sábado, 9 de janeiro de 2016


Invado a sua estrada
Viajo no pensamento
Percorro o teu caminho
Só por um momento

Vou ao te encontro
Com beijos e carinhos
E com tudo em desalinho
Fico só mais um pouquinho

Tua estrada é gostosa,
Ao mesmo tempo perigosa
Percorro de mansinho
Com rima, verso e prosa.

Tenho a alma no comando
Indicando a direção
Perco-me entre as estrelas
Acho-me em fração

Vou de carona, no teu sorriso, no teu sonho
 nas tuas asas.(Bandys)

8 comentários:

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Um poema doce... lindo e de um romantismo impressionante!!!
Vejo que tens uma métrica perfeita, o que dá ao poema um ritmo delicioso.
Você já recitou teu poema em voz alta????

Maria Rodrigues disse...

Uma estrada de amor quem não gosta de percorrer?
Lindo poema.
Beijinhos
Maria

Elisabete disse...

Que versos tão românticos e bonitos!
Bjs

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde querida Bandys.. tão apaixonante quanto tua poesia..
é tão belo ler versos assim pois foram trazidos a tona pelo coração..
muita sintonia em todos os versos.. beijos meus e feliz sempre doce amiga

Fábio Murilo disse...

O importante é a iniciativa, a ousadia que encanta, que pega de surpresa. Com jeitinho tudo se ajeita, no chegar chegando, se impondo com personalidade, atitude, jeito todo próprio. Beijos, Bandys.

Ariana Coimbra disse...

Poesia linda, suave e instigante ao mesmo tempo.

Beijo

Marcio disse...

Saudades de ler textos tão belos!
Preciso voltar mais...
Parabéns e feliz 2016.
Beijos
❤️

Antonio Batalha disse...

A Verdade Em Poesia, está a tentar visitar a todos os seus seguidores,
para deixar abraço amigo e agradecer por termos ficado juntos mais um ano,
desejar também que este ano lhe traga muitas alegrias, e grandes vitórias.
Atenciosamente. António.
PS. tive de seguir outra vez porque estava sem foto, ou sem endereço.