terça-feira, 24 de setembro de 2013



Estes teus olhos são como fogo
E tua alma como resina,
Me encanta e me fascina...
Tua boca é como o veludo
Tuas mãos como pétalas
Que passeiam pelo meu corpo
E deixam o teu perfume...

E eu quem sou?
Meu corpo te pertence
Onde tuas pétalas tocam e
Fazem música ao meu coração
Me deixam saciada.
Toque-me
Como queiras, quando queiras!

pros teus sonhos te dou minhas asas,
e renasço deusa todos os dias...(Bandys) ♥

19 comentários:

Crista disse...

fiufiuuuuuuuuuuuuuuu...
Essa menina além de romântica é....FOGOSA!!!!!
Beihjão...

Samuel Balbinot disse...

Boa noite Bandys.. o olhar tem e sempre terá o fogo que acalenta as almas apaixonadas.. mas é sempre bom dosar para não secarmos o outro de cima abaixo.. sempre muito lindo o teu final.. pensamento que deixas no ar sempre para uma reflexão.. uma linda noite bjs

LUZ disse...

Oi, querida Lily, menina da doçura! ♥

Tudo bem? Mamãe?
Linda e tão angélica a imagem que você escolheu, e depois escreveu a cor de rosa seu poema. Poema é pouco, muito pouco para denominar aquilo que acabei de ler.

É talvez uma cachoeira de ternura, cheia de tâmaras, mel, jasmim, rosas, nenúfares, estrelas, sândalo, cerejas, morangos, ambrósia, mel e muito de si.

Ele passeia em sua geografia, e sei que se não perde, porque seu corpo é melhor que qualquer bússola, que qualquer simetria.

Você se deixa passear, porque assim, pode conta os pontinhos brilhantes que o céu tem, enquanto ele enfeita o céu da sua boca, com beijinhos cheios de carinho, que só as DEUSAS merecem, quando dão suas próprias asas para amar, ao luar, ou em outro qualquer lugar.

Uma noite bem amada, querida.

Beijos carinhosos da Luz, que te adora.

Ariana disse...

Uau!

Acho que vou dedicar esse texto pra uma pessoa.
A que me faz ser uma Deusa.

Lindo!



Beijos

Evanir disse...

Nossa vida é feita de surpresas onde nossa missão é viver.
Alguns momentos podem durar tão pouco e
ficar na sua memória por muito tempo,
algumas pessoas podem fazer muito pouca
parte da sua vida e ser considerada pra sempre.
Eu imagino um dia em que todas as pessoas
tivessem o direito de ser feliz,
mesmo que seja só por um momento,
para ter a oportunidade de sentir o que realmente
desejam e acreditar que sonhos não são bobagens.
As vezes percebemos que as aparências enganam
e que podemos sofrer muito com isso.
O tempo é uma coisa que não
permite voltar para trás,
então vamos aproveitar para exercitar
nossa fé a cada segundo da nossa vida.
Levar sempre amor a unica palavra,
que poderia mover o mundo.
Ame o bastante para ficar gravado
na memória eternamente de cada amiga e
amigo.
Um carinhoso beijo afagos na sua alma .
Evanir.

Fernanda Oliveira disse...

Uau miga Bandys, arrasante sua poesia!!!
Fogo total,rs caliente demais! Gostiii!
Bis! Bis! Bis!

Gostei de ler-te amiga, beijos!

Fernanda Oliveira

Thomas Albuquerque disse...

Linda demais essa menina...cheirosa e meiga como sempre.

beeijos

Bell disse...

Quanto amor ....

bjokas =)

Lucinalva disse...

Olá querida

Lindo blog, cantinho muito acolhedor, bela postagem, parabéns. Bjs

Daniel Costa disse...

Bandys

As pétalas figuram, no bonito poema, como cordas de violino.
Beijos

Marcos de Sousa disse...

Encantadora poesia.
Estou realizando o book tour do meu livro. Caso queira participar, se inscreva em O mundo sob o meu olhar. Mas corra, as inscrições vão até domingo.

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

E há coisa melhor no mundo que sentir-se DEUSA.
Lindo como sempre.


Um beijinho com carinho
Sonhadora

Cantinho do Amor disse...

O amor é tão grande e sublime que abriga todas as poesias, essa com certeza está numa galeria...na casa do coração.

Ghost e Bindi

Mar Arável disse...

Nunca se arrependa

Fábio Murilo disse...

E os dois compõem uma linda sinfonia, a melodia dos corpos que se tocam e tocam junto num mesmo ritmo. Da valsa ao samba, ao rock frenético, ao tango, o ritmo mais apropriado pra esses momentos. Que sejam explorados todos os elementos sonoros, todos os acordes, todos os compassos, todos os instrumentos muito bem afinados, e toque noite adentro até o romper da aurora, a lua ir embora, e o apagar a última estrela. E já exaustos, vencidos pelo cansaço, que adormeçam abraçados, compensados pelo prazer de haverem se tocados, embalados pela musica que eles mesmos criaram em seus próprios corpos. E isso ai Bandys.

Fábio Murilo disse...

E os dois compõem uma linda sinfonia, a melodia dos corpos que se tocam e tocam junto num mesmo ritmo. Da valsa ao samba, ao rock frenético, ao tango, o ritmo mais apropriado pra esses momentos. Que sejam explorados todos os elementos sonoros, todos os acordes, todos os compassos, todos os instrumentos muito bem afinados, e toque noite adentro até o romper da aurora, a lua ir embora, e o apagar da última estrela. E já exaustos, vencidos pelo cansaço, que adormeçam abraçados, compensados pelo prazer de haverem se tocados, embalados pela musica que eles mesmos criaram em seus próprios corpos. É isso ai Bandys.

http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

ONG ALERTA disse...

Uma paixão....
Beijo Lisette

Alexandre Lucio Fernandes disse...

Amor que se apetece e pertence. Elo que edifica a paixão que sólida nos encaixa. Somos de cada um. Pra sempre!

;)

Beijolindo!

O Sibarita disse...

Ô pertence, é? kkkkkk

A música, as pétalas, o perfume e o desejo de se está junto a lá ela! kkkkkkk

Singelo, isntigante poema, é 10!

O Sibarita