sábado, 1 de outubro de 2016



É esta vontade que cedo ou tarde

Não se desfaz não se transforma,

não vai embora, não me deixa em paz..

É uma vontade que vem de dentro de mim

Que ri e que chora que ama e consola,

e quando anoitece adormece assim:

Aninhada no meu peito como se refugio fosse.

E mais tarde irá te acordar mansamente e querer

novamente você aqui.

É essa ânsia que me consome de amor.

..é essa vontade dançando  no meu peito que ilumina meu querer.
( Bandys)

4 comentários:

Elisabete disse...

A força de vontade faz tudo!
Um beijo grande.

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Essa vontade maravilhosa chama-se Amor!!!
Essa vontade louca de estar com o corpo aninhado e aconchegado nos braços do Amor... essa carência maravilhosa... essa saudade que não passa!
ISSO É AMOR!!!

Rita Sperchi disse...

Querida que as vontades e desejos
continue no peito de quem tem amor
Lindo amor é assim.......

Abraços com meu carinho
Rita
Bom domingo!

Primeira Pessoa disse...

Cedo ou tarde.

beijão

r.