segunda-feira, 5 de outubro de 2009


Tatuagem

Abracei as palavras que você me dizia
e com elas tatuei meu corpo que tu possuías.
Tracei teu nome feito poesia..
Desenhei teu rosto, tatuei minha alma.
Rabisquei tuas mãos, gravei tua boca.
Grifei teu corpo como um manto,
Pintei com magia e te fiz regalia.
Tatuado em mim, você viveria noite e dia..
Desenhei teu amor, tracei com ousadia.
Escrevi teu desejo, grafitei nossa alegria.
Gravei em sintonia, feito moradia.
Uni nosso sonho, entrelacei corações.
Juntei teu corpo com minha paixão
Talhei tatuagem na imaginação.

..tatuei o seu amor na minha alma,
pra que ela não reconhecesse laser. (Bandys) ♥

30 comentários:

Déia disse...

Eu tava precisando mesmo vir aqui e ler algo tão lindo!
Obrigada minha fonte de inspiração e de amor!
bj

Betho Sides disse...

Vc é fantástica é por isso que te adoro...
Beijos
Betho

neide disse...

Bandys querida seus poemas não são Red Bull mas me dão asas.. rsrs
Viajo te lendo. Belíssimo.

Boa semana querida.

Bjss

Olhos e pensamentos disse...

Amiga linda, tambem me deixei tatuar assim...e além dessa tenho uma fada tambem nas costas...bjs e adoro muito as suas visitas

Jaya Magalhães disse...

Tatuar amor é assim, tão lindo, que não dói, só arde. Arde como tua poesia.

E eu nunca vou cansar de dizer do quanto tudo isso me comove.

Um beijo, moça.

Cadinho RoCo disse...

Nas marcas do amor a pele no traçado do carinho.
Cadinho RoCo

Luciano Braz disse...

Ola minha amiga, lembro que uma vez tatuei em minha alma um grande sonho, naquele dia falei comigo mesmo "Tatuado em mim, você viverá noite e dia...", mas como diz o conto " Nem tudo são Flores na Vida de Joseph" rsrsrs.

parabéns pela poesia, linda e me lembrou grandes sentimentos ... foi bom vir te visitar.

Meu abraço e saudações pela sensibilidade deste espaço, que a sua tatuagem fique pra sempre gravada em lindos momentos de sua vida.

ABraço

Luciano Braz

Luciano Braz disse...

Não havia pensado nisto, então vou tentar tatuar e juntar mais letrinhas rsrs.

generosidade sua garota, suas tatuagens marcam profundamente.

Abração e obrigado pelo carinho.

Luciano

EU SOU NEGUINHA disse...

Marcas traçadas na pele,na alma...no coração.....e são eternizadas...
beijos linda menina
Nega

Ava disse...

Bandys, minha querida amiga...

Não sei como agradecer seu carinho...

Fica minha eterna grtidão, por suas palavras, em um momento um tanto quanto delicado...

Mas isso não tir o brilho do seu poema!

Poema que reluz amor e paixão...

Em sua forma mágica de escrever com a alma...

E aqui, sempre digo, meu refúgio preferido...meu esconderijo...quem dera porder fica aqui, apenas sonhando...


Beijos em seu coração...

[ rod ] ® disse...

eu já tatuei meu corpo por amor... um dia hei de mostrar... bjs moça.

Everson Russo disse...

Ai como eu queria essa tatuagem no meu coração, escrever palavras que jamais se apagam da memoria, mas principalmente da alma, ter aquela velha historia pra contar, aqueles dias loucos outra vez, sentir de novo o vento sopar gritando um nome pelo ar...um beijo menina linda,,,,seu poema hoje me deixou com saudades de algum lugar do passado,,,,acho que to mais sensivel hoje....xiiiiiiiiiiiiiiii.....

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bom Dia, Linda Bandys!
A sua postagem é linda! Demorei porque acabo de fazer a minha postagem matinal no EU E DAÍ?. A publicação é acerca de A CORRENTE DE ENERGIA E DE BEM, em que sou contemplada como uma das três mulheres que se destacam na Blogosfera pela bondade, delicadeza, etc. (Injustiça a Eliane não estar incluída explicitamente, mas...). Esta corrente deve passar de blogue em blogue. Faça isso!
Beijos, querida,

Zeze disse...

Oi

Todos nós temos e somos "tatuagens" de alguém, alguém que nos quis ou quer Bem...

Beijoka

Poeta Mauro Rocha disse...

Belo poema!! E fica assim na alma....feito tatuagem.

Um abraço!!

José disse...

Agora está na moda a tatuagem,
O poema é lindo,a tuagem é uma arte,
e o corpo de uma mulher é uma obra prima da natureza, e eu acho que fica mais bonito sem tatuagem.

Mas isso sou eu que sou antiquado

um beijo

Desnuda disse...

Lindo poema de amor, amiga! O amor tatuado na alma é eterno.


Meu carinho e meu beijo.

mARa disse...

Uauu....grafitei nossas alegrias...já vejo um muro de alegrias e imagens de amar...o que o amor nos faz, essas formas pintadas desenhadas tatuadas...Belo!

Beijos Menina desse esconderijo!

Anonymous disse...

eliane
A felicidade não está em quem a busca, mas sim em quem a vê.
beijão com carinho
claudia= tia ca

Cacau disse...

Como tatuagem, o amor, quando é na alma, é pra sempre.

Beijos, minha poetisa
Na sua alma.

Everson Russo disse...

Bom dia menina do esconderijo do amor e da paz cercada de poesia, esqueci de comentar seu comentario de outro dia, o da lua, que olhamos a lua por lados diferentes, mas tenha a certeza, sendo ela a mesma lua, a gente acaba se encontrando nessa galaxia ainda, um dia ela vira, e um de nós agarrado a ela vai de encontro ao outro, era assim que sonhava Renato, era assim que sonhava Cazuza, então porque a gente tambem nao sonha assim? "Mais uma dose, é claro que eu to afim, a noite nunca tem fim, porque que a gente é assim, agora fica comigo, e ve se não desgruda de mim, ve se ao menos me engole, mas, nao me mastigue assim...voce tem exatamente 3000 horas pra parar de me beijar e um segundo pra aprender a me amar..." Ele, The Second Man....beijos e um lindo dia pra ti.

FOTOS-SUSY disse...

OLA BANDYS, BELISSIMO POEMA DE AMOR QUE NOS ENCHE A ALMA...ADOREI AMIGA!!!
VOTOS DE UMA OPTIMA TARDE...
BEIJOS DE AMIZADE,


SUSY

Nilson Barcelli disse...

Belo poema querida amiga, quanta sensibilidade e sensualidade nas suas palavras.
Beijos.

Prof. Sergio Ricardo disse...

Não canso de falar. Para de brincar com letrinhas... leva a sério e publica o livro logo.... bjs amiga

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bandys, querida, leia com atenção este comentário: certa mulher me deixou um comentário no meu blog SÉTIMA ARTE, acusando-me de plágio, de lixo, etc. por eu ter supostamente publicado um poema de sua autoria, atribuindo o poema a mim. Só que quem citou este poema num comentário a uma postagem minha, acho que aos amigos, não a recente, a mais antiga, foi você. O poema se chama UMA FLOR PARA VOCÊ e eu não me lembro o nome da autora. Acho que é Soelis não-sei-o-quê. Dê um jeito nisso, Eliane, porque eu não vou apagar essa publicação do EU E DAÍ? E não quero que vc apague o seu comentário. Vc pôs esse poema no comentário, como sempre faz, para demonstrar a sua amizade, como a sua alma pura, mas a alma impura interpretou errado. Hoje é o da dos rolos cabeludos para mim, Eliane, mas, sinto muito, vc criou este, vc que o resolva. O máximo que posso fazer é dar-lhe uma sugestão: vá ao post em que está citado o poema, deixe o seu comentário, e faça outro, citando o nome da autora e dizendo que se havia esquecido de citá-lo antes.
Beijos,

Bandys disse...

Renata,

Só vim lhe dar uma satisfação em consideração a nossa amizade.

Em dois anos de blog NUNCA tive problemas, e não será agora que vou ter.

Faça o que você achar melhor, pois meus comentários ás vezes são com os nomes dos autores, outras nem mesmo eu sei e por muita vezes são meus.

Se quiser apagar pode ficar a vontade, pois ficarei também no meu blog se achar que os comentários são inconvenientes.

Fora isso fique com Deus e desejo uma noite de paz!

Beijos

Everson Russo disse...

Chuva cai pela madrugada, papel e caneta na mao...vamos lá inspiração, venha do alto....beijos

Everson Russo disse...

"Hoje a gente fica na varanda, um dia perfeito, com as crianças, corre, corre, corre que vai chover, olha a chuva...não vou me deixar embrutecer, eu acredito nos meus ideais, podem até maltratar meu coraçao, que meu espirito ninguem vai conseguir quebrar." aqui tá assim, chovendo...linda a manha foi de chuva...e contiua....beijos menina poesia, uma otima tarde pra ti...

Daniel Costa disse...

Bardys

A eterna poesia atraente de cariz amoroso.
Poesia bonita, belo coração.
Vinte valores, vales isso e muito mais.
Posso deixar o meu E-mail e esperar um contacto teu?
danielcosta@tele2.pt
Beijos
Daniel.

O Sibarita disse...

A moça Bandys sempre apaixonante, é isso, feliz é aquele que lhe tem como musa! kkkk

EU? Oxente... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Demais o poema!

bjs
O Sibarita