domingo, 17 de janeiro de 2016

Que nunca te falte à capacidade de se emocionar, eu peço. Seja com a flor se desprendendo do galho da arvore,seja com o passarinho cantando no poste de uma cidade barulhenta e cinza, seja por uma felicidade muito grande, seja por uma saudade. Por que a gente sente saudade? É porque existiu algo tão bom de se viver, que, quando acabou, a lembrança deixou tatuado no avesso da gente. Eternizar? Está eternizado, moço. Até mesmo a ausência é uma coisa que esta comigo. Então tranquilize-se tudo o que se ama dura, mesmo quando não durar. Vira pedaço. Mora na cortina dos olhos, pendurado nos cílios. Ao fechá-los tudo vira filme, a memória é tela. Deixa teu céu empoeirar-se de estrelas. Brilha. ♥

5 comentários:

Paulo Silva disse...

Maravilhosas palavras. Obrigado pelo post e pelo talento! ♥

Lucy Mara Mansanaris disse...

Boa tarde Bandys.
Tão sensível e profundo post, amei demais, parabéns!
Meu carinho e gratidão pelo acesso.

Maria Rodrigues disse...

Que a emoção esteja sempre presente no nosso coração.
Lindas palavras.
Beijinhos
Maria

Mar Arável disse...

A bela complexidade do simples

Isa Martins disse...

Oi Bandys, muito bom te ler, deixar nosso céu empoeirar-se de estrelas e brilhar, que lindo!
Bom fim de semana, beijos