quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008




Com Você

Diante de você
Eu me dispo
Para que me vejas nua

Tiro toda pintura
Solto os cabelos
Me faço mais mulher do que nunca

Dentro dessas quatro paredes
Me despojo das palavras, dos artifícios
Sou mais eu nesse momento
Você se cala e assim emudecido
Me enfeita a cabeça me corteja, me rodeia
Rodopiamos pelo quarto
Como bailarinos num salão
Nossos lábios se unem loucamente
E no vai e vem de nossos corpos
Nossos desejos se encontram frenéticamente
Bastamos um ao outro
Porque somos cúmplices

2 comentários:

Criss disse...

Muito lindo!

Claudia disse...

Minha irmã, você está muito poética. Adorei! Achei lindo!
Beijo!
Te amo muito.