domingo, 19 de novembro de 2017


Troco sonhos e lembranças
pelo tempo de chegar
descalça no teu sorriso..
E sobre flores e folhas
de um outono nosso
escrevo palavras doces
que se agarram ao futuro...
Desenho promessas
na tua janela.
Suavemente toco uma musica
num violão inventado e em
cordas de esperança
renasço em acordes..
Abraço os teus beijos suaves
no vento derramo
harmonia perfumada.

.. no perfume do amor desenho
brotos de esperanças. (Bandys) ♥

4 comentários:

Eva/RN ZCMC disse...

BANDYS, você já publicou algum livro com suas poesias? Se não fez isso ainda, já está na hora de fazè-lo.
Sua poesia tem muita qualidade. Pense nisso! Não estou dizendo isso para agradá-la. Não faria isso. Fui professora universitária de literatura portuguesa e lit. Comparada, com mestrado em Teoria da Literatura e doutorado em literatura portuguesa, portanto entendo do babado. Não esconda do grande público as belezas de sua alma e os frutos de sua sensibilidade poética. O Brasil anda muito pobre de novos talentos na poesia e na ficção. Amo tanto a literatura que tenho outros blogs dedicados a ela, nos quais uso meu nome próprio. Um abraço grande.

Danilo H. Gomes disse...

Seu blog é belo, parabéns!
Se possível, visite meu blog também:
www.cantosereno.com

Luma Rosa disse...

Oi, Bandys!

Dá asas as palavras que nos entregam imagens de sentimentos que evocam pura doçura!!
:)
Beijus no coração!!

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Que lindo trocar lembrança
Pelo tempo de chegar!
Pois é trocar de lugar
Quando o próprio tempo avança.

O meu tempo de criança
Ficou perdido no ar,
Porém de eu recordar
Viverei na maré mansa

Daquele passado espaço,
Como se fosse um regaço
De hoje, por sentimento.

Assim, eu sinto que faço
O presente ter um laço
Com o passado, no momento.

Belíssimo poema o seu, que me inspirou a fazer uma releitura! Parabéns! Grande abraço. Laerte.