sábado, 26 de março de 2016



É saudade de um mundo contente feito céu estrelado.
Feito flor abraçada por borboleta. Feito café da tarde com bolinho de chuva. Onde a gente se sente tranquilo como se descansasse num cafuné. Onde, em vez de nos orgulharmos por carregar tanto peso, a gente se orgulha por ser capaz de viver com mais leveza.
Certas delicadezas acalmam as dores da alma. (Bandys)♥

Feliz PAZcoa!

8 comentários:

Anônimo disse...

Suas poesias são excelentes. Não há necessidade de colocar no perfil e no final da página do blog fotos que não são suas, dando a entender que são.
A aparência não importa. Sua inspiração é única!

Bandys disse...

Ilustríssimo anônimo,

Seja bem vindo no meu espaço que a cada dia eu procuro
me dedicar com muito carinho e dedicação. Fico feliz que tenhas gostado. Volte mais vezes. Seja bem vindo.

Quem és tu que queres julgar, / com vista que só alcança um palmo, / coisas que estão a mil milhas?
Dante Alighieri

Bom domingo, Feliz PaZcoa!

Lucimar da Silva Moreira disse...

Algumas delicadezas são essenciais para nós, Bandys feliz páscoa, bjs.

Brisa Petala disse...

BOA NOITE
PASSANDO PARA DESEJAR UMA SEMANINHA DE PAZ E LUZ.LINDA E DELICADA POSTAGEM. BJ

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Que boa e delicada saudade! Muito bonito, Eliane.
Beijo*

Mar Arável disse...

Incomensuráveis os pequenos nadas

Ghost e Bindi disse...

Boa noite querida amiga!
Sim, as delicadezas nos dão prova de que, apesar de tudo de indelicado e áspero que possa existir, vale a pena resistir. O adeus sussurrado de um lado, será o olá dito com alegria do outro; precisamos conviver com pequenos desapegos a todo instante, abrindo caminho para a serenidade da alma, que sabe e sente que na verdade, não há adeus em nada, apenas um até breve...a vida sempre nos trará de volta o que a nós pertence.
Nosso carinhoso abraço, e desejo de muita paz no seu doce coração.
Bíndi e Ghost

Sara com Cafe disse...

suas escritas... suas escritas....