quinta-feira, 15 de janeiro de 2015


Instante
Sinto o calor dos teus braços que me protegem
O sossego dos lábios que me percorrem
E devagarzinho você vai me tirando a calma.

Ouço nosso riso acordando o mundo
Meus olhos se fecham pra te ver
Nossos desejos se misturam
Nossos corpos nos acompanham
Um momento num instante
Não temos pressa...

Você sussurra baixinho que me quer
Falo que sou tua... meu amor
Percorremo-nos. Nos Entregamos,
Você desliza em mim teu desejo
Ardente, confidente, paciente.
Eu te sinto intensamente
Amamo-nos apaixonadamente
Estremecemos loucamente
Dormimos calmamente.

...engravidei do nosso sonho, dei a luz ao nosso amor.
Nascemos. (Bandys)

15 comentários:

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida
Muito bonito o germinar do amor...
Bjm festivo de 2015

Samuel Balbinot disse...

Muito bom dia Bandys..
descrever o mais lindos dos momentos, quando duas almas, dois corpos se unem e se fundem em energia é maravilhoso.. vamos escrevendo e vendo as cenas, pelo menos comigo é assim.. as visões sempre me transportam.. muito doce e delicada tua poesia.. beijos e um lindo dia.. até sempre

Ariana Coimbra disse...

Colos que confortam, abraços que protegem.
Calor que invade o corpo e aquece o coração.
Tão lindo!

Beijo

Elisabete disse...

Os 2 últimos versos são magníficos!
Bjs

Fábio Murilo disse...

Caminhos tantas vezes percorrido e sempre inéditos. O amor esse desconhecido. Beijos!

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Bandys.
Simplesmente maravilhoso o amor quando acontece assim.
Em cada verso você desenhou lindamente uma história intensa de muita paz, amor e cumplicidade.
Amei o final, super inteligente!
Deveria fazer um card e postar!
Tenha um fim de semana de paz.
Parabéns!
Beijos na alma.

Luria Corrêa disse...

Ah, que saudade este teu escrito me trouxe, Bandys ♥

O Sibarita disse...

Grande Bandys, a germinadora do belo poema amorosamente apaixonante! Nascemos, viu? kkkkkkkkkkkkk E ai? kkkkkkkkkkkkk

A cada ano a moça fica gostosona de se ler, também, cada poemão desse! kkkkkkkkk

Oi Bandys vc é boca de zero nove, viu? kkkkkkkkk

O Sibarita

Branca disse...

Lindo despertar do amor...

ONG ALERTA disse...

Amor é tudo, lindo.
Beijo Lisette

O Sibarita disse...

Ô loura! kkkkk

Em Jauá com certeza vc será sucesso... kkkkkkkkkkk

O Sibarita

O Sibarita disse...

Ô loura! kkkkk

Em Jauá com certeza vc será sucesso... kkkkkkkkkkk

O Sibarita

Amanda Mércuri disse...

;)

Adorei o poema.

Ótima terça!

Beijo! ^^

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, alimentar o amor é fortalecer o mesmo de tal modo, que se torna intransponível ao alheio.
AG

Luma Rosa disse...

Oi, Bandys!
Um momento que se faz sagrado quando dele germina a luz que faz brilhar a alma dos apaixonados!
:)
Boa semana!!
Beijus,