segunda-feira, 6 de agosto de 2018



Ouça com o coração quando quase lhe parecer silêncio.
É o meu amor falando baixinho só pra não acordar o seu medo de amar.
A gente precisa mesmo é de gente que ama, que cuida, que se importa de verdade. Gente que não julga e que te estende a mão sem querer nada em troca. Gente querida, gente desprendida. Gente muito gente, gente como nós. Gente como você.
 Eu desenho corações onde não existem.(Bandys)♥  

7 comentários:

Dan disse...

Boa tarde querida!
Muito lindo as suas visões sobre o amor. Alias, o amor é o alimento da alma, e só pra for pra viver com alguém, que seja sem medo e se entregue de corpo e alma.

Parabéns, sempre
Dan
http://gagopoetico.blogspot.com/

BETONICOU disse...

Oi Bandys! Disse tudo! A gente precisa de boa companhia, de gente que nos ama e nos quer por perto. Grande beijo. Adorei suas lindas reflexões.

Élys disse...

Belíssimas esta suas reflexões.
Gostei muito.
Beijos. Élys.

ana disse...

Preciosas letras Bandys. Muchas gracias por tu visita a mi blog. Un abrazo

Ana Bailune disse...

Amei, principalmente a frase de encerramento: "Eu desenho corações onde eles não existem."
Porque no mundo em que vivemos, isso se faz tão necessário!

Bom fim de semana!

SOLIDARIEDADE disse...

Ah! Se pudéssemos ouvir e corresponder a todas as vozes provenientes de nossos apaixonados corações...Belo texto reflexivo e amoroso.
Abraços.

Rita Sperchi disse...

Bom dia de domingo dia dos pais
que seja festa aos pais vivos, e que
Deus proteja os que estáo com eles,
agradeço sua amizade e deixo
Abraços com carinho!

└──●► *Rita!!