quarta-feira, 21 de outubro de 2009


Já escondi um amor com medo de perdê-lo, já perdi um amor por escondê-lo.
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos. Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos. Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.
Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir. Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi. Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto. Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse. Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar. Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros. Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz. Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.
Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade... Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali". Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais. Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria. Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava. Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda. Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!
Não me façam ser o que não sou não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente! Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE!
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.
Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer:
- E daí? EU ADORO VOAR! (Clarice Lispector)

..um momento de reflexão. Uma pausa.
Por mais que eu saiba voar, mergulharei no mar...Nadarei. Aprenderei outras experiências... Sem medos, com paciência e coragem. E claro AMOR! (Bandys)♥

25 comentários:

Hugo de Oliveira disse...

Texto belíssimo...Clarice Lispector é show.
E essa imagem...amei.


abraços


Hugo

FOTOS-SUSY disse...

OLA BANDYS, MARAVILHOSO TEXTO DE ( CLARICE LISPECTOR ) UMA BELISSIMA IMAGEM...ADOREI AMIGA!!!
VOTOS DE UMA EXCELENTE TARDE...
BEIJOS DE AMIZADE E CARINHO,


SUSY

O Profeta disse...

Corre assombração
Vai para outro mundo numa toada de vento
Afasta de mim este cálice
Deixa-me aprisionar a morte na vida por um momento

Deixa-me sentir com a alegria dos sentidos
Deixa-me acreditar no voo do por-do-sol
Deixa-me beijar as águas de um lago feliz
Deixa-me navegar sem rumo, perder o control



Mágico beijo

Majoli disse...

Me senti voando ao ver a imagem...que delícia.

Adoro esse texto escolhido por ti amiga.

Beijos no ♥

Sonia Schmorantz disse...

Fiquei emocionada com este texto...
beijo

José disse...

Olá amiga Bandys.
Este é um texto que dá que pensar,
e não à ninguém que não tenha feito
qualquer dessas,parabéns e muito obrigrada pelas tuas palavras lá no meu cantinho.


Fiz coisas que não quis
que não voltava a repetir
e hoje estou muito feliz
por estar no teu esconderijo
vim aqui porque quis vir

um beijo,José

Everson Russo disse...

Uau, agora voce foi de Renato a Cazuza num pulo, passando pela insuperavel Menina Bandys, acho que ja fui tudo isso tambem, já chorei muito por amor, ja perdi noites de sono, mas tambem ja dormi mais leve, tentei de tudo pra salvar um amor em perigo, tentei me entender, essa parte eu ainda nao consegui, experimentei sensaçoes diferentes, tipo saber que o telefone vai tocar, e toca, saber que vou acordar de manhã e alia está ela, ao meu lado, sentir por dias o perfume dela na cama, no meu corpo, na minha alma, ja me senti diferente do mundo amando, ja me senti igual a todo mundo, ja me senti sol e chuva, ja andei na chuva de maos dadas com a pessoa amada só pra chegar em casa depois e tomar aquele banho, sei lá, seu poema é tão gostoso, tão intenso, tão tudo, acredito eu que já fiz de tudo isso e ja deixei de fazer de tudo isso tambem, o amor é isso, alias to escrevendo algo parecido pros proximos dias no Livro, ele é totalmente contraditorio, sua imagem é exatamente o que é o amor, se atirar de um penhasco, sem saber onde vai cair, se será num jardim ou se caira nochao e sentira muita dor,,,isso é o amor...cheio de nuances e loucuras, tanto que ando me esquivando um pouco dele, não sei se conseguirei sentir tudo que ja senti um dia, essa é a duvida, e não sei se suportarei perder de novo, esse é o medo,,,então, eu ainda to no alto daquela pedra, só olhando pra baixo, aprendendo com seu poema, refletindo com tudo, pra ver se me atiro,,,por enquanto não...rs..rs..rs...deixa nascer mais flores no jardim lá embaixo...beijos menina da poesia...um lindo dia pra voce, hoje aqui chove e tá uma delicia pra escrever....

Cacau disse...

Não devemos ter medo de amar,
nem medo de acreditar no amor.
Ele nos faz voar, nos faz chorar e sorrir,
nos faz viver!

Não tenha medo de amar!
Pra quem ama, a espera, é sempre por acreditar no que sente.

Beijos, Li.

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Eliane.

É isso aí. Sem medo de voar.
Belíssimo texto de Clarice.
Belíssima imagem que diz tudo do texto.
Belíssimo tudo! :-)

*******


"A alegria não está nas coisas, está em nós."

Johann Goethe






♥ QUE VOCÊ TENHA UM MARAVILHOSO FINAL DE SEMANA!!!! ♥



♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥





http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

Ava disse...

Temos tantas certezas e incertezas...

E com certeza, Clarice Lispector traduziu lindamente esses sentimentos e sensaçãoes...

Sua imagem dá uma vontade dnada de imitar... mergulhar no vazio... pelo simples prazer de voar...



Querida amiga, sinta um abraço de amizade e carinho... Obrigada !

H L disse...

"Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer:
- E daí? EU ADORO VOAR!"

eu lembro a primeira vez que eu li esse texto da clarice, esse final me arrepiou!
bela escolha, lindo!


bjos

Olhos e pensamentos disse...

Linda amiga tem selinho pra ti no meu blog, fica a vontade para não posta lo, vejo que não costuma postar selinhos, porém é pra vc saber que penso em vc...então ele é seu...adoro seu espaço

Anna e Cesar disse...

Olá poetisa!!!

Depois de algum tempo ausentes por motivs alheios a nossa vontade, estamos retornando aos poucos e para matar um pouco a saudade de pessoas especiais como vc aqui estamos.
Enconrar Clarice Lispector aqui é divino, sobretudo com essa mensagem linda que nos diz para não termos medo de nos aventurar rumo a felicidade, pq se tivermos medo de alçar voo rumo ao desconhecido, jamais teremos coragem para ser feliz!
Parabens e tbm por seus poemas, sempre maravilhosos!
Tenha uma quinta de paz e um final de semana de alegrias!

Déia disse...

Nossa, que lindo..!!!

Outro dia foi dia do poeta...

Lembrei tanto de vc!

bj

Deusa Odoyá disse...

Olá minha doce amiga Bandys.
Adorei seu texto, sem medo de voar, indo ao encontro da realidade.

Parabéns, Clarice Lispector é tudode bommmmmmmm.
Bandys, uma semana de muitas realizações e paz.
Beijinhos doces, amiga.
Obrigado por sua visita ao meu cantinho.
Sua música muito aconchegante.
Regina Coeli.

Desnuda disse...

Este texto é maravilhoso. E temos que ser surfistas na vida, amiga! E aprendemos com experiências.

Um carinhoso beijo, querida.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Oi, linda!
Vim desejar-lhe Bom Dia e ofertar-lhe um presente do Mestre, que é a minha forma de comentar a sua linda postagem, sempre perfeita na escolha, na mensagem e no desejo que deseja compartilhar. Vc já está farta de conhecer, mas como sempre, jamais cansa...guarda na alma e no coração! Espero que lhe seja de algum proveito.

"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo.

E que posso evitar que ela vá a falência.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.

É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma .

É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um ‘não’.

É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo…"

Ainda não posso fazer discursos, nem berrar com o meu urso, mas estou viva e de mãos dadas com você e todos os que são irmãos das coisas nobres e também pobres do Universo.

Beijos e Beijos,

Luma Rosa disse...

Temos que aprender a viver o arriscado! Pois como diz o ditado "Quem não arrisca, não petisca" Bom fim de semana! Beijus,

Poeta Mauro Rocha disse...

Ola!! Também adora voar e adoro Clarice Lisperctor.

Tenha um ótimo fim de semana.BJS

Everson Russo disse...

Uau, quase cheguei a Cazuza, e vindo de voce é um super mega ultra elogio...rs...obrigado pelo carinho, um lindo final de semana pra ti poetisa do amor...

Marcos™ Aprile disse...

Se você ja passou por tudo isso, só serve pra me confirmar o encanto de pessoa que tu é, e num tenha medo, arrisque mesmo, sem risco é tudo tão sem graça...rs

beijos

Aníssima Duarte* disse...

Eu sou suspeita para falar de Clarice...Pois ela me lê de uma forma sobrenatural.
Sua subjetividade me alucina!!
Adooroo'
"já perdi um amor por escondê-lo."Esse tem sido meu contexto atual...Tem vezes que a gente fica tãao covarde e bobo né?
Por isso não voaamos...
Olá Band´s, tou voltando querida!
Bjos, fica na paz!

Jaya Magalhães disse...

Lembro do dia em que você me mostrou esse texto. De como fiquei tentando te desenhar em cima dele. De como algumas lágrimas despencaram.

É lindo teu bom gosto ao se dividir com a gente.

Um beijo, moça doce.

mARa disse...

Olá Menina dos cabelos Loiros e LOngos!

amor essa prosa de Clarice, sempre Linda e profunda nas suas letras.

as cvezes somos tantas coisas experimentamos tantas sensações, e assim cvamos, assim amamos, isso é bom...

Se houcver penhascos? e daí? eu adoro CVoar...isso é a sintese de toda acventura...

beijos lilases, otimo domingo!

[meu teclado está com excesso de letras...rsss, não cvou apagar, vcou trocar de teclado, neh?! rssss]

O Sibarita disse...

Ô Deus! kkkkk Oi fia, tô escondido não, viu?

Dona moça me ajude aí! kkkkkkkkkk

Texto porreta!

bjs
O Sibarita