sábado, 16 de junho de 2018


Minha alforria

Com sabor de chocolate...
Vim te dizer que a vida,
Não se adia...
Nem anestesia
Se associa
Com energia,
Muita alegria
Faz companhia
Ama de dia...
A Noite vadia
Numa folia,
Sem garantia
Nem utopia
Plena sintonia
Em poesia
Eu e você.


...a minha liberdade é tatuada
na minha alma. (Bandys) ♥

5 comentários:

Elisabete disse...

Uma bela declaração ainda por cima com sabor a chocolate...
Bom domingo.
Bjs

Andreia Morais disse...

Um belo poema! De facto, não podemos adiar a vida, caso contrário, iremos perder momentos fundamentais

r: É isso mesmo :)

BETONICOU disse...

Oi, bom dia! Li com prazer pois a poesia teve sabor. Gostei imenso de sua sensibilidade , e a vida tem mesmo que seguir, sem adiar seu rumo. Obrigado pela visita. Aqui fico, para ler e desfrutar de seus belos e inteligentes textos. beijos.

SOLIDARIEDADE disse...

A síntese poética de uma paixão que, de jeito nenhum, é arredia.
Abraços

Jaime Portela disse...

Poema magnífico.
Parabéns pela inspiração.
Bom fim de semana, querida amiga.
Beijo.