizemos na nossa alma, no nosso ser que tanto busca se encontrar neste plano cada vez mais denso...
os dias de hj pedem vigília diariamente.. pois cicatrizes demoram pra fechar..
beijos e fique sempre bem

ONG ALERTA disse...

Nos conhecer faz parte do crescer....lindo.
Beijo Lisette