domingo, 19 de fevereiro de 2017


Minha alma tem o peso da luz.
Tem o peso da música. 
Tem o peso da palavra nunca dita,
prestes quem sabe a ser dita. 
Tem o peso de uma lembrança. 
Tem o peso de uma saudade. 
Tem o peso de um olhar.
Pesa como pesa uma ausência.
E a lágrima que não se chorou.
Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros.

...minha alma acostumou a ser feliz, exercendo delicadezas, plantando doçura.
(Bandys)♥

4 comentários:

Elisabete disse...

Um poema tão doce e lindo!
Bom domingo.

Daniel Costa disse...

Bandys
A alma é a aferidora do peso que carregamos em todas as fases que a vida comporta.
Agradeço que veja, por favor, leia e comente BRASIL - O SORRISO DE DEUS.
Paraná e Curitiba, sua capital
http://amornaguerra.blogspot.pt/

O meu pensamento viaja disse...

Que poema tão doce!!!
beijinhos

Maria Rodrigues disse...

A sua alma tem o dom da poesia.
Maravilhoso!
Beijinhos
Maria