sábado, 28 de outubro de 2017


Te amo assim
Sem enfeites nem disfarces
sem mascaras ou molduras
ungida pela doçura.

Cabelo escorrido pelos ombros,
olhos brilhantes de alegria e vontades 
bordando nossas metades 
com amor, dança e cumplicidade.

Como se tivesse descido do céu
uma nuvem pintada de véu
que nos envolve (e)ternamente.

..para teus sonhos, dou as minhas asas, 
e renasço deusa todos os dias..(Bandys) ♥

4 comentários:

Elisabete disse...

Um belo poema de amor.
Bjs

Eros disse...

Belíssima entrega!

Maria Rodrigues disse...

O amor verdadeiro é mesmo assim, sem disfarces.
Belissimo poema.
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Jaime Portela disse...

O amor é simples.
Desde que não o compliquemos...
Magnífico poema, gostei imenso.
Bom fim de semana, amiga Bandys.
Beijo.